.

.

domingo, 31 de julho de 2016

UEMA realiza Processo Seletivo para Professor Substituto em Açailândia

Classificação dos candidatos ocorre por meio de Provas Didática e de Títulos.

UEMA realiza Processo Seletivo para Professor Substituto em Açailândia A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) realiza um novo Processo Seletivo para contratação de Professor Substituto no Centro de Estudos Superiores de Açailândia.
São seis vagas distribuídas entre os cursos/departamentos de Letras, Administração e Tecnólogo em Gestão Ambiental, nas matérias de Psicologia/ Didática (1 vaga); Fundamentos da Linguística/ Lusofonia (1 vaga); Sintaxe da Língua Portuguesa/ Linguística Aplicada (1 vaga); Direito do Trabalho e Legislação Social/ Direito Empresarial (1 vaga); Metodologia Científica/ Filosofia (1 vaga); e Saúde Pública e Saneamento Básico/ Processos Industriais (1 vaga).
As jornadas de trabalho serão desempenhadas em 20 horas, e o salário é de R$ 1.904,95.
Os interessados devem se inscrever até 1º de agosto de 2016, das 14h às 17h, no Protocolo do Centro de Estudos Superiores de Açailândia e no Protocolo Geral da Universidade Estadual do Maranhão/ UEMA, cujos endereços podem ser consultados no edital de abertura. A taxa custa R$ 100,00.
A seleção constará de Provas Didática e de Títulos, e elas serão realizadas no Centro de Estudos Superiores de Açailândia.
O prazo de validade da seleção será de seis meses, e há possibilidade de prorrogação por igual período.
veja o edital completo em:
https://arquivo.pciconcursos.com.br/arquivo/1363970.pdf

Vacina contra a dengue é indicada para pessoas entre 9 e 45 anos


A vacina já pode ser comercializada no Brasil
A vacina já pode ser comercializada no Brasil / Arquivo
Após sete meses registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a vacina contra a dengue já pode ser comercializada no Brasil. O Comitê Técnico Executivo da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) determinou que o preço da Dengvaxia, como é chamada a vacina da Sanofi Pasteur, vai variar entre R$ 132,76 e R$ 138,53, dependendo do ICMS adotado em cada estado.
O valor estipulado é o que será pago ao fabricante por clínicas, hospitais e distribuidores e deve ser bem diferente do que será cobrado do consumidor final. "Os valores para um mercado privado não refletem o que vai ser praticado. As clínicas tem taxa de aplicação, tem tributação da clínica, tem que pagar sua estrutura. Esse preço é muito longe do que o mercado vai trabalhar para o consumidor final. Esse é o preço de fábrica que a Sanofi vai colocar no comércio", explicou Renato Kfouri, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações.
De acordo com o infectologista, o produto é um avanço, considerando que o Brasil vivencia há muitos anos um grande problema de saúde pública devido ao vírus da dengue. Em 2016, até 11 de junho, mais de 1,3 milhão de pessoas tiveram dengue em todo o país e 318 pessoas morreram em decorrência da infecção pelo vírus.
Fabricada pela empresa francesa Sanofi Pasteur e registrada no Brasil desde dezembro de 2015, a Dengvaxia é a primeira vacina desenvolvida contra a dengue no mundo e só precisava da determinação do valor de fábrica para poder ser vendida. Segundo a Anvisa, a demora ocorreu devido ao ineditismo do produto, já que normalmente a estipulação de preços leva em conta outros produtos semelhantes no mercado.
O imunizante é indicado para pessoas entre 9 e 45 anos, deve ser aplicado em três doses com intervalo de seis meses entre elas. O fabricante garante proteção contra os quatro tipos do vírus da dengue. Segundo os estudos, a proteção é de 93% contra casos graves da doença, redução de 80% das internações e eficácia global de pouco mais de 60% contra todos os tipos do vírus. A capacidade de produção do laboratório é de 100 milhões de doses por ano.
Para Kfouri, a eficácia da vacina é satisfatória e segue o padrão de vacina como a contra varicela e contra o rotavírus, que evitam completamente cerca de 60% dos casos das doenças, mas tem um impacto maior na redução de casos graves, que poderiam levar a hospitalizações e à morte.
SUS
Apesar de poder ser comercializada em todo o Brasil, ainda não há determinação sobre se a Dengvaxia será utilizada na rede pública. Para isso, o Ministério da Saúde deve fazer estudos sobre o custo/benefício da compra e distribuição do produto e de qual seria a estratégia de aplicação para ter impacto em termos de saúde pública.
Para Renato Kfouri, a decisão do Ministério da Saúde de não adotar imediatamente a vacina é adequada, já que um programa nacional de imunização requer uma visão ampla de como a doença se comporta e de quais seriam as estratégias de aplicação.
"A vacina tem eficácia de cerca de 60% contra os quatro tipos de dengue, mas em termos de saúde pública, para conseguir atingir esses números, quantas pessoas teríamos que vacinar? Todas de nove a quarenta e cinco? Crianças entre nove e dez anos? Adultos? Quem devo vacinar? Que quantidade de vacinas tenho a oferecer? Quantas seriam necessárias para um bom impacto? Com quantos indivíduos vacinados terei impacto?", questionou o especialista.
Ele ressalta ainda que as estratégias de vacinação em adultos costumam ser bem menos eficazes do que as que têm como público alvo as crianças, já que a adesão é frequentemetne menor.
Desta forma, como uma ação individual, de quem pode pagar, a vacina é uma boa estratégia de prevenção, porém, para a introdução em um programa de imunizações são necessários estudos mais aprofundados. "Em nível de saúde individual, em clínica privada, é um ganho enorme, revoluciona, mas a posição do Ministério da Saúde foi cautelosa e adequada", pontuou Kfouri.

A polêmica moda de cheirar chocolate, que ganha adeptos na Europa

Morder um chocolate é capaz de levantar o ânimo de muita gente. Uma nova moda na Europa, no entanto, subverte essa ideia: alguns estão optando por aspirar o alimento em vez de devorá-lo.
O pó de cacau se transformou em uma alternativa que muitos dizem ser "saudável" para quem deseja ir para a balada sem tomar drogas.
O uso vem aumentando em eventos alternativos europeus, em meio a preocupações sobre possíveis efeitos tóxicos.

Origem

A moda nasceu de uma ideia de um dos principais chocolatiers do mundo, o belga Dominique Persoone.
Em 2007, ele criou um dispositivo para cheirar chocolate em pó, da mesma forma que drogas como cocaína são aspiradas.
A empresa de Persoone, a Chocolate Line, afirma já ter vendido 25 mil unidades do dispositivo.
Cada "máquina de cheirar chocolate" vem com uma mistura para o consumidor aspirar. Persoone afirma que só conseguiu chegar à mistura certa após várias tentativas.
O chocolatier começou provando o cacau puro, mas percebeu que não era suficientemente forte. Então misturou o pó de cacau com pimenta malagueta, mas a mistura era dolorosa demais para se aspirar.
Finalmente ele conseguiu chegar ao que considerou a "mistura ideal": pó de cacau com hortelã e gengibre, colocado em um dispositivo com uma espécie de "lançador" em formato de colher que, acionado, dispara o pó para a narina.
"O hortelã e o gengibre ativam seu nariz. Daí o sabor deles diminui e o chocolate fica no cérebro", costuma dizer Persoone.
Euforia e efeitos colaterais
O cacau provoca uma injeção de endorfinas no sistema circulatório, o que pode resultar em euforia.
Também tem doses altas de magnésio, o que relaxa os músculos, e de flavonoides, que melhoram a circulação e a função cognitiva, segundo estudo publicado pela Revista Americana de Nutrição Clínica.
Outro estudo, de abril de 2016, sugere que o chocolate amargo melhora o rendimento durante o exercício por deixar as pessoas mais rápidas e eficazes na realização de uma tarefa física.
No entanto, fica a dúvida: é perigoso aspirar o cacau? A pergunta ainda é difícil de ser respondida, já que não há registros de risco ou vício em pó de cacau.
"Os efeitos de cheirar chocolate não foram estudados", disse Andrés Herane, médico psiquiatra que pesquisa depressão e estresse no King's College de Londres.
Mas isso não quer dizer que o pó de cacau seja totalmente inofensivo.
"O chocolate tem muitas propriedades que o transformam em uma substância viciante e, obviamente, tem um efeito no cérebro", acrescentou Herane.
O médico afirma que há pesquisadores, inclusive ele, que acreditam que o chocolate deveria ser classificado como droga.
"Há um efeito de busca compulsiva que implica que quem o consome precisa aumentar cada vez mais a dose para sentir o mesmo efeito de prazer."
E cheirar o chocolate tem um efeito muito mais imediato que comer.
"Vai dos pulmões diretamente ao sangue, que o leva para o cérebro. É um efeito 'peak' (de auge) mais alto, mas com uma duração menor. Por isso, os que cheiram substâncias precisam fazer isso várias vezes em um período relativamente curto e têm maior risco de vício, porque a vida média (da substância no corpo) é mais curta", afirmou.
E isso sem levar em conta que o chocolate foi criado para ser comido, e não para ser aspirado.
"Cheirar chocolate em pó não é seguro, porque (se trata de) uma substância estranha e tóxica no nariz", afirmou Jordan Josephson, otorrinolaringologista do Hospital Lenox Hill, de Nova York, consultado pela revista Science.

Festa

A tendência de cheirar chocolate começou a aparecer em algumas festas alternativas da Alemanha e do norte da Europa.
Uma das mais famosas é a Lucid, no clube Alchemy Eros, de Berlim. Os frequentadores da festa, que acontece um domingo por mês, dançam até o dia seguinte com apenas um estimulante: o cacau.
"Não servimos bebidas alcoólicas, mas isso não significa que somos 'anti' tudo. Servimos vários remédios estimulantes, como o cacau puro", afirmam os organizadores no site da festa.
A BBC entrou em contato Ruby May, principal organizadora da festa. E ela afirmou que não irá mais falar sobre o assunto.
May explicou que, depois de dar uma série de entrevistas, "fomos tão distorcidos que decidimos não dar mais nenhuma declaração".
Há informações de que a tendência já tenha atravessado o oceano Atlântico até os Estados Unidos.
Bárbara Carreño, porta-voz do órgão de combate às drogas dos Estados Unidos, a DEA, disse que não pode interferir no uso de "substâncias não controladas (pela Lei de Controle de Drogas)", como é o caso do cacau.

Médico da CBF cita lesão anterior de Prass: "Gota d´água que transbordou"


André Pedrinelli médico da seleção brasileira no hotel em Goiânia (Foto: Raphael Zarko/GloboEsporte.com)Médico: "Ele me disse: 'Estou sentindo negócio esquisito" (Foto: Raphael Zarko/GloboEsporte.com)

Goleiro do Palmeiras deve parar por quatro meses após cirurgia e terá de botar enxerto no cotovelo. Para médico, sequelas de 2014 são maior causa da lesão

Um copo de água cheio que transbordou. O corte de Fernando Prass da olimpíada machucou o grupo de jogadores que vão disputar a medalha de ouro, mas é difícil dizer que não poderia ser esperado. O médico da seleção olímpica Andre Pedrinelli, em entrevista ao GloboEsporte.com no hotel da seleção nesta tarde em Goiânia, disse que a lesão de 2014 deixou espécies de sequela no cotovelo direito do jogador do Palmeiras – refratura é o termo médico.
Prass não joga mais este ano. A previsão é de recuperação de quatro meses. Ele deve colocar enxerto no cotovelo e fazer cirurgia ainda mais delicada. Até porque todo cuidado é pouco. Aos 38 anos, o goleiro vai precisar de paciência e dedicação, o que tem de sobra, na recuperação, mas também confiança para jogar após a segunda grave lesão na região. Em 2014, ele colocou pinos no cotovelo e ficou bom tempo usando cotoveleira – proteção para amortecer o impacto.
Neste domingo, estava previsto o primeiro treino de Prass de maior esforço. Mas não foi possível.

sábado, 30 de julho de 2016

Leite produzido por baratas é um dos alimentos mais nutritivos do mundo

Esqueça o nojo e a cara feia para as baratas. As mamães da espécie baratas-besouro do Pacífico (Diploptera punctata) produzem um leite superpoderoso para seus filhotes, o mais nutritivo que se tem conhecimento em todo o mundo. O alimento é três vezes mais nutritivo que o leite de búfala, que antes ocupava esse recorde - à frente do leite de vaca e do leite materno.
A descoberta surpreendente foi feita por um grupo de cientistas indianos e divulgada pela International Union of Crystallography. O bioquímico no Instituto de Biologia de Células Estaminais e Medicina Regenerativa em Bangalore, na Índia, Subramanian Ramaswamy, explicou ao jornal “Washington Post” que a maioria das baratas põe ovos, mas as baratas-besouro do Pacífico produzem alimentos para seus embriões.
Os filhotes dessa espécie são gerados numa bolsa embrionária e se alimentam com uma substância líquida repleta de gorduras, açúcares e proteínas. Dentro do embrião o leite vira cristais que ajudam os insetos a crescerem numa velocidade incrível.
“É um alimento completo. No saco da ninhada, os embriões engolem o líquido. Lá, as proteínas viram cristais rígidos em suas entranhas. Nada é desperdiçado porque a boca está aberta e a parte traseira está fechada”, explicou o cientista. As baratas dão à luz os filhotes vivos - como os humanos.
As análises feitas pelos cientistas mostram que o leite de barata está entre as substâncias mais nutritivas e altamente calóricas do planeta. Os cristais de leite de barata contêm três vezes mais energia do que o leite de búfala, de acordo com a análise por Ramaswamy e seus colegas. Búfalos, segundo ele, eram os detentores do recorde da produção de uma proteína com mais calorias.
E se você está se questionando sobre o gosto, um cientista provou os cristais do leite, mas disse que não tinha nada de especial. O pesquisador acha que o alimento tem um potencial incrível para ser vendido como proteína, mas ele afirmou ao “Washington Post” que há alguns obstáculos, especialmente porque as baratas não podem ser ordenhadas.
Além disso, o produto associado a baratas seria ruim. “Eu não acho que alguém vai gostar se você lhes disser: ‘Nós extraímos cristais de uma barata e que viraram comida’”, disse Ramaswamy. Além disso, os cientistas ainda vão verificar se os cristais são tóxicos para os seres humanos.

Prass volta a sentir dores e será cortado da Seleção

CBF informa que goleiro será reavaliado neste sábado, mas só se manifestará no domingo. Alisson (Roma), Jordi (Vasco) e Jean (Bahia) são opções em lista de suplentes.

O goleiro Fernando Prass será cortado da Seleção Brasileira que disputará a Olimpíada. O jogador de 38 anos voltou a sentir dores no cotovelo direito neste sábado e, com suspeita com fratura, não poderá disputar os Jogos do Rio de Janeiro.

É grande o risco de o camisa 1 do Palmeiras ter de passar por cirurgia e até não atuar mais nesta temporada. Em 2014, ele fraturou o mesmo cotovelo e ficou cinco meses fora, tendo que passar por duas operações (uma pra corrigir a lesão e outra pra tirar um pino que o incomodava).

Segundo a CBF, o camisa 1 fará novos exames na noite deste sábado, e só haverá um pronunciamento oficial sobre o caso no domingo. A entidade admite a chance de corte, mas ainda espera o resultado das avaliações. 

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Anvisa permite venda de extrato de tomate com pelos de ratos e insetos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) admitiu que alguns produtos são comercializados com uma certa “tolerância” e que existe sim a possibilidade de que sejam encontradas algumas “partículas” de pelos de ratos e insetos em produtos vendidos ao consumidor.

Nesta semana a ANVISA proibiu a venda e distribuição de um lote do extrato de tomate da marca Heinz. Foram encontrados pelos de ratos “acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente”.
Mas o que significa “acima do limite permitido”? Desde 2014, a Anvisa estabelece alguns requisitos mínimos para a quantidade de “sujeira” tolerada em alimentos e bebidas.

No caso dos produtos derivados de tomate, como o do lote fabricado pela Heinz, é permitido um fragmento de pelo de roedor por 100g de produto. Mais do que isso, o lote é vetado e a empresa ainda pode ser interditada e obrigada a pagar uma multa entre R$ 2 mil e R$ 1,5 milhão.

O laudo da Fundação Ezequiel Dias (LACEN-MG) — laboratório credenciado pela Agência — informa que foi detectada uma “matéria estranha” indicativa de risco à saúde humana no extrato de tomate.

A Heinz enviou uma nota dizendo que o lote em questão já foi recolhido e que os produtos que estão no mercado são adequados ao consumo.

FONTE: http://www.brasilverdeamarelo.com/anvisa-permite-venda-de-extrato-de-tomate-com-pelos-de-ratos-e-insetos/

AGORA LASCO: Anvisa proíbe venda de extrato e molho de tomate de 5 marcas

Tomate: as empresas terão de recolher os estoques dos produtos existentes no mercado

Brasília - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização e a distribuição de quatro lotes de extrato de tomate das marcas Amorita, Predilecta, Aro e Elefante, além de um lote de molho de tomate tradicional da marca Pomarola.

A punição às cinco marcas se deu com base em laudos que detectaram matéria estranha indicativa de risco à saúde humana - pelo de roedor - acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente.

As empresas terão de recolher os estoques dos produtos existentes no mercado.

As decisões da Anvisa estão publicadas em resoluções no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 28. A primeira refere-se ao lote L 076 M2P e validade de 01/04/2017 do extrato de tomate Amorita, fabricado por Stella D'Oro.

A segunda, ao extrato de tomate Predilecta lote 213 23IE e validade 03/2017. A terceira trata do molho de tomate tradicional Pomarola lote 030903 e validade 31/08/2017 e também do extrato de tomate Elefante lote 032502 e validade 18/08/2017.

Atriz Global Esquecida e Abandonada se Encontra Doente

Claudia Rodrigues eu já foi um dos maiores IBOPES da Globo hoje vive abandonada e doente. Com dificuldades financeiras começa a pensar sobre o suicídio como solução para a vida.
Claudia Rodriguez ficou famosa por diversos papéis na Globo, especialmente pela Marinete, vivida na série “A Diarista”, exibida entre 2004 e 2007. Ela ficou dois anos fora do ar e acabou saindo da Globo em abril de 2015.
A atriz contou que pensou em suicídio. “Pensei em tirar minha vida sim. Eu moro no vigésimo andar e pensei: Vou me jogar! Ai liguei para minha empresária e amiga e falei que não estava bom, que estava tudo errado. Um dia você tem um programa de audiência no horário nobre e no outro não tem mais nada. É desesperador”.
claudia-rodrigues-cadeira-696x464 

Portadora de esclerose múltipla, doença que ataca o sistema nervoso central, afetando a fala e os movimentos. Sua vida é hoje um exemplo para todos aqueles que colocam o trabalho como prioridade maior que a família. Seu patrão pode te demitir a qualquer momento e a única coisa que restará será a família e os poucos amigos verdadeiros.
Muitas vezes filhos e esposa por mais amor que tenham se cansam de esperar por atenção. Neste momento surgem as separações. Desta maneira quem opta por ter o trabalho como maior valor da vida corre o risco de morrer sozinho.
Ainda bem que Claudia Rodrigues possui uma família que a apoia.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Natura tem lucro líquido de R$ 90,9 milhões no 2º trimestre

Queda foi de 22% ante mesma etapa do ano passado.
Receita líquida das operações no Brasil caiu 2,3%, para R$ 1,376 bilhão.

A fabricante de produtos de beleza Natura teve lucro líquido de R$ 90,9 milhões no segundo trimestre, queda de 22% ante mesma etapa do ano passado.
As operações internacionais novamente responderam por contribuição crescente, com a receita líquida do segmento crescendo 24,9%, para R$ 649,5 milhões.
O vice-presidente de finanças da Natura, José Roberto Lettiere, destacou o resultado da receita bruta nas operações no Brasil, que quebrou uma série de seis quedas seguidas.
Em teleconferência com jornalistas, ele disse que junho foi o melhor mês do trimestre.
Apesar da alta de 1,2% da receita bruta, a receita líquida das operações no Brasil caiu 2,3 por cento, para R$ 1,376 bilhão.
O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) consolidado foi de 344,7 milhões de reais, queda de 3,5% ano a ano, pressionado pelas operações no Brasil.
Enquanto o Ebitda das operações internacionais (pró-forma) cresceu 43,3%, para R$ 73,8 milhões, o Ebitda das operações no país (pró-forma) caiu 11,4%, para R$ 270,9 milhões. A margem Ebitda passou de 18,5 para 17%, também na comparação anual.
A margem bruta ficou em 68,5% ante 69,4% um ano antes. Lettiere afirmou que o indicador foi impactado pela taxa de câmbio e a carga tributária.
As despesas operacionais no Brasil caíram 0,6% ante o segundo trimestre de 2015, mas subiram em relação à receita líquida, para 38,3% contra 37,7% um ano antes, conforme a empresa manteve investimentos em marketing.
Em relação à taxa de câmbio, o executivo afirmou que a premissa da empresa é de que o dólar fique na faixa de 3,40 a 3,50 até o final do ano.
Novas lojas
A Natura manteve previsão de investimento de R$ 350 milhões para o ano, mas a companhia tem sido mais seletiva nas decisões de alocação desses recursos, disse o executivo, focando principalmente na parte de vendas e abertura de lojas.
Segundo Lettiere, a Natura deve fechar o ano com 4 a 5 lojas físicas. Em abril, foi inaugurada a primeira unidade no Morumbi Shopping, na capital paulista. Em agosto está prevista a estreia de outra no shopping Villa Lobos, também em São Paulo.
Ele disse que outras três já foram mapeadas e estão em fase de conclusão, mas não deu detalhes sobre a localização. Em relação à primeira unidade, Lettiere disse que as vendas estão muito acima das expectativas.
A Natura também não descarta novas parcerias no canal farma, com o plano de expansão contemplando entrar em outras redes no próximo ano, de acordo com o executivo. "Estamos (indo) muito bem com a Raia Drogasil, mas não temos exclusividade", disse.
A empresa fechou junho com 1,86 milhão de consultoras contra 1,81 milhão um ano antes, enquanto as unidades de produtos para revenda diminuiu para 116,9 milhões ante 120,3 milhões.

Natura tem lucro líquido de R$ 90,9 milhões no 2º trimestre

Queda foi de 22% ante mesma etapa do ano passado.
Receita líquida das operações no Brasil caiu 2,3%, para R$ 1,376 bilhão.

A fabricante de produtos de beleza Natura teve lucro líquido de R$ 90,9 milhões no segundo trimestre, queda de 22% ante mesma etapa do ano passado.
As operações internacionais novamente responderam por contribuição crescente, com a receita líquida do segmento crescendo 24,9%, para R$ 649,5 milhões.
O vice-presidente de finanças da Natura, José Roberto Lettiere, destacou o resultado da receita bruta nas operações no Brasil, que quebrou uma série de seis quedas seguidas.
Em teleconferência com jornalistas, ele disse que junho foi o melhor mês do trimestre.
Apesar da alta de 1,2% da receita bruta, a receita líquida das operações no Brasil caiu 2,3 por cento, para R$ 1,376 bilhão.
O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) consolidado foi de 344,7 milhões de reais, queda de 3,5% ano a ano, pressionado pelas operações no Brasil.
Enquanto o Ebitda das operações internacionais (pró-forma) cresceu 43,3%, para R$ 73,8 milhões, o Ebitda das operações no país (pró-forma) caiu 11,4%, para R$ 270,9 milhões. A margem Ebitda passou de 18,5 para 17%, também na comparação anual.
A margem bruta ficou em 68,5% ante 69,4% um ano antes. Lettiere afirmou que o indicador foi impactado pela taxa de câmbio e a carga tributária.
As despesas operacionais no Brasil caíram 0,6% ante o segundo trimestre de 2015, mas subiram em relação à receita líquida, para 38,3% contra 37,7% um ano antes, conforme a empresa manteve investimentos em marketing.
Em relação à taxa de câmbio, o executivo afirmou que a premissa da empresa é de que o dólar fique na faixa de 3,40 a 3,50 até o final do ano.
Novas lojas
A Natura manteve previsão de investimento de R$ 350 milhões para o ano, mas a companhia tem sido mais seletiva nas decisões de alocação desses recursos, disse o executivo, focando principalmente na parte de vendas e abertura de lojas.
Segundo Lettiere, a Natura deve fechar o ano com 4 a 5 lojas físicas. Em abril, foi inaugurada a primeira unidade no Morumbi Shopping, na capital paulista. Em agosto está prevista a estreia de outra no shopping Villa Lobos, também em São Paulo.
Ele disse que outras três já foram mapeadas e estão em fase de conclusão, mas não deu detalhes sobre a localização. Em relação à primeira unidade, Lettiere disse que as vendas estão muito acima das expectativas.
A Natura também não descarta novas parcerias no canal farma, com o plano de expansão contemplando entrar em outras redes no próximo ano, de acordo com o executivo. "Estamos (indo) muito bem com a Raia Drogasil, mas não temos exclusividade", disse.
A empresa fechou junho com 1,86 milhão de consultoras contra 1,81 milhão um ano antes, enquanto as unidades de produtos para revenda diminuiu para 116,9 milhões ante 120,3 milhões.

Lucros do Facebook sobem 186% e chegam a US$ 2 bilhões


Pessoa usando smartphone em frente ao logo do Facebook
Facebook: as ações da rede social subiram 7% nas operações eletrônicas da bolsa de Nova York.
Da AFP
O Facebook informou nesta quarta-feira que seus lucros subiram 186% no segundo trimestre em relação há um ano, para 2 bilhões de dólares, superando a maioria das previsões dos analistas.
O Facebook registrou no período um salto de 59% nas receitas, a 6,44 bilhões de dólares, em sua maioria pela publicidade on-line. Os analistas esperavam que o volume de negócios chegasse a 6,002 bilhões de dólares.
As ações do Facebook subiram 7% nas operações eletrônicas da bolsa de Nova York.
"Nossa comunidade e os negócios tiveram outro bom trimestre", disse o fundador do Facebook e diretor-executivo da corporação de internet, Mark Zuckerberg.
A base global de usuários ativos mensais, uma medida chave para as redes sociais, chegou a 1,701 bilhão -15% a mais do que no mesmo período de 2015 e acima dos 1,65 bilhões do trimestre anterior.
"Estamos particularmente satisfeitos com nosso progresso em matéria de vídeo, quando caminhamos para um mundo onde o vídeo está no coração de todos os nossos serviços", destacou Zuckerberg.
O Facebook domina o espaço dos meios sociais assim como a publicidade on-line do setor. Além disso, se desenvolve em diversas áreas como mensagens instantâneas, realidade virtual e outras categorias.
A firma de pesquisa de mercado eMarketer estima que o Facebook tenha dois terços das receitas de publicidade em meios de comunicação, à frente de concorrentes como o Twitter, que nesta semana apresentou resultados decepcionantes.

Cientistas belgas criam máquina que converte urina em água potável

Equipe coletou xixi em festival de música e recuperou 1.000 litros de água.
Sistema criado utiliza energia solar, dizem criadores.

Da Reuters
Sistema criado pela Universidade de Ghent usa uma membrana especial (Foto: Francois Lenoir/Reuters)Sistema criado pela Universidade de Ghent usa uma membrana especial (Foto: Francois Lenoir/Reuters)
Uma equipe de cientistas de uma universidade na Bélgica anunciou a criação de uma máquina que converte urina em água potável e fertilizante com ajuda de energia solar, uma técnica que pode ser aplicada em áreas rurais e em países em desenvolvimento.
O sistema criado pela Universidade de Ghent usa uma membrana especial e os cientistas afirmam que é eficiente no consumo de energia e pode ser aplicado em áreas desconectadas da rede elétrica.
"Conseguimos recuperar fertilizante e água potável a partir de urina usando apenas um simples processo de energia solar", afirmou o pesquisador Sebastiaan Derese, da universidade.
A urina é coletada em um grande tanque, aquecida com energia solar e passada por uma membrana em que a água é recuperada e nutrientes como potássio, nitrogênio e fósforo são separados.
Sob o slogan em inglês #peeforscience (#xixipelaciencia), a equipe utilizou o equipamento durante um festival de música de 10 dias em Ghent, recuperando 1.000 litros de água da urina do público.
O objetivo é instalar versões maiores da máquina em ginásios e aeroportos, mas também levar o equipamento para áreas rurais de países em desenvolvimento onde fertilizantes e água potável são escassos, disse Derese.
Como ocorreu em projetos anteriores em que a equipe que desenvolveu a máquina se envolveu, a água recuperada do festival será usada para produção de cerveja.
"Chamamos do esgoto para a cervejaria", disse Derese.
Equipe utilizou o equipamento durante um festival de música (Foto: Francois Lenoir/Reuters)Equipe utilizou o equipamento durante um festival de música (Foto: Francois Lenoir/Reuters)

Caixa libera R$ 3,8 bilhões para financiamento em habitação

Faixa Pró-Cotista

Linha de crédito visa ampliar o financiamento de imóveis com preços entre R$ 225 mil e R$ 500 mil
A Caixa Econômica Federal tem R$ 3,8 bilhões para financiar a compra da casa própria pela linha Pró-Cotista. O banco informou que o Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) liberou orçamentos específicos para contratações nas três faixas da linha de crédito.
O financiamento pela linha Pró-Cotista é voltado para trabalhadores com pelo menos 36 meses de vínculo com o FGTS (não necessariamente seguidos). Também é preciso ter saldo na conta do FGTS de pelo menos 10% do valor do imóvel ou estar trabalhando. A taxa de juros é de 8,66% ao ano.
Os recursos dessa linha para a faixa de maior demanda  imóveis de R$ 225 mil a R$ 500  haviam se esgotado em abril deste ano, mesmo com a liberação de R$ 7 bilhões do FGTS recebidos pela Caixa dois meses antes dos recursos acabarem.
Faixa do meio
Segundo a Caixa, o Conselho Curador do FGTS autorizou o remanejamento de R$ 1 bilhão da primeira faixa (destinada a financiamentos de até R$ 225 mil) e R$ 700 milhões da terceira faixa (que contempla financiamentos com valores superiores a R$ 500 mil) para a faixa intermediária. Dessa forma, foram remanejados R$ 1,7 bilhão para suprir a demanda da segunda faixa (R$ 225 mil a R$ 500 mil).
 

terça-feira, 26 de julho de 2016

Veja o Novo Onix e Prisma 2017 que passaram pela 1ª reestilização; veja detalhes

Modelo mais vendido do Brasil ganha versão 'aventureira' na linha 2017.
Além do visual, atualização nos motores promete mais economia.

A Chevrolet revelou nesta segunda-feira (25) a linha 2017 do Onix, carro mais vendido do Brasil, e do Prisma, sua versão sedã. Eles passam pela primeira mudança visual desde o lançamento, em 2012. Além disso, o Onix ganha uma versão "aventureira", chamada Activ.
Preços só serão divulgados nesta terça (26). A montadora enxugou o número de versões dos modelos. Sai a LS, de entrada, e ficam LT e LTZ, além da Activ, do Onix. Todas as versões passam a ter direção elétrica, em vez da hidráulica. E o câmbio manual agora é de 6 marchas - antes eram 5. Continua em linha a opção de câmbio automático.
Os modelos mais vendidos da marca no Brasil ganham equipamentos inéditos e motores com melhorias na eficiência, que devem resultar em economia de até 18% no consumo de combustível do Onix, segundo a General Motors.
Assim, o modelo deverá melhorar a nota no ranking do Inmetro: no começo do ano, o Onix levou nota B no geral e o 1.4 chegou a ter nota C em algumas versões (veja o ranking).
A economia no Prisma deverá ser ainda maior, de 22%, também segundo a fabricante.
Chevrolet Prisma 2017 (Foto: Peter Fussy/G1) 
Chevrolet Prisma 2017 (Foto: Peter Fussy/G1)
Comparativo Chevrolet Prisma contra Fiat Grand Siena (Foto: Flavio Moraes/G1)Frente do Prisma antes da mudança (Foto: Flavio Moraes/G1)
Visual
Diversos flagras já haviam adiantado que, por fora, a frente redesenhada acompanha a nova identidade global da Chevrolet.
Também revelados em um teaser pela montadora, os faróis estão mais compridos e agora se juntam à grade frontal bipartida, que ficou mais horizontal, guardando boas semelhanças com o Cruze, lançado recentemente e muito mais caro.
Na traseira, o para-choque foi remodelado, mas o que chama mais atenção é o logotipo “Eco” na tampa do porta-malas, o que aponta para a promessa de mais economia dos motores 1.0 e 1.4 da família de compactos.
O Prisma ganhou aerofólio integrado à tampa do porta-malas.
A versão Activ segue a receita das "aventureiras" e é Onix com apliques de plástico e rack no teto. Ela vai concorrer com edições semelhantes dos concorrentes: Hyundai HB20X, Renault Sandero Stepway e Volkswagen CrossFox.
Chevrolet Onix Activ (Foto: Peter Fussy/G1)Chevrolet Onix Activ (Foto: Peter Fussy/G1)

Chevrolet Onix como é atualmente (Foto: Divulgação) 
Traseira do Onix antes da reestilização (Foto: Divulgação)
Mais tecnologia
A conectividade, que foi um grande atrativo do Onix e do Prisma desde a estreia, foi melhorada com a adoção da segunda geração do sistema multimídia MyLink, que se integra com smartphones por meio do Apple CarPlay ou Android Auto.
Outra novidade é a chegada à categoria do sistema OnStar, que funciona como um “mordomo” disponível 24 horas por dia, e antes aparecia só em modelos mais caros, como Cruze e Cobalt.
Ele é gratuito por 1 ano e a montadora ainda não divulgou quanto cobrará pelo serviço depois desse período.
'Guerra' dos compactos
As mudanças servirão para renovar o fôlego no mercado, o que a Hyundai já fez, no ano passado, no principal rival, o HB20, que é o segundo modelo mais vendido do país em 2016, atrás apenas do Onix, conforme dados da federação dos concessionários, a Fenabrave.
Chevrolet Prisma 2017 (Foto: Peter Fussy/G1)Chevrolet Prisma 2017 (Foto: Peter Fussy/G1)
Chevrolet Prisma 2017 (Foto: Peter Fussy/G1) 
Chevrolet Prisma 2017 (Foto: Peter Fussy/G1)
Chevrolet Onix Activ (Foto: Peter Fussy/G1) 
Chevrolet Onix (Foto: Peter Fussy/G1)

segunda-feira, 25 de julho de 2016

BR 010 Belém Brasilia Registra mais Mortes nesse final de Semana


Acidente aconteceu na BR-010, em Açailândia (MA) (Foto: Divulgação/PRF-MA)
Acidente aconteceu na BR-010, em
Açailândia (MA) (Foto: Divulgação/PRF-M

Colisão frontal resulta em duas mortes na BR-010 em Açailândia, MA

Depois de chocar-se contra caminhão, carro de passeio desceu barranco.
Dois ocupantes do automóvel morreram ainda no local do acidente.

Do G1 MA
Veículo ficou destruído após choque e capotagem (Foto: Divulgação/PRF-MA)Veículo ficou destruído após choque e capotagem (Foto: Divulgação/PRF-MA)
Uma colisão frontal resultou na morte de duas pessoas de um mesmo veículo no Km 342 da BR-010, em Açailândia (MA), na noite desse domingo (24). Depois de chocar-se contra um caminhão-baú, o carro de passeio modelo desceu um barranco e capotou com os dois ocupantes do automóvel.
O motorista Francisco Barbosa de Sousa e passageira, não identificada, morreram ainda no local do acidente.
Segundo a Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao todo foram quatro acidentes registrados nas últimas horas, sendo dois com feridos e apenas o da BR-010 com registro de mortes.
Segundo a PRF, é possível que o motorista do caminhão – que saiu ileso do acidente – tenha dormido ao volante.
Acidente aconteceu no Km 448 da BR 222 (Foto: Divulgação/PRF-MA)Acidente aconteceu no Km 448 da BR 222 (Foto: Divulgação/PRF-MA)

domingo, 24 de julho de 2016

Vestibular da Uema oferece curso de Engenharia Civil em Açailândia

Vestibular da Uema oferece curso de Engenharia Civil em Açailândia
As oportunidades serão preenchidas por meio do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior e as aulas terão início no segundo semestre de 2017.

 24/07/2016 às 13h20 - Redação ImperaNews
O campus da Açailândia ofertará 190 vagas em cursos superiores, através do Paes 2017. (Foto: Reprodução/Internet)
AÇAILÂNDIA - As inscrições para o vestibular da Universidade Federal do Maranhão (Uema) inicia nesta segunda-feira (25) e traz novidade para estudantes da Região Tocantins. O campus da Uema em Açailândia terá oferta de 40 vagas para o curso de Engenharia Civil Bacharelado (diurno). As oportunidades para este curso serão preenchidas por meio do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (Paes 2017) e as aulas terão início no segundo semestre de 2017.

O Curso de Engenharia Civil é um dos cursos mais antigos da Uema. Apresenta-se como o ramo da engenharia responsável pelo projeto de construção de obras como casas, edifícios, pontes, túneis, viadutos e estradas. O currículo pleno abrange conteúdo de cálculo estrutural, materiais de construção, hidráulica, geotécnica, saneamento, transporte e construção civil.
O profissional de Engenharia Civil pode exercer atividades de engenheiro de obras, engenheiro de fiscalização e engenheiro projetista. Essas habilitações também podem estar vinculadas ao ensino e ao desenvolvimento em pesquisas. O campo de atuação desses profissionais abrange empresas de consultoria, de projetos, empreiteiras, órgãos governamentais, instituições de ensino e pesquisa, empresas públicas, privadas e de economia mista.

Paes 2017
Por meio do vestibular, a Uema de Açailândia ofertará, também, outras 150 vagas, sendo 60 para o curso Letras Licenciatura em Língua Portuguesa (vespertino e noturno), 60 vagas para Administração Bacharelado (vespertino e noturno) e 30 vagas para o curso de Tecnologia em Gestão Ambiental (noturno).

Em Imperatriz, 470 vagas serão oferecidas, nos cursos de História (40), Geografia (40), Administração (70), Pedagogia (40), Matemática (30), Ciências Biológicas (30), Química (30), Agronomia (30), Engenharia Florestal (30), Medicina Veterinária (30), Física (30), Letras Língua Portuguesa (35) e Letras Língua Inglesa (35).
Mais informações sobre o vestibular da Uema podem ser obtidas no edital do Paes 2017.
fonte: http://www.imperanews.com.br

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Ibama apreende 3.500 m³ de toras de madeira ilegal no sudeste do Pará

A operação agiu nos municípios de Ulianópolis e Rondon do Pará.
A quantidade apreendida equivale a 175 caminhões carregados.

Do G1 PA;
Madeiras ilegais são retiradas de área de reserva indígena, segundo apurou o Ibama (Foto: Assessoria/Ibama/Divulgação) 
 
Madeiras ilegais são retiradas de área de reserva indígena, segundo apurou o Ibama (Foto: Assessoria/Ibama/Divulgação)
O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) apreendeu 3.500 metros cúbicos de toras de madeira ilegal em uma operação realizada no sudeste do Pará. A suspeita é que a madeira teria sido retirada ilegalmente de terras indígenas.
Com o nome de operação Malha Verde, fiscais do Ibama multaram e embargaram uma madeireira que usava documentação falsa para justificar a origem da madeira transportada pelo estado. A suspeita é de que a matéria prima tenha sido retirada ilegalmente de terras indígenas em Ulianópolis.
Durante a operação, os fiscais também multaram e embargaram duas fazendas em Rondon do Pará, após flagrarem o desmatamento de cerca de 300 hectares de floresta. As arvores teriam sido derrubadas para dar lugar a plantação de soja. Três tratores, dois caminhões e duas motosserras foram apreendidos.
A quantidade de madeira apreendida na operação Malha Verde equivale a 175 caminhões carregados. Segundo o órgão de defesa ao meio ambiente, a fiscalização continua na região.

Polícia de Açailândia combate fabricação de armas caseiras

Seis pessoas já foram presas no município.
Operação Bate Bucha ficou concentrada no povoado Marreco.

Do G1 MA,
Em Açailândia, a polícia intensificou as ações de combate à fabricação e comercialização ilegal de armas de fogo e munições. Seis pessoas já foram presas. A operação está sendo realizada em oito municípios que fazem parte da Regional da Polícia Civil em Açailândia. Ela foi deflagrada depois do aumento de crimes com armas de fabricação caseira.
A terceira fase da Operação Bate Bucha ficou concentrada no povoado Marreco, na Zona Rural do município de Vila Novas dos Martírios, a 567 km de São Luís. A fiscalização em três pontos comerciais resultou na apreensão uma grande quantidade de munições e uma arma de fogo.
“Houve a constatação nos últimos meses de que grande parte dos homicídios na Zona Rural da Delegacia Regional de Açailândia ocorre com um único instrumento, essas espingardas de fabricação caseira. Tanto a cartucheira como a chamada ‘por fora’ e isso levantou a atenção da polícia, até para combater a forma como esses cidadãos e também os criminosos têm adquirido munição e armas”, explicou o delegado Murilo Lapenda.

Nas outras duas fases da operação, seis pessoas foram presas. Três eram fabricantes de armas e três empresários que comercializavam as armas. Também foram apreendidas várias caixas com diversos tipos de munição em seus estabelecimentos. Os empresários foram notificados por venda ilegal de munições.

“A primeira foi feita em Bom Jesus das Selvas, o segundo alvo da operação que motivou não só a venda ilegal de munições, mas também a venda irregular de armas, e a recarga irregular dessas munições, ocorreu em São Pedro da Água Branca. Essa facilidade na aquisição tanto dos instrumentos como da munição, o que facilita eventuais crimes que são cometidos por indivíduaos de má índole”, finalizou o delegado Murilo Lapenda.
Fiscalização em três pontos comerciais de Açailândia resultou na apreensão uma grande quantidade de munições e uma arma de fogo (Foto: Reprodução/TV Mirante)Fiscalização em três pontos comerciais de Açailândia resultou na apreensão uma grande quantidade de munições e uma arma de fogo (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Açailândia é a 3ª cidade do MA com maiores casos de febre Chikungunya

Febre Chikungunya foi apontada como causa de quatro mortes registradas no MA entre janeiro a julho deste ano (Foto: Reprodução/TV Mirante)


Apesar das chuvas terem diminuído já passa de 5.878 casos no estado.
Relatório foi divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Um relatório divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) revelou que o município de Açailândia, a 600 km de São Luís, encontra-se em uma situação preocupante. Segundo os dados, a cidade é a 3° no ranking das 10 cidades com maiores índices de registros de casos da febre Chikungunya.
Mutirões foram realizados em vários bairros. A população foi convidada a redobrar a prevenção e até o Exército reforçou o pedido aos moradores de casa em casa. Mesmo assim, os postos de saúde e hospitais da região estão lotados de pacientes com sintomas da Dengue, Zika e Chikungunya.
O instrutor de educação física Anderson Pereira foi uma das pessoas que adquiriu febre Chikungunya. Já passa de quatro meses e os sinais da Chikungunya continuam dificultando a sua vida. “Peguei Chikungunya. Tem mais de quatro meses e ainda sinto os sintomas como dor no corpo, principalmente, na junta”, contou.
Segundo o relatório, os altos índices de casos por infestação de Chikungunya identificados em 53 municípios do estado mostram que entre as 10 cidades no ranking de proliferação da doença, Açailândia ocupou o 3° lugar em dados alarmantes ficando apenas atrás de São Luís e Barra do Corda.
A febre Chikungunya foi apontada como causa de quatro mortes registradas no Maranhão entre os meses de janeiro a julho. As mortes ocorreram em Barra do Corda e na capital. Apesar das chuvas terem diminuído já foram registrados de 5.878 casos confirmados da doença em todo o estado. Portanto, é imprescindível que a população não se descuide das medidas de prevenção.
A agente de endemias Eleizete Lima explicou que a melhor maneira de combater o mosquito é sempre ficar atento aos locais que possam servir de criadouro para o Aedes aegypti. Ela acrescenta que se todos fizerem sua parte poderemos combater o causador da Chikungunya, Dengue e do próprio Zika vírus.
“A melhor maneira de combater ele [Mosquito] é cuidando do nosso lixo, cuidando do quintal, das calhas, da caixa d’água para que ele não venha se desenvolver ali. Então, cada um fazendo sua parte, com certeza a gente vai conseguir combater esse mosquito”, finalizou a agente de endemias.

 

Produção de minério de ferro da Vale cai por decisões estratégicas

Empresa, por exemplo, paralisou fornecimento do produto à Samarco.
Já em relação ao 1º trimestre, produção do último período foi 12% maior.

A mineradora Vale produziu 86,823 milhões de toneladas de minério de ferro no segundo trimestre do ano, um recuo de 2,8% ante o mesmo período de 2015, informou a brasileira nesta quinta-feira (21) em seu relatório de produção.
Pátio de minério da Vale, no complexo de Tubarão, espírito santo (Foto: Arquivo/ A Gazeta) 

Pátio de minério da Vale, no complexo de Tubarão, Espírito Santo (Foto: Arquivo/ A Gazeta)
A queda ocorreu devido à decisão estratégica de reduzir marginalmente a produção de operações com menor margem e a outras ações, como a paralisação de fornecimento da commodity à Samarco, sua joint venture com a anglo-australiana BHP Billiton.
saiba mais
A Vale confirmou ainda, no documento, que a produção da empresa aponta para uma produção anual no limite inferior da faixa das estimativas originais da companhia.
"Baseados no mesmo critério de otimização de margens, a produção no primeiro semestre de 2016 e o plano para o restante de 2016, ajustado para sazonalidade, indicam uma produção anual no limite inferior da faixa do guidance original de 340-350 milhões de toneladas para 2016", informou a companhia.
Já em relação ao primeiro trimestre do ano, a produção do último período foi 12% maior, devido à sazonalidade e à melhor produtividade no Sistema Norte, disse a Vale.
A produção de Carajás atingiu novo recorde para um segundo trimestre de 36,5 milhões de toneladas no segundo trimestre, alta de 15,5%  ante o mesmo período de 2015.

Consignados com FGTS terão teto de juros do INSS

Taxa máxima para aposentado é de 2,34% ao ano. Conselho definirá condições

O Dia
Segundo Moura Neto, decisão sobre operações só deve sair em setembro
O trabalhador demitido sem justa causa que usar o FGTS como garantia em empréstimos consignados deve ter juros máximos semelhantes aos cobrados de aposentados e pensionistas do INSS. O teto para essas operações de segurados da Previdência é de 2,34% ao mês. O Conselho Curador do fundo, formado por representantes do governo, trabalhadores e patrões, definirá as condições do empréstimo, ou seja, taxas mensais e o número máximo de parcelas cobradas. Para aposentados, o prazo máximo para pagamento é de 72 meses.
Segundo o coordenador-geral do FGTS no Ministério do Trabalho, Bolivar Moura Neto, a decisão sobre as características dessas operações só deve sair em setembro. Pela Lei 13.313 sancionada pelo governo, os trabalhadores dispensados vão poder usar a multa de 40% do FGTS e 10% do saldo da conta vinculada para pagar o crédito consignado.
Mas o empregado que queira usar a modalidade como garantia para um empréstimo consignado ainda não vai encontrar essa opção no mercado porque o sistema que permitiria aos bancos criar a linha não foi desenvolvido pela Caixa Econômica Federal. Conforme a Agência Estadão Conteúdo, a Caixa ainda vai levar pelo menos mais dois meses para tirar do papel o uso do fundo como garantia para ter empréstimo consignado.
O banco informou que, nas próximas semanas, vai começar as “tratativas no âmbito técnico”, inclusive sobre a formatação do modelo operacional. Só então poderá estimar o prazo necessário para o desenvolvimento e implantação do novo serviço. “A Caixa destaca que já tem desenvolvido estudos e adotado medidas internas que independem da formatação do respectivo modelo operacional, de modo a favorecer a implantação mais qualificada desse novo processo”, explicou a instituição.
De acordo com Moura Neto, o conselho curador só quer bater o martelo sobre a taxa quando for possível que os trabalhadores contratem a operação no dia seguinte, o que depende da Caixa.
Menos verbas para habitação

O setor de habitação terá menos recursos do FGTS no ano que vem. Segundo o secretário-executivo do Conselho Curador do fundo, Bolivar Moura Neto, os subsídios para habitação a fundo perdido, como os que são destinados ao programa Minha Casa, Minha Vida, deverão ficar abaixo do que foi liberado este ano. Em 2016, a previsão é que o FGTS libere R$ 13 bilhões para subsidiar a área.
O secretário disse não acreditar que os volumes de recursos sejam os mesmos em 2017. As prioridades ainda serão definidas para o próximo ano. Em 2015, pela primeira vez, o FGTS colocou dinheiro a fundo perdido para bancar a construção das moradias da faixa 1 do Minha Casa Minha Vida, que beneficia famílias com renda de até R$ 1,8 mil. Ao todo, foram repassados R$3,3 bilhões no ano passado. A utilização dos recursos do fundo se restringia a financiar, com descontos e juros mais baixos, as moradias das faixas 2 e 3 do programa.

Sonda Kepler encontrou dois planetas que podem conter vida

Uma equipe internacional de cientistas usando o telescópio Kepler, da NASA, acaba de anunciar a descoberta de mais de 100 exoplanetas.

Publicado em 21.07.2016
sonda dois planetas
Uma equipe internacional de cientistas usando o telescópio Kepler, da NASA, acaba de anunciar a descoberta de mais de 100 exoplanetas.
Entre os novos mundos, um sistema com quatro planetas a cerca de 181 anos-luz de distância possui dois que os cientistas dizem que têm uma boa chance de suportar a vida.

Os planetas

K2-72 é uma estrela anã vermelha orbitada por quatro planetas, na direção da constelação de Aquário.
Os pesquisadores sugerem que todos esses quatro mundos podem ser rochosos. Enquanto eles orbitam sua estrela hospedeira muito de perto, a frieza relativa da K2-72 significa dois deles podem ser habitáveis.


Eles passam mais próximos de K2-72 do que Mercúrio do nosso sol, mas a anã vermelha é relativamente fraca, de forma que sua zona habitável não chega tão longe. Devido a isso, dois dos planetas caem dentro do limite favorável à vida, com níveis de irradiação da estrela comparáveis aos encontrados na Terra, oferecendo condições que sustentam a existência de água líquida em sua superfície.
Todos os planetas em torno da K2-72 possuem um diâmetro entre 20 a 50% maior que o da Terra.

Novos achados

A descoberta dos mundos em volta da K2-72 é apenas uma entre um grupo grande de novos exoplanetas identificados por uma equipe de pesquisadores liderada pela Universidade do Arizona, nos EUA.
Os cientistas usaram o Kepler para encontrar 197 candidatos a planetas, dos quais 104 foram confirmados.
O que é mais notável sobre as últimas descobertas é que essas identificações foram resultado de um acidente. Em 2012, o observatório espacial começou a funcionar mal, o que impediu o telescópio de se estabilizar em direção a uma determinada parcela do céu em sua missão original.
 
Felizmente, os engenheiros da NASA fizeram uma correção engenhosa para o problema, calculando que os fótons do sol seriam capazes de ajudar a estabilizar o telescópio para a sua nova missão K2, observando uma parte mais ampla do céu dentro do plano da eclíptica, dando-lhe uma maior margem de manobra para detectar estrelas, incluindo as mais fracas do tipo anã vermelha, como a K2-72.

No futuro

A nova missão, além de aumentar significativamente o número de estrelas que podemos estudar, também nos permite descobrir mais sobre o tipo mais comum de estrelas na Via Láctea, o que nos dará uma maior compreensão dos tipos de sistemas exoplanetários mais frequentemente encontrados em toda a galáxia.
“Kepler mostrou fortes sinais de que há uma abundância de exoplanetas, especialmente planetas bem pequenos em torno destas estrelas mais frias”, disse o astrônomo Ian Crossfield, da Universidade do Arizona, ao jornal Los Angeles Times. “Isso é muito emocionante porque estas estrelas anãs vermelhas superam drasticamente estrelas como o nosso sol”.
Os pesquisadores agora estão ansiosos para estudar mais estes mundos, o que pode criar alguns candidatos muito interessantes para observações de acompanhamento feitas pelo telescópio espacial James Webb, que pode dar informações valiosas, por exemplo, sobre as atmosferas desses planetas potencialmente habitáveis.

Uma equipe internacional de cientistas usando o telescópio Kepler, da NASA, acaba de anunciar a descoberta de mais de 100 exoplanetas.

Sonda Kepler encontrou dois planetas que podem conter vida

Publicado em 21.07.2016
sonda dois planetas
Uma equipe internacional de cientistas usando o telescópio Kepler, da NASA, acaba de anunciar a descoberta de mais de 100 exoplanetas.
Entre os novos mundos, um sistema com quatro planetas a cerca de 181 anos-luz de distância possui dois que os cientistas dizem que têm uma boa chance de suportar a vida.

Os planetas

K2-72 é uma estrela anã vermelha orbitada por quatro planetas, na direção da constelação de Aquário.
Os pesquisadores sugerem que todos esses quatro mundos podem ser rochosos. Enquanto eles orbitam sua estrela hospedeira muito de perto, a frieza relativa da K2-72 significa dois deles podem ser habitáveis.


Eles passam mais próximos de K2-72 do que Mercúrio do nosso sol, mas a anã vermelha é relativamente fraca, de forma que sua zona habitável não chega tão longe. Devido a isso, dois dos planetas caem dentro do limite favorável à vida, com níveis de irradiação da estrela comparáveis aos encontrados na Terra, oferecendo condições que sustentam a existência de água líquida em sua superfície.
Todos os planetas em torno da K2-72 possuem um diâmetro entre 20 a 50% maior que o da Terra.

Novos achados

A descoberta dos mundos em volta da K2-72 é apenas uma entre um grupo grande de novos exoplanetas identificados por uma equipe de pesquisadores liderada pela Universidade do Arizona, nos EUA.
Os cientistas usaram o Kepler para encontrar 197 candidatos a planetas, dos quais 104 foram confirmados.
O que é mais notável sobre as últimas descobertas é que essas identificações foram resultado de um acidente. Em 2012, o observatório espacial começou a funcionar mal, o que impediu o telescópio de se estabilizar em direção a uma determinada parcela do céu em sua missão original.
 
Felizmente, os engenheiros da NASA fizeram uma correção engenhosa para o problema, calculando que os fótons do sol seriam capazes de ajudar a estabilizar o telescópio para a sua nova missão K2, observando uma parte mais ampla do céu dentro do plano da eclíptica, dando-lhe uma maior margem de manobra para detectar estrelas, incluindo as mais fracas do tipo anã vermelha, como a K2-72.

No futuro

A nova missão, além de aumentar significativamente o número de estrelas que podemos estudar, também nos permite descobrir mais sobre o tipo mais comum de estrelas na Via Láctea, o que nos dará uma maior compreensão dos tipos de sistemas exoplanetários mais frequentemente encontrados em toda a galáxia.
“Kepler mostrou fortes sinais de que há uma abundância de exoplanetas, especialmente planetas bem pequenos em torno destas estrelas mais frias”, disse o astrônomo Ian Crossfield, da Universidade do Arizona, ao jornal Los Angeles Times. “Isso é muito emocionante porque estas estrelas anãs vermelhas superam drasticamente estrelas como o nosso sol”.
Os pesquisadores agora estão ansiosos para estudar mais estes mundos, o que pode criar alguns candidatos muito interessantes para observações de acompanhamento feitas pelo telescópio espacial James Webb, que pode dar informações valiosas, por exemplo, sobre as atmosferas desses planetas potencialmente habitáveis.

Silvio Santos x Suposta Filha, Suposta Filha acusa Silvio Santos de Sabotagem em Exame de DNA

silviosantosfilha

Suposta filha acusa Silvio Santos de ter forjado resultado do DNA

…E a história sobre a última “suposta” filha de Silvio Santos parece não ter fim. Após ambos terem feito o exame de DNA, que deu negativo, Cássia Schmith Pavan Vitullo agora acusa o apresentador de ter forjado o tal exame.
Ao site “Famosidades”, a cozinheira, de 59 anos, que também é ex-camelô, afirmou: “Sabe o que é? O laboratório onde foi feito o exame foi escolhido por ele. Ele trouxe de Minas [Gerais]”. Apesar de todo esse “auê”, ela comenta que não quer herdar nada do dono do SBT:  “Não guardo mágoa, não. O que eu queria era dar um abraço no meu pai. E consegui”.

terça-feira, 19 de julho de 2016

Mundo tem 2,5 milhões de novos casos de HIV por ano, diz estudo

Número de novas infecções se mantém estável em cenário preocupante.
Hoje, existem cerca de 38,8 milhões de pessoas vivendo com HIV.

 Ativista segura um cartaz pedindo tratamento para todos com HIV  (Foto: Matthew Kay/AFP) Ativista segura um cartaz pedindo tratamento para todos com HIV (Foto: Matthew Kay/AFP)
Cerca de 2,5 milhões de pessoas ainda estão se infectando por HIV todos os anos, enquanto as novas drogas têm reduzido a taxa de mortalidade relacionada ao vírus e os soropositivos têm vivido cada vez mais. A conclusão é de um estudo global publicado nesta terça-feira (19) pela revista "The Lancet HIV".
O número de novas infecções estacionou nos últimos 10 anos depois de uma queda drástica após o pico registrado em 1997, quando 3,3 milhões de pessoas foram infectadas.
O estudo foi publicado em meio à Conferência Internacional de Aids, em curso em Durban, na África do Sul. O relatório fala em um "cenário preocupante de progresso lento na redução de novas infecções por HIV", segundo o autor principal do estudo, Haidong Wang, do Instituto de Métrica e Avaliação (IHME) da Universidade de Washington, em Seattle.
A situação pode ser agravada por causa da estagnação dos fundos para programas de HIV e Aids. "Portanto, um aumento drástico dos esforços de governos e agências internacionais será necessário para atender a demanda de estimados US$ 36 bilhões todos os anos para realizar o objetivo de acabar com a Aids até 2030", disse o diretor do IHME Christopher Murray em uma nota.
Nos últimos 15 anos, os países contribuíram com US$ 110 bilhões para programas de HIV e Aids.
Hoje, existem cerca de 38,8 milhões de pessoas vivendo com HIV. Em 2000, avia 28 milhões de pessoas com o vírus. As mortes anuais por Aids caíram de um pico de 1,8 milhão em 2005 para 1,2 milhão em 2015.
Relatório da Unaids
Na semana passada, a Unaids, programa conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, tinha divulgado um relatório sobre o tema e alertado que a redução de novas infecções por HIV em adultos tem estagnado.
Segundo o relatório da Unaids, na maioria das regiões, não houve progresso entre 2010 e 2015. No Leste Europeu e Ásia Central, por exemplo, o número de novas infecções entre adultos cresceu 57% no período. O Caribe registrou um aumento de 9%; já o Oriente Médio e o norte da África viram um aumento de 4%. Na América Latina, o crescimento nesse período foi de 2%.
Nos últimos cinco anos, houve apenas discretos declínios de novos casos na Europa Ocidental e Central, na América do Norte e na África Central e Ocidental.
O diretor-executivo da Unaids, Michel Sidibé, observou que o alarme está tocando. "O poder de prevenção não está sendo realizado. Se houver um novo aumento de novas infecções por HIV agora, a epidemia vai se tornar impossível de controlar. O mundo precisa tomar medidas urgentes e imediatas para acabar com a lacuna na prevenção."

Cadê pokémon? Jogadores iniciam campanha para ver Pokémon Go no Brasil

Não há dúvidas de que Pokémon Go é a nova maquininha de dinheiro da Nintendo – afinal, o título fez as ações da companhia subirem US$ 7,5 bilhões em apenas dois dias. E não é preciso pensar muito para perceber que o título é um tremendo sucesso, e tamanha popularidade fez com que a casa de Mario e a Niantic, produtora do game, o disponibilizasse gradativamente ao redor do globo. O Brasil ainda não está na lista dos que se divertem com a novidade, e por isso os jogadores estão se organizando para fazer um pouco de pressão e mudar esse cenário.
Como a Niantic possui alguns títulos disponíveis na Goole Play Store, diversas pessoas decidiram usar o espaço destinado às avaliações para deixar mensagens pedindo para que a empresa disponibilize seu jogo por aqui o quanto antes. A seguir, você pode ver algumas mensagens que estão na página destinada ao game Ingress:
Queremos Pokémon Go no Brasil!
Publicidade
Além de Ingress, a página de Field Trip também foi invadida por comentários de jogadores brasileiros que aguardam ansiosamente a oportunidade de sair por aí caçando criaturas como Pikachu, Squirtle, Zubat, Snorlax e muitos outros bichinhos. Confira algumas das manifestações que estão na área reservada ao outro título da Niantic:
Já disse que queremos Pokémon Go no Brasil? Ótimo, era apenas para confirmar
Até o momento, ainda não há uma data específica para que Pokémon Go chegue em terras tupiniquins. Incialmente, a ideia era que o título estivesse na América do Sul até o final de julho, mas há chances de que o título demore até dois meses para aparecer por aqui. Porém, acreditamos que muitos certamente estão torcendo para que essa informação se confirme e todos possam curtir o título a partir da próxima quinta-feira (21).

Febre mundial

Caso tenha se desconectado totalmente da internet nos últimos dias, eis aqui alguns detalhes referentes a Pokémon Go: além de já ter ultrapassado a marca de cinco milhões de download no Android, o novo game das criaturas de bolso também conseguiu o feito de se tornar mais popular que pornografia.
Há até relatos de que o sucesso de Pokémon Go pode levar a Legendary Pictures, que foi a responsável por “Warcraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos”, a produzir um filme live-action baseado no universo que popularizou Ash, Pikachu e outros personagens – porém, esses detalhes ainda não foram confirmados pela Nintendo, pela Niantic ou pela própria produtora de filmes.
Aliás, você pode ficar por dentro de tudo aquilo que está relacionado a Pokémon Go não apenas no TecMundo e no TecMundo Games, mas também na nossa página Elite Pokémon Go no Facebook. Clique aqui e não perca nenhum detalhe dessa nova febre mundial.

Abrafrigo faz alerta sobre possível crise no setor frigorífico

Segundo o sindicato, três fatores prejudicam o setor: enfraquecimento do consumo doméstico, desaceleração das exportações e o baixo preço pago pelo produto brasileiro no mercado internacional.
A Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) faz um alerta em comunicado sobre uma possível crise "sem precedentes" que pode provocar impacto no setor, em breve. Na nota, divulgada nesta segunda, dia 18, o sindicato cita três fatores de dificuldades que, segundo a Abrafrigo, historicamente não costumam andar juntos, mas que desta vez ocorreram ao mesmo tempo. As situações citadas pelo sindicato são o enfraquecimento do consumo doméstico de carne bovina, desaceleração das exportações e o baixo preço pago pelo produto brasileiro no mercado internacional. O presidente da associação, Péricles Salazar, afirma, na nota, que a situação atual "está muito próxima a de fechamento de unidades e desemprego, algo que não imaginamos que pudesse vir a ocorrer tão cedo".
Sobre a demanda doméstica, a Abrafrigo observa que o consumo no Brasil já chegou a 40 quilos/ano por habitante, mas hoje está em 32 quilos/habitante/ano. Em relação às exportações, a associação afirma que o mercado externo tem sido de difícil crescimento por causa da diminuição das importações de países como Rússia e a Venezuela, por causa da queda da cotação do petróleo.
Apesar de quedas pontuais nas exportações brasileiras, dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) mostram que os embarques totais de carne bovina, considerando in natura, industrializados, cortes salgados e miúdos, aumentaram 12% no primeiro semestre de 2016 ante igual período do ano passado, totalizando cerca de 736 mil toneladas. Em receita, a alta foi de 1,3%, alcançando US$ 2,8 bilhões.
A Abrafrigo pondera que o Brasil exporta somente 20% da carne bovina que produz e que há a perspectiva de crescimento de pelo menos 4,1%, para um total de 1,915 milhão de toneladas exportadas no acumulado deste ano, mas que este possível resultado acima do registrado em 2015, perde sua força em virtude do terceiro fator: baixos preços do produto no mercado internacional. A instituição comenta que os baixos preços pagos pelo produto brasileiro fizeram com que o valor da desvalorização do real perante o dólar "fosse anulado e mesmo as empresas exportadoras correm risco de prejuízo".
Canal Rural