.

.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Frente de Luta do Vereador Jarlis Adelino (PMN) em prol da empregabilidade em Açailândia e fortalecimento do comercio Local


Ver. Jarlis Adelino
A Nossa Luta Inicio-se em 15 de fevereiro em Açailândia, após confirmação da venda de ativos florestais da Queiroz Galvão.
Ainda em fevereiro, fizemos uma reunião na Associação Empresarial de Açailândia, onde apresentamos aos empresários o impacto que se daria com a venda dos ativos florestais da Queiroz Siderurgia a Empresa Suzano Papel e Celulose, em relação há desempregos e dificuldades que o município poderia vim a ter com essa negociação, também apresentamos a dificuldade da Aciaria Gusa Nordeste para concluir o projeto de fabricação de aço, que necessita concluir o setor de laminação que seria a fase 2 do projeto e o impacto no comercio local.
Açailândia foi pega de “surpresa” com a venda das florestas da Queiroz para a Suzano Papel e Celulose, um agravo no setor industrial de fabricação de ferro gusa que se estende a todo o comercio local e regional, com aproximadamente 2 mil demissões de forma direta, outro agravante preocupante é a demora para liberação de linha de credito para a conclusão do Projeto Aciaria da Gusa Nordeste, com esses problemas eminentes revolvemos mobilizar a classe profissional e empresarial no sentido de fazermos uma frente de luta para intervir nesses problemas.
Protocolo na FIEMA
Nesse sentido logo em seguida fomos a São Luís-MA em busca de apoio político, protocolamos a carta na FIEMA - Federação da Indústria do Maranhão, na Assembleia Legislativa um documento assinado Pelo Prefeito Municipal Juscelino Oliveira, Pelo Presidente da Câmara Municipal de Açailândia Ver. Ceará e por todos os vereadores, pelas entidades de representação profissional e patronal, entre elas SICAM e STIMA alem da própria ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE AÇAILÂNDIA, elaboramos um documento que solicita ao governo do Estado do Maranhão um apoio Institucional junto ao BNB Banco do Nordeste do Brasil, para Liberação da Linha de Credito no valor de R$ 100 milhões de reais para conclusão do projeto Aciaria Laminação, com o mesmo documento solicitamos aos deputados estaduais do Maranhão uma audiência publica para tratar do desemprego e frente tarefa desse problema relacionado a crise no setor siderúrgico de Açailândia.
Presidente do STIMA Brito durante audiência publica em Açailândia
O Deputado Estadual Eduardo Braide foi o autor do requerimento que solicitou a referida audiência publica o Deputado Estadual Sergio Vieira, logo após assumir a vaga de deputado reforçou o requerimento de Braide, a audiência publica foi realizada na sede da Câmara Municipal de Vereadores de Açailândia no dia 19 de março do corrente ano. A Carta solicitando apoio também foi entregue ao Governador do Estado do Maranhão Flavio Dino, através da Secretaria de Indústria e Comércio.
Com a mesma finalidade de empregabilidade fomos a Brasília-DF estive acompanhado pelo presidente do SICAM Claudio Queiroz e Pelo Presidente do STIMA Brito, onde apresentamos uma nova carta denominada carda alerta com o titulo ASSIM NÃO VALE, protocolamos a referida carta no Ministério de Minas e Energia, CADE Conselho Administrativo de Defesa Econômico, OAB/Nacional, Câmara Federal/Bancada Maranhense, Senado Federal/Bancada Maranhense, onde pedimos o apoio dos parlamentares.
Vereadores Heliomar e Jarlis Adelino
No dia 18 de maio do corrente ano fui na Sede Mundial da MINERADORA VALE, que fica no estado do Rio de Janeiro, nessa oportunidade estava acompanhado do Vereador Heliomar para protocolarmos junto a VALE a denuncia que apontamos no caso do acordo entre VALE, Governo do Pará e CIVETAL uma empresa estrangeira, onde o acordo aponta favorecimentos da VALE em relação ao fornecimento de minério de ferro e logística, que se confirmado prejudicará de forma direta as indústrias do Maranhão.


Brito presidente do STIMA, Senador Roberto Rocha e o Vereador Jarlis Adelino
 



Deliberações de todo o Trabalho.
  • O Governo Estadual se reuniu com diretores do BNB em fortaleza, na tentativa da liberação da linha de credito para conclusão do projeto Aciaria Laminação.
  • Conseguimos realizar uma audiência publica no município com representantes da VALE, Entidades de Classe e Deputados, Vereadores e Prefeito Municipal;
  • Prefeitura Municipal apresentou projeto de Lei para redução de Imposto de ISS de 4% para 2%, com apoio da Câmara de Vereadores em relação a prestação de serviços realizados na Aciaria;
  • Deputados Federais prometem promover uma audiência publica em Brasília-DF nos próximos dias;
  • Senador Roberto Rocha, marca reunião em caráter de audiência para imperatriz com os atores envolvidos na linha de produção de ferro gusa e comercio de forma em geral, para o próximo dia 14 de junho (local e horário a confirmar);
  • Vereadores Jarlis Adelino e Heliomar Protocolaram carta de alerta na Sede da VALE, e solicitaram explicações sobre o caso CIVETAL e pediram paridade para todas as empresas do corredor Grande Carajás;
  • Será criada uma frente parlamentar, de entidades, bem como de vereadores de Açailândia que irá ate Brasília-DF solicitar agilidade nas demandas apresentas pela Carta de Alerta ASSIM NÃO VALE, proposta apresentada durante audiência publica;
  • O Vereador Jarlis Adelino irá até o Município de Teixeira de Freitas no Estado da Bahia no próximo dia 24, para ver de perto o manejo da madeira que sobra da linha de produção do papel e celulose que é transformada em carvão vegetal, gerando emprego e renda, com a transformação da lenha em carvão vegetal, utilizado na produção de ferro gusa de usinas da região de Minas Gerais.
O JORNAL DO MARANHÃO deu destaque a essa luta com uma pagina inteira, que mostra a realidade atual do setor e a luta do Vereador Jarlis Adelino


Agradeço a Câmara Municipal de Açailândia, as Entidades de Classe e a população em Geral que tem nós dado total apoio, agradeço aos parlamentares e secretários, que ao longo dessa luta tem nós ouvido e se sensibilizado conosco.
  A Luta Continua...
Por: Vereador Jarlis Adelino PMN.

Semana de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes mobiliza a população de Açailândia


Com abertura realizada no auditório da Câmara Municipal de Açailândia, na última quarta-feira (17), a Semana Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, que acompanha o calendário da Campanha Nacional do 18 de maio de 2017, que marca o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, contou com a presença de representantes do poderes públicos municipais, da promotoria da infância e juventude, Fórum DCA, Conselho Tutelar, além de outras entidades
Em Açailândia, a organização do evento é de responsabilidade do “Grupo de Monitoramento do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes”, coordenado pelo CREAS - Centro de Referência Especializado de Assistência Social, que tem como titular a ex-vereadora Rosáurea Oliveira Ferraz e o COMUCAA/Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Açailândia-Maranhão, presidido pela assistente social Ângela Márcia Lima Silva, órgão submissos à Secretaria de Assistência Social de Açailândia.
Baseado no tema: “Ele tentou e dessa vez contei para minha mãe”, durante a abertura as autoridades presentes defenderam a pauta do evento em favor das crianças e fortalecendo as campanhas de combate à exploração, uma vez que a campanha tem como finalidade a prevenção e o enfrentamento da violência sexual em todo o país, com ênfase na autoproteção de crianças e adolescentes.

A semana municipal de enfrentamento visa divulgar a temática através dos meios de comunicação, objetivando buscar o envolvimento de novos parceiros com a perspectiva de sensibilizar e ao mesmo tempo alertar as crianças, adolescentes, famílias, comunidades e sociedade para a necessidade de instituir a cultura da proteção para as próprias crianças e adolescentes que são as principais vítimas desse tipo de violência.
Nesta quinta-feira (18), a programação conta com manifestações pelas principais ruas de Açailândia seguida de panfletagem, bem como ações na Praça do Patizal, na Vila Ildemar. Este ano a campanha teve a presença e o empenho dos servidores da Secretaria de Assistência Social e outros setores.


O prefeito Juscelino Oliveira que estava cumprindo outro compromisso, se fez representado pelo Assessor de Comunicação Wilton Lima, ocasião em nome do prefeito colocou a instituição Prefeitura à disposição para o que for necessário no que diz respeito ao combate à violência contra as crianças e adolescentes do município.

Fonte: http://www.wiltonlima.com.br/

Vereadores Jarlis Adelino e Heliomar vão a Vale do Rio de Janeiro na luta por combate ao desemprego em Açailândia



vereadores Heliomar e Jarlis Adelino
Preocupados com o cenário econômico do município de Açailândia, que tem atualmente centenas de pais de família desempregados, os vereadores Heliomar e Jarlis Adelino não mediram esforços, e com recursos próprios, estiveram na sede da Vale no Rio de Janeiro onde informaram oficialmente a empresa da fragilidade na economia do município e buscaram alternativas para combater o desemprego. 

Ocorre que tem causado temor nos trabalhadores o noticiário de que as siderúrgicas do município estão ameaçadas. Um fato preocupante é a possível venda da Viena. Ocorre que em 11 de março de 2016 o Governo do Estado do Pará e a empresa Cevital Groupe assinaram um protocolo de intenções que previa a implantação da siderúrgica em Marabá, no Sudeste paraense, o que já está ocorrendo.

O que pode "matar" as siderúrgicas de Açailândia é o privilégio que tem sido concedido a empresa Cevital pela Vale. Somente com vistas à construção da siderúrgica, segundo levantamento do Blog do Maicon Sousa, a Vale investiu cerca de US$ 300 milhões em estudos e projetos técnicos, desenvolvimento de engenharia no processo de licenciamento e na compra do terreno. Tudo isso cedido pela a Vale sem ônus a Cevital.

O contrato prevê o fornecimento de minério de ferro pela Vale com preços mais competitivos para a Cevital, viabilizando economicamente a fábrica, com redução do custo de produção. A Vale pretende ainda construir um ramal ligando a área da Cevital à Estrada de Ferro Carajás, reduzindo custos de infraestrutura para a siderúrgica.

Com esse tratamento diferenciado, a Vale desestabiliza a cadeia, e pode trazer o caos do aumento do desemprego com o fechamento de mais postos de emprego em Açailândia. O objetivo dos vereadores Heliomar e Jarlis Adelino é conseguir com que a Vale coloque o setor siderúrgico no mesmo patamar do tratamento concedido ao Pará, ou todos operarem nas mesmas condições. 

Assinaturas dos prefeitos da região, que são contra a diferença de tratamento da Vale, foram recolhidas pelo Vereador Heliomar em São Luis durante evento do Comefec e entregue na sede da Vale no Rio de Janeiro, na sede nacional. Levantamento detalhado também dos impactos foram anexados [momento não pôde ser registrado, por ser área interna da empresa e normas de segurança]. Em contra partida o Vereador Jarlis Adelino já se encontrou com o ex-senador José Sarney onde lhe solicitou ajuda para rever a questão. 

Na última sexta feira uma audiência pública foi realizada na Câmara Municipal de Açailândia, onde o assunto foi discutido. A discussão do tema com participação de deputados do Estado, se deu por articulação do vereador Jarlis Adelino junto ao Deputado Estadual Eduardo Braide. 

A ausência dos vereadores que no dia se encontravam no Rio de Janeiro marcou o evento, pois eram os dois vereadores com mais propriedade para falar sobre o assunto sem fazer politicagem. Acabou que a audiência não teve o destaque que merecia.

Jornal do Maranhão destaca Crise do Setor Siderurgico no Maranhão

Quero parabenizar o Jornal do Maranhão através de sua diretoria, pela edição das matérias vinculadas no jornal dessa semana, que mostra a nossa luta e as dificuldades que o setor siderúrgico do Maranhão está passando, bem como os trabalhadores e todo o comércio local. 
Ainda essa semana, irei ao estado da Bahia no município de Teixeira de Freitas que fica no sul do estado, para ver de perto todo o manejo feito pela cooperativa, município e empresa de papel celulose na fabricação de carvão com madeiras de sobra de produção da fabrica de celulose onde gera centenas de empregos e renda, o carvão lá é utilizado na cadeia produtiva do ferro gusa. Temos que buscar alternativas para que o setor siderúrgico de Açailândia tenha condições de produzir. A revitalização do pólo siderúrgico sem duvida será a revitalização econômica do nosso município, a Suzano pode ser fornecedora de matéria prima para a produção de carvão para as siderúrgicas, fomentando novas frentes de trabalho..... trabalhamos assim, mostrando alternativas, disse o Ver. Jarlis Adelino.
Esq. Brito Presidente do STIMA, Senador Roberto Rocha e o Vereador Jarlis Adelino; Foto da Dir. Brito, Claudio Queiroz Presidente do SICAM, Ex. Presidente José Sarney e Vereador Jarlis Adelino

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Palmeiras emite nota oficial contra decisão da Conmebol: "Beira o escárnio"

Diretoria do Verdão fica revoltada depois de saber das penas ao Peñarol e aos jogadores do time uruguaio e decide soltar comunicado de repúdio contra a entidade

As decisões da Conmebol sobre incidentes ocorridos na partida entre Peñarol e Palmeiras, em Montevidéu, revoltaram a diretoria alviverde. Nesta sexta-feira, após tomar conhecimento da punição imposta pela entidade ao clube uruguaio, o Verdão emitiu nota oficial, assinada pelo presidente Mauricio Galiotte, dizendo que a decisão "beira o escárnio" (veja abaixo na íntegra).
Por causa da confusão generalizada em campo após a vitória alviverde, o volante Felipe Melo acabou suspenso por seis partidas, mas os atletas Lucas Hernández, Nahitan Nandez e Matías Mier acabaram pegando um jogo a menos.
Na arquibancada, torcedores do Palmeiras e do Peñarol entraram em confronto após três bombas terem sido jogadas em direção ao setor destinado aos visitantes. Pela briga, o Verdão foi punido em três jogos sem poder contar com o apoio da sua torcida como visitante, enquanto os uruguaios terão de atuar com portões fechados uma vez, na última rodada contra o Jorge Wilstermann. 
O departamento jurídico do Palmeiras já está trabalhando no recurso das duas punições. Tanto a de Felipe Melo quanto a de não poder ter torcida nos jogos fora de casa. Essa última, em especial, preocupa por conta da possibilidade de um cruzamento com brasileiros nas próximas fases.
Na última quarta-feira, Alexandre Mattos já havia detonado a decisão da Conmebol. Na ocasião, o dirigente chegou a dizer que a punição era "revoltante" e em "desequilíbrio técnico" para os palmeirenses na competição a partir de agora.
Veja abaixo a íntegra da nota do Palmeiras:
Tendo em vista a definição e divulgação dos julgamentos da Conmebol sobre os incidentes relacionados à partida contra o Peñarol, a Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público esclarecer que:
1 – O sentimento é de total indignação e revolta com a falta de critério adotada pela Conmebol em relação às punições aplicadas para os dois clubes e seus atletas.
2 – Beira o escárnio o entendimento que o Peñarol, clube responsável pela segurança da partida e que não cumpriu com sua função, receba uma pena menor do que a do Palmeiras, cujo time e torcida foram vítimas de uma clara e evidente emboscada, além de outros crimes. Vale lembrar que, a despeito do clima tenso, a segurança feita no Allianz Parque por quase 600 profissionais foi capaz de zerar qualquer tipo de incidente no jogo de ida contra o Peñarol, ao contrário dos ínfimos e despreparados 60 seguranças particulares contratados pelo clube uruguaio para o jogo de volta.
3 – O Comitê Disciplinar da Conmebol, de maneira míope, preferiu apontar sua avaliação baseada nas consequências e não nas causas dos acontecimentos.
4 – O Palmeiras reitera o que tem afirmado desde o primeiro momento ainda no estádio em Montevidéu: o clube e seus jogadores são vítimas e não causadores dos incidentes após a partida. Provamos para a Conmebol, através de um vasto conjunto de vídeos, fotos e depoimentos, o que realmente aconteceu naquele jogo. Pelo resultado do julgamento, parece que critérios técnicos não foram levados em consideração, o que é completamente inadmissível e incoerente. É inaceitável que um atleta do Palmeiras seja punido por ter se defendido de uma tentativa clara de agressão e que sua torcida, que foi claramente acuada, agredida e alvo de manifestações racistas, seja impedida de acompanhar o time na competição.
5 – O Departamento Jurídico do Palmeiras está preparando recursos contestando as punições aplicadas ao jogador Felipe Melo e ao clube e os apresentará à Conmebol no início da própria semana.
6 – A Sociedade Esportiva Palmeiras vai buscar fazer justiça. O clube não admite outro posicionamento do Comitê Disciplinar da Conmebol que não seja a revisão de sua decisão e o julgamento do assunto levando em consideração apenas critérios técnicos.

Fiat Argo 2018 revela seus primeiros detalhes internos


fiat-argo-oficial-1 Fiat Argo 2018 revela seus primeiros detalhes internos
Dois dias após ter sido revelado através de primeiras imagens externas, o novo Fiat Argo 2018 deixou à mostra parte do seu interior em um vídeo divulgado na página da divisão argentina da marca no Facebook. O vídeo já foi retirado do ar, mas os mais “espertinhos” conseguiram captar imagens que mostram o painel do novo hatch compacto.
fiat-argo-2018-interior-video-4 Fiat Argo 2018 revela seus primeiros detalhes internos
Como dá para notar, as versões mais equipadas do novo Argo terão como destaque uma tela “flutuante” sensível ao toque do sistema multimídia, seguindo uma linha parecida com a dos Mercedes-Benz. Em algumas imagens, o recurso exibe o Android Auto, o que indica que o Fiat vai apostar em conectividade – deverá haver ainda o Apple CarPlay.
fiat-argo-2018-interior-video-1 Fiat Argo 2018 revela seus primeiros detalhes internos
Outro destaque fica por conta das três saídas de ar arredondadas no console central, além do painel de instrumentos com uma ampla tela TFT colorida no centro (herdado da Fiat Toro), ar-condicionado digital e volante multifuncional com botões iluminados.
fiat-argo-2018-interior-video-2 Fiat Argo 2018 revela seus primeiros detalhes internos
Ainda no painel, o Fiat Argo exibe o botão do controle eletrônico de estabilidade e de tração, que deve ser ofertado como opcional em todas as versões.
O Argo 2018 será lançado no mercado em junho, com motores 1.0, 1.3 e 1.8 flex e câmbios manual, automatizado e automático.

Coreia do Norte ameaça EUA com "consequências catastróficas"

A Coreia do Norte ameaçou nesta sexta-feira os Estados Unidos com "consequências catastróficas" se o país persistir com sua política de sanções e disse que vai continuar expandindo seu programa de armas nucleares enquanto não houver uma mudança de postura em Washington. 

Presidente dos EUA, Donald Trump, e embaixador adjunto da Coreia do Norte na ONU, Kim In Ryong
Presidente dos EUA, Donald Trump, e embaixador adjunto da Coreia do Norte na ONU, Kim In Ryong
O embaixador adjunto do país na ONU, Kim In Ryong, respondeu assim aos pedidos do governo americano para endurecer as sanções internacionais contra a Coreia do Norte em resposta a seus últimos testes de mísseis.
Segundo Kim, a capacidade nuclear norte-coreana vai continuar sendo desenvolvida a grande velocidade enquanto os EUA insistirem com sua política contra a Coreia do Norte, "suas desprezáveis ameaças nucleares, extorsão, sanções e pressão".
O embaixador norte-coreano disse em uma entrevista coletiva que se o governo de Donald Trump quiser adotar uma nova política para seu país, ele deve acabar com as relações "hostis", entre elas sua política de sanções.
Se o governo americano mantiver o caminho atual, no entanto, "terá que assumir plena responsabilidade pelas conseguintes consequências catastróficas", acrescentou o diplomata norte-coreano.
Kim assegurou que "a guerra está muito próxima" e que a tensão é fruto unicamente das "políticas hostis" dos EUA e de suas "provocadoras" manobras militares na região junto com a Coreia do Sul.
Por isso, o embaixador defendeu como necessários os testes com mísseis balísticos de seu país, entre eles o realizado no último fim de semana.
O lançamento foi condenado de maneira unânime pelo Conselho de Segurança da ONU, que proíbe a Coreia do Norte de realizar essas ações.
Kim atacou hoje o Conselho, ao acusá-lo de utilizar "dois pesos e duas medidas" ao denunciar as ações norte-coreanas e ignorar as atividades militares americanas.
Além disso, o embaixador qualificou de "ridículo" as alegações de que seu país tem responsabilidade no ciberataque mundial da última semana e em outros ataques cibernéticos. Além disso, Kim afirmou que "cada vez que acontece algo estranho", os EUA se aproveitam para inflamar sua "campanha" contra a Coreia do Norte.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Prefeitura de Açailândia realiza mutirão de cirurgias de hérnia no Hospital Municipal


Tendo como meta melhorar a qualidade de vida da população e melhorar a qualidade da saúde, a Prefeitura de Açailândia, através da Secretaria Municipal de Saúde deu inicio na última sexta feira, 12, um grande mutirão de cirurgia de hérnia. O objetivo é operar os pacientes que estão na fila de espera da Unidade. Somente no primeiro dia da ação foram realizadas 10 cirurgias.

"Eu estava aguardando há cinco meses, mas graças a Deus deu tudo certo agora, eu gostei do mutirão e acredito que vai beneficiar e muito a população", afirmou Danilo Silva, paciente.

Segundo a diretora do Hospital Municipal, Bernadete Oliveira, na primeira etapa do mutirão as cirurgias vão acontecer em três finais de semana, onde serão atendidos cerca de 100 pacientes. "Nesse primeiro momento nós teremos três finais de semana de mutirão com 10 pacientes por dia, e em seguida a gente vai está planejando novamente de acordo com a demanda e vamos atender até o ultimo paciente", declarou.


Ainda segundo a diretora Bernadete, a ação é um compromisso do Prefeito Juscelino Oliveira junto à população. "Esse mutirão atende todos os tipos de hérnia, a gente inicia essa campanha hoje, é grande a satisfação dos pacientes e a gente está muito feliz com isso porque além de está resolvendo um problema de saúde pública também está resolvendo um problema de trabalho porque muitos homens ficavam impossibilitados de ingressar no mercado de trabalho por conta desse tipo de patologia", finalizou.

Açailândia realiza a “Semana de Enfrentamento à Violência Sexual contra as Crianças e adolescentes”.


Sob o tema “Ele tentou e dessa vez contei para minha mãe”, a Prefeitura de Açailândia, através da Secretaria de Assistência Social realiza amanhã, dia 17, a abertura da “Semana Municipal de combate à violência contra às crianças e adolescentes de Açailândia”.

No decorrer da programação várias palestras relacionadas ao tema serão ministradas por autoridades competentes e de conhecimentos abrangentes aos vários tipos de violência.
Consta também na programação, a distribuição de panfleto na quinta-feira (18), a partir das 08h00, no centro comercial de Açailândia, na Av. Dorgival Pinheiro de Sousa, bem como na Praça do Patizal da Vila Ildemar. Na sexta-feira, 19, último dia, o evento se resume em palestras e tem como público alvo alunos, professores, gestores, associações e outros.

A campanha da Semana de Enfrentamento à violência se baseia no Projeto de Lei nº 001, de 16 de maio de 2011, aprovado na Câmara Municipal de Açailândia, que torna a adolescente MARIA MARTA DA SILVA BEZERRA, símbolo do enfrentamento à violência contra às crianças e adolescentes no município.

A época, o projeto foi de autoria da então vereadora Fátima Camelo, ocasião em que foi apresentado à Casa de Leis atendendo à solicitação do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Maria Marta aos 17 anos desapareceu da Praça da Bíblia depois de sair da Escola Antonio Carlos Galletti, onde cursava o 2º. Ano do ensino médio e sonhava em ser estilista. Ela foi estuprada e em seguida assassinada. O seu corpo só foi encontrado uma semana depois numa estrada vicinal próximo à colônia. O crime ocorreu em 2004.

Rapidinha do Vereador

Por que a reforma da Previdência é ruim?
 
“A Previdência Social é o maior programa de distribuição de renda do País. É ela que alimenta no Brasil mais de quatro mil municípios. Imagine liquidar com tudo, da noite para o dia, como se fosse um feirão das Casas Bahia. Teria um efeito tsunami.”

Adilson Araújo - Presidente da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Reforma da Previdência tem 97% de reprovação no PMDB 

Em enquete realizada neste final de semana, o site oficial do PMDB ouviu a opinião dos internautas sobre a reforma da Previdência. O resultado foi massacrante para o partido, que trabalha para emplacar a pauta: 97% dos votos foram contrários.
Foram cerca de 33,5 mil votos. Apenas 2% destes opinaram a favor, enquanto 1% preferiu não se manifestar.

Lucro do BNDES cai no primeiro trimestre

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social registrou lucro líquido de R$ 373 milhões no primeiro trimestre de 2017, resultado 76,6% inferior ao do mesmo período do ano passado (R$ 1,6 bilhão). A própria direção do banco apontou o desaquecimento da economia como principal fator para o desempenho negativo.

CNTC contesta reforma trabalhista e apresenta contrapropostas ao Senado


A Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio produziu documento em que analisa e contesta a reforma trabalhista do governo. A matéria tramita no Senado. O texto critica diversos itens do projeto de lei aprovado pela Câmara e apresenta contrapropostas ponto a ponto.
Maior Confederação de trabalhadores do País, a CNTC tem 27 Federações, 800 Sindicatos e 12 milhões de trabalhadores na base. Chamado de “Manifesto quanto à reforma trabalhista - nenhum direito a menos”, o texto é assinado por Levi Fernandes, presidente, e Lourival Figueiredo Melo, secretário-geral.
Dirigente - A Agência Sindical entrevistou Lourival. Ele informa: “O documento orienta nossos dirigentes no contato direto com deputados e senadores ou nas tratativas com as assessorias técnicas dos parlamentares”. Para o sindicalista, não basta ser contra. “É preciso expor as razões e também ter propostas alternativas, porque é isso que muitos parlamentares pedem que façamos”, argumenta.
Pontos - No item “trabalho intermitente”, o documento da Confederação critica: “Aqui, está clara a transferência do risco do negócio da empresa para o trabalhador”. Quanto à “livre negociação”, o documento lembra que o empregado “será sempre hipossuficiente contra o poder do capital”, mostrando a falácia implícita no conceito de livre negociação.
Justiça - Na página 6, a CNTC denuncia que a reforma engessa o poder de decidir dos magistrados trabalhistas. No fecho do arrazoado, pontua: “A CNTC rejeita o PL 38 da Câmara por entender que representa grande ameaça ao princípio da dignidade da pessoa humana”.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Ver. Jarlis Adelino PMN

Ver. Jarlis Adelino
Meus Amigos, meus eleitores, a cada um de vcs, quero pedir desculpa pela ausência que estou tendo, em relação as minhas visitas nos bairros, nas casas como sempre fiz! Nos últimos dias estou trabalhando muito forte na luta em prol da empregabilidade em Açailândia, o setor industrial de Açailândia passa por dificuldades assim como os pais de famílias que perderam seus empregos, nesse sentido estou representando esse povo trabalhador no Estado e no Brasil, já estive em São Luis, Brasília-DF e amanhã estarei indo ao Rio de Janeiro-RJ na sede da MINERADORA VALE para protocolar a carta de protesto sobre a eminência de mais desempregos no município, e na próxima semana estarei no Estado da Bahia no município de Teixeira de Freitas para acompanhar de perto todo o Trabalho que está sendo realizado por cooperativas e comunidades com geração de empregos e renda na cadeia de produção do papel e celulose, meus amigos e minhas amigas sou Vereador Eleito pelo povo de Açailândia e não medirei esforços pra ver esse município e seu povo no caminho certo, nesse momento peço a compreensão e o apoio de cada um de vcs. Em breve se Deus quiser voltarei ao meu Trabalho normal do dia a dia, sempre perto do povo ouvindo cobranças e reivindicações e tomando as providencias cabíveis.
Quero deixar público e notório ao povo açailândense que todas as minhas viagens são custeadas com recursos próprio! Sem ônus ao erário público. 
Vamos juntos a luta por uma cidade melhor. Ver. Jarlis Adelino
desde já agradeço....

Ver. Jarlis Adelino

Sport reprova nota da Adidas sobre divisão do título de 87 e promete ação

 Adidas disse, em rede social, que considera os dois clubes campeões de 1987 (Foto: Reprodução internet)
Tudo começou quando a Adidas publicou, em suas redes sociais, detalhes do novo uniforme do Sport. Na parte das costas, a frase: "O Brasil é teu". A expressão foi utilizada por um jornal pernambucano, em 1987, para noticiar o título do Campeonato Brasileiro do Leão. Ao causar a ira dos torcedores do Flamengo - também vestido pela marca alemã -, a fornecedora tentou se desculpar. Disse considerar os dois clubes campeões daquele ano. Resultado: causou a ira do Leão pernambucano.
O Sport emitiu uma nota oficial, na tarde desta segunda-feira, dizendo que vai tomar "todas as medidas cabíveis e necessárias perante a Adidas e o Poder Judiciário", reivindicando que a marca respeite a decisão do Supremo Tribunal Federal(STF), que reforça o Leão como único campeão brasileiro de 1987. E termina afirmando que " ninguém está acima da Lei, nem a Adidas".
Confira abaixo a nota na íntegra:
Diante da infeliz publicação da Adidas Brasil em seu perfil na rede social Twitter sobre o título de 1987, na tarde desta segunda-feira (15), o Sport Club do Recife informa que vai tomar todas as medidas cabíveis e necessárias perante a Adidas e o Poder Judiciário, no sentido de que seja respeitada a decisão transitada em julgado no STF, inclusive com a devida reparação civil aplicável ao caso. Decisões judiciais devem ser respeitadas e ninguém está acima da Lei, nem a Adidas

Volkswagen Polo 2018 é flagrado e começa a ser produzido em junho



A nova geração do Volkswagen Polo já está pronta para chegar ao mercado. O hatch compacto, totalmente renovado, foi flagrado totalmente limpo em testes finais pelo portal Ferd e vai ganhar a linha de produção já em junho no território europeu. Segundo fontes, a novidade deve fazer sua estreia mundial no Salão do Automóvel de Frankfurt, que acontece em setembro deste ano.
O Polo 2018, a exemplo dos últimos lançamentos da Volkswagen, será construído a partir da plataforma modular MQB A0, uma versão reduzida da usada no Golf. Com isso, o hatch vai oferecer um maior espaço interno e porta-malas mais amplo, além de redução de peso e mais rigidez.

A lista de novidades vai incluir novos recursos, como sistema multimídia com tela sensível ao toque com comandos por gestos, Apple CarPlay e Android Auto e opção de painel de instrumentos totalmente digital com tela TFT de 12,3 polegadas.
O novo Volkswagen será equipado com versões dos motores 1.0 TSI de três cilindros, 1.5 TSI e 2.0 TSI, este último exclusivo da versão GTI.

No Brasil, o novo Volkswagen Polo 2018 será vendido a partir do final deste ano, para se posicionar entre o Fox e Golf.
[Fonte: AutomotiveNews | Imagens: Ferd]

TSE Cassação de Temer

Relator no TSE libera voto pela cassação de Temer

Já está nas mãos de Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, o pedido de cassação de Michel Temer; voto do relator Herman Benjamin já foi liberado para julgamento nesta segunda-feira 15 e deve seguir a recomendação do Ministério Público Eleitoral, que pede a cassação de Temer e a inelegibilidade de Dilma; Benjamin liberou na última sexta-feira 12 aos demais colegas sua nova versão do parecer sobre o caso, considerando os depoimentos de Mônica Moura e João Santana; Temer é rejeitado por 92% dos brasileiros e 85% exigem diretas-já como saída para a maior crise da história do Brasil.
O ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral, liberou nesta segunda-feira 15 para julgamento a ação que pede a cassação de Michel Temer.
Cabe agora ao presidente da corte, ministro Gilmar Mendes, marcar a data para a análise do processo. Benjamin, que é relator do caso, havia liberado na última sexta-feira 12 aos demais colegas sua nova versão do parecer, considerando os depoimentos de Mônica Moura e João Santana.
O voto do relator deve seguir a recomendação do Ministério Público Eleitoral, que pede a cassação de Temer e a inelegibilidade de Dilma Rousseff (leia aqui). Temer é rejeitado por 92% dos brasileiros e 85% exigem diretas-já como saída para a maior crise da história do Brasil.
Leia mais na Agência Brasil:
Ministro do TSE libera ação contra chapa Dilma-Temer para julgamento
André Richter - O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin liberou hoje (15) para julgamento a ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer, vencedora das eleições presidenciais de 2014. Com a decisão, a ação voltará a ser julgada a partir da semana que vem. Caberá ao presidente do tribunal, ministro Gilmar Mendes, marcar a data da sessão.
A liberação para julgamento ocorreu após a chegada da manifestação do Ministério Público Eleitoral (MPE) e das alegações finais das defesas do presidente Michel Temer e da ex-presidenta Dilma Rousseff. O novo parecer, feito pelo vice-procurador eleitoral, Nicolau Dino, repete o posicionamento enviado ao TSE em março, antes da interrupção do julgamento. De acordo com o procurador, além da cassação da chapa, o tribunal também deve considerar a ex-presidenta inelegível por oito anos.
Processo
Após o resultado das eleições de 2014, o PSDB entrou com a ação e o TSE começou a julgar suspeitas de irregularidades nos repasses a gráficas que prestaram serviços para a campanha eleitoral de Dilma e Temer. Recentemente, Herman Benjamin decidiu incluir no processo os depoimentos dos delatores ligados à empreiteira Odebrecht investigados na Operação Lava Jato. Os delatores relataram que fizeram repasses ilegais para a campanha presidencial.
Em dezembro de 2014, as contas da campanha da então presidenta Dilma Rousseff e de seu vice, Michel Temer, foram aprovadas com ressalvas e por unanimidade no TSE. No entanto, o processo foi reaberto porque o PSDB questionou a aprovação, por entender que há irregularidades nas prestações de contas apresentadas por Dilma, que teria recebido recursos do esquema de corrupção investigado na Lava Jato. Segundo entendimento do TSE, a prestação contábil da presidenta e do vice-presidente é julgada em conjunto.
A campanha de Dilma Rousseff nega qualquer irregularidade e sustenta que todo o processo de contratação das empresas e de distribuição dos produtos foi documentado e monitorado. A defesa do presidente Michel Temer sustenta que a campanha eleitoral do PMDB não tem relação com os pagamentos suspeitos. De acordo com os advogados, não se tem conhecimento de qualquer irregularidade no pagamento dos serviços.

sábado, 13 de maio de 2017

SAAE amplia sistema de abastecimento de água do 50 Bis

O SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Açailândia) sob o comando do Sr. Lauro Nascimento, em parceria com a Suzano Papel e Celulose com sede em Imperatriz, realizaram recentemente a ampliação do Sistema de Abastecimento de água do assentamento 50 Bis.
SAAE TOPO 2
A obra era um sonho antigo alimentado pelos os moradores daquela comunidade, que vinham sofrendo com a deficiência do sistema, e que agora passaram a viver outra realidade a partir da conclusão da obra.

O reservatório d’água que abastece o povoado, que antes era insuficiente para atender a demanda que aumenta a cada dia, foi substituído por um de 50 mil litros, o que segundo os engenheiros do SAAE é o suficiente para atender as necessidades da população.
Além da substituição do reservatório, foi feito também a limpeza e revitalização da área do poço, uma casa nova, onde fica instalado o painel elétrico do motor-bomba e 990 metros quadrados de cercado, em alambrado para a proteção da área do poço (caixa d’água e equipamentos).
Em conversa com o titular deste noticioso blog, o Sr. Lauro Nascimento disse que não vem medindo esforços no sentido de atender melhor a população, da sede e interior do município.
“Quando assumimos essa pasta já sabíamos do grande desafio que estávamos nos propondo a enfrentar, uma vez que a cidade cresce a cada dia”, diz o diretor Lauro Nascimento.
Lauro destacou ainda a parceria com a Suzano Papel e Celulose e o apoio do prefeito Juscelino Oliveira, que lhe confiou a missão de gerir essa importante autarquia (SAAE).

Senador Roberto Rocha entra no circuito para tentar evitar fechamento de mais siderúrgicas em Açailândia

Roberto Rocha e Jarlis
Senador Roberto Rocha (PSB-MA) recebeu em Brasília o Ver. Jarlis Adelino (PMN) e o Sr. Brito (presidente do sindicado dos metalúrgicos de Açailândia)
Representantes dos trabalhadores de siderúrgicas de Açailândia, liderados pelo Ver. Jarlis Adelino (PMN) estiveram essa semana com o senador Roberto Rocha (PSB-MA), em Brasília, e entregaram a ele um documento contendo uma série de preocupações quanto ao futuro da atividade de siderurgia na região, entre elas, o fechamento das empresas siderúrgicas no Sul do Maranhão.
Segundo o documento, entreguem ao senador pelo Vereador Jarlis Adelino, o fechamento dessas empresas seria em decorrência da entrada, no mercado local, de um complexo siderúrgico de Marabá/PA. De acordo com recente reportagem veiculada em Blogs,  emissoras de radio e TV em todos o estado, desde o início do ano, 22 fábricas de metalurgia foram fechadas.
Das cinco que compõem o chamado pólo siderúrgico, restaram apenas duas, sendo que uma delas deixou de exportar ferro. O resultado é que até agora mais de mil trabalhadores foram demitidos, só em 2017. “Recebi o documento e vou analisar criteriosamente a situação. Por hora, o que devemos é tentar evitar que outras demissões ocorram, uma vez que milhares de trabalhadores precisam do emprego para tirar o sustento de suas famílias”, disse o senador Roberto Rocha.
Nos próximos dias, o parlamentar maranhense se reunirá com os sindicatos, autoridades municipais de Açailândia, lideranças e empresários locais para debater mais sobre o assunto. “A minha intenção é ouvir todos os envolvidos e depois tentar buscar uma solução”, finalizou Roberto Rocha.

http://www.amarcosnoticias.com.br
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Ver. Jarlis Adelino entrega “Carta Alerta” ao ex-presidente José Sarney

Jarlis Brasilia
Durante encontro, Jarlis entregou uma “Carta Alerta” ao ex-presidente
Na última segunda-feira (08), o vereador Jarlis Adelino (PMN), juntamente com o Sr. Brito (Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Açailândia – STIMA) e o Sr. Claudio Queiroz (Presidente do SICAM), foram recebidos em Brasília pelo ex-presidente da república, José Sarney.
Na oportunidade, o parlamentar apresentou ao ex-presidente as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores metalúrgicos de Açailândia, em relação ao desemprego na região que aumentou de forma acentuada, os prejuízos causados no comércio e nas empresas prestadoras de serviços.
Ainda ensejando o memento, Jarlis entregou a José Sarney uma carta alerta com o titulo “ASSIM NÃO VALE”, que chama atenção para as condições comerciais pretendidas pela mineradora Vale e o Governo do Estado do Pará, assinada com a empresa estrangeira Civetal, que acaba comprometendo de forma direta a cadeia produtiva do ferro gusa e aço no Estado do Maranhão, devido práticas e tratamentos diferenciados, proposto pela mineradora e a empresa estrangeira.
De acordo com o que vem sendo ventilado, a empresa Civetal poderá se instalar no Pólo Industrial de Marabá/PA em condições privilegiadas, com fornecimento de minério a custo de produção, passando a concorrer de forma “desleal” com  as empresas maranhenses.
A grande preocupação de Jarlis e do sindicato que defende a categoria, é que, caso o pacto entre Vale e a empresa estrangeira se consolide, milhares de pais de famílias perderão o emprego, o que ninguém quer que aconteça.
Durante o cumprimento de uma maratona de visitas e reuniões, o vereador Jarlis Adelino juntamente com o presidente do STIMA, estiveram também no Congresso Nacional, onde se reuniram com Senadores e Deputados Federais que formam a Bancada Maranhense.
Em uma postagem em redes sociais (Facebook e WhatsApp), Jarlis agradeceu o apoio recebido da população Açailandense e de instituições, como ACIA, SICA, CDL e Câmara de Vereadores.

http://www.amarcosnoticias.com.br
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.