.

.

sábado, 20 de agosto de 2016

Forças Armadas querem aumentar incentivo a paratletas

Nesta Olimpíada, o Brasil teve uma delegação recorde, com 462 atletas. Quase um terço deles está ligado a alguma Força Armada.
Os atletas militares superaram a expectativa inicial de 10 medalhas e chegaram ao último fim de semana dos Jogos Rio 2016 com 12 das 15 medalhas do Time Brasil.
A meta agora é incorporar paratletas à Aeronáutica, ao Exército e à Marinha.
De acordo com o ministro da Defesa, Raul Jungman, falta ainda adaptar as instalações e encontrar treinadores especializados para esses atletas.
A meta é impulsionar o desempenho na Paralimpíada, competição na qual o Brasil já é tradicionalmente melhor que na Olimpíada.
O projeto-piloto das Forças Armadas reúne 10 atletas com alguma deficiência.
A Paralimpíada do Rio começa no dia 7 de setembro.

Pesquisadores desenvolvem estratégia para impedir reprodução do HIV

Pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) desenvolveram uma estratégia que utiliza nanopartículas carregadas de produtos químicos para atrair os vírus, impedindo a ligação às células infectadas e a conexão a receptores da membrana celular. Sem isso, os vírus não conseguem se reproduzir no organismo.
Na pesquisa do CNPEM, que é vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), as nanopartículas ocupam as vias que seriam utilizadas pelos vírus para fazer a ligação com as células, o que causaria infecção. É o primeiro estudo que demonstra a inativação viral baseada em nanopartículas.
"Esse mecanismo de inibição viral se dá por meio da modificação de nanopartículas em laboratório, atribuindo-se funções à sua superfície pela adição de grupos químicos capazes de atrair as partículas virais e se conectar a elas. Esse efeito estérico, relacionado ao fato de cada átomo dentro de uma molécula ocupar uma determinada quantidade de espaço na superfície, impede que o vírus chegue até o alvo, as células, e se ligue a ele, porque já está ‘ocupado' pela nanopartícula", explica o pesquisador Mateus Borba Cardoso, coordenador do estudo.
Nanopartículas
Com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), os cientistas sintetizaram nanopartículas de sílica, componente químico de diversos minerais, e avaliaram sua compatibilidade com dois tipos de vírus. A eficácia antiviral foi avaliada em testes in vitro com os vírus HIV e VSV-G – que causa estomatite vesicular – infectando células do tipo HEK 293, cultura originalmente composta de células de um rim de um embrião humano. As partículas virais foram preparadas para expressar uma proteína fluorescente que muda a coloração das células infectadas, permitindo que os pesquisadores "seguissem" a infecção.
É a mesma estratégia adotada pelos pesquisadores que usam nanopartículas para levar medicamentos quimioterápicos em altas concentrações até as células cancerígenas, evitando que as saudáveis sejam atingidas, o que minimiza os efeitos da quimioterapia.
"As nanopartículas devidamente funcionalizadas e as partículas virais passaram por um tempo de incubação para que interagissem umas com as outras em função das propriedades de superfície de ambas. Quando existe muita atração, provocada pelos grupos químicos presentes na superfície das nanopartículas, a preferência do vírus é de se ligar a elas, e não às células", afirma o pesquisador.
Segundo ele, as nanopartículas chegaram a reduzir a infecção viral em até 50%, demonstrando a eficiência da estratégia. "Esse resultado poderia chegar a 100% se aumentássemos a quantidade de nanopartículas funcionalizadas no período de incubação, mas os testes são realizados em uma faixa otimizada de inativação viral, para que possam ser observados os efeitos nas células atingidas pelos vírus, realçando as diferenças para fins de comparação." As infromações são do Portal Brasil.

Prazo para saque do abono salarial ano-base 2014 termina dia 31 de agosto

O saque do abono salarial ano-base 2014 pode ser feito até o dia 31 de agosto. O novo prazo foi definido para possibilitar servidores públicos e comissionados, que ainda não retiraram o benefício, possam fazê-lo. O valor é de um salário mínimo (R$ 880) e está disponível em qualquer agência do Banco do Brasil.
Em Mato Grosso do Sul, a estimativa é de que 13.633 pessoas não sacaram o abono salarial do PIS (Programa de Integração Social) referente ao ano retrasado. 

Têm direito ao abono salarial os servidores públicos e comissionados que ainda estão trabalhando ou que tenham se aposentado, mas exercido atividade remunerada durante pelo menos 30 dias em 2014.

Também é necessário que o trabalhador tenha recebido até dois salários-mínimos, por mês, nesse período. Outro critério é estar cadastrado no PASEP, há pelo menos cinco anos, e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Consulta - Os trabalhadores podem consultar se têm direito ao benefício pela internet, inserindo CPF ou número do PIS/Pasep e data de nascimento. Os trabalhadores podem conseguir as informações pelo telefone 0800-726 02 07 ou pela Central de Atendimento Alô Trabalho, do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158.

Indústria reage, mas tem alta ociosidade

Brasília – O desempenho da indústria pouco se alterou na passagem de junho para julho, segundo a pesquisa Sondagem Industrial, divulgada ontem pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O índice de produção do setor ficou estável em 46,6 pontos no período. Apesar de ainda estar abaixo dos 50 pontos, o que indica queda da produção, a retração é menor que a observada em igual mês do ano anterior. Em julho de 2015, o índice de evolução da produção estava em 44 pontos.
“O valor (de julho de 2016) é maior que o registrado no mesmo mês de 2015, mas inferior ao de anos anteriores”, alertou a CNI. A entidade alerta para o fato de que tanto a produção quanto o número de empregados permanecem em queda, e a ociosidade continua muito elevada. A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) avançou de 64% em junho para 65% no mês passado, atingindo o maior nível desde novembro de 2015 (66%).
Ainda assim, o resultado ficou abaixo do que foi registrado em julho do ano passado e apresentou piora frente aos índices de anos anteriores, que superavam 70%. Prova disso é que o indicador está bem abaixo da média histórica – o chamado UCI efetiva-usual –, que ficou em 36,5 pontos em julho deste ano. Quando esse indicador fica abaixo dos 50 pontos, é sinal de que a ociosidade ficou acima do normal naquele mês.
Como ponto positivo, a CNI destacou que os estoques seguem no nível planejado pelas empresas pelo oitavo mês seguido. A situação representa mudança em relação a 2015, quando empresários relatavam estoques acima do desejado como situação recorrente.
Apesar de a situação atual delicada, o otimismo em relação à demanda é o maior em dois anos, ressaltou a CNI. O índice subiu 2,1 pontos, para 55 pontos em agosto, ante julho, maior nível desde agosto de 2014. Acima dos 50 pontos pelo terceiro mês consecutivo, o resultado sinaliza que os empresários projetam aumento no consumo nos próximos meses.
Já o índice de expectativa de exportação ficou em 51,9 pontos em agosto, quando no mês anterior estava em 51,8 pontos. O índice de expectativa de compra de matérias-primas, por sua vez, cresceu 1,1 ponto neste mês, atingindo 51,9 pontos. Por outro lado, o índice de expectativa de emprego ficou em 47,8 pontos em agosto. Embora o indicador tenha subido 1,5 ponto em relação a julho, o resultado segue apontando redução no número de empregados da indústria. A intenção do empresário de investir ficou em 42 pontos neste mês. “Embora seja o maior valor do ano, o índice encontra-se 5,9 pontos abaixo de sua média histórica”, ponderou a CNI.
QUEDA EM MINAS
A pesquisa Sondagem Industrial feita pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) mostrou em julho recuo mais intenso dos indicadores da atividade frente ao mês anterior, quebrando a sequência de melhora gradativa do setor. Houve queda na produção e no emprego e o nível de utilização da capacidade instalada operou abaixo do considerado usual. O indicador de produção ficou em 45,6 pontos e o do emprego atingiu 43,8 pontos, portando ambos abaixo da linha divisória dos 50 pontos. De acordo com a Fiemg, de forma geral, os estoques de produtos finais apresentaram redução e encerraram o mês abaixo do planejado pelas empresas. Só aquelas de grande porte fecharam o mês com o nível de estoques conforme o planejado. Os empresários esperam aumento na demanda por produtos nos próximos seis meses.

Ford estreia Sync 3 e promete em toda a linha no Brasil até o fim de 2017

Smartphones poderão ser conectados por Apple CarPlay ou Android Auto.
Multimídia estreia na linha 2017 do Focus Hatch e Fastback.

Ford começa a colocar o Sync 3 em seus carros no Brasil (Foto: Divulgação) 
 
Ford começa a colocar o Sync 3 em seus carros no Brasil (Foto: Divulgação)
A Ford anunciou finalmente nesta sexta-feira (19) a chegada do Sync 3 ao Brasil. Os primeiros modelos com o sistema multimídia mais avançado da marca serão o Focus Hatch e Fastback 2017, que começam a ser vendidos em setembro.
A grande novidade é a conectividade com smartphones por meio das plataformas Apple CarPlay e Android Auto, que espelham alguns recursos dos celulares com restrições de segurança, para não distrair o motorista.
No novo Sync, os ícones e áreas de toque são maiores e os menus, mais simples. O acesso à agenda e a reprodução de música também foram otimizados, assim como os comandos de voz.
As melhorias foram resultado de pesquisa com mais de 22 mil comentários e sugestões de clientes, segundo a fabricante.
Expansão
Até o final de 2017, todos os carros da Ford no Brasil poderão ser equipados com o Sync 3, segundo David Borges, supervisor de conectividade da empresa.
Isto não quer dizer que ele será de série em todos os carros, mas que estará disponível para quem puder e quiser pagar um pouco a mais, inclusive no Ka.
Ford Focus 2017 terá o Sync 3 nas versões SE Plus e Titanium (Foto: Divulgação) 
 
Ford Focus 2017 terá o Sync 3 nas versões SE Plus e Titanium (Foto: Divulgação)
Focus 2017
Neste primeiro momento, apenas as versões mais caras do Focus (Titanium e SE Plus) terão de série  o novo multimídia com tela sensitiva de 8 polegadas, processador mais rápido e acesso simplificado a comandos, seja por meio de reconhecimento de voz ou toques na tela.
Estas versões do Focus 2017 também ganharam luzes diurnas de LED, teto solar, 6 airbags, alarme volumétrico, câmera de ré e console de teto, entre os itens de série. A montadora ainda não divulgou os preços dos modelos.
Na fila
O próximo modelo a contar com o Sync 3 deve ser o Fusion, que aparecerá reestilizado no Brasil no próximo mês.
Pelo menos por um tempo, a primeira geração do Sync (sem tela sensível ao toque), que chegou ao Brasil em 2008, continuará a equipar os modelos mais básicos da Ford, mesmo com a chegada do sistema mais avançado.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

STF fixa regra para que só vereadores tornem prefeito inelegível por contas

Lei da Ficha Limpa deixava dúvida sobre órgão que podia barrar candidatura.
Decisão não impede responsabilização de gestor por mau uso dos recursos.

Renan RamalhoDo G1, em Brasília
O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou nesta quarta-feira (17) uma regra – a ser seguida pelos demais tribunais – segundo a qual só uma câmara de vereadores poderá tornar inelegível um prefeito que teve suas contas de governo ou gestão rejeitadas por um tribunal de contas.

O julgamento, iniciado na semana passada, buscou resolver uma dúvida contida na Lei da Ficha Limpa, aprovada em 2010, que ampliou as hipóteses em que um político fica impedido de disputar eleições e assumir um mandato.
Desde então, a Justiça Eleitoral considerava que a desaprovação, por um tribunal de contas, das contas de gestão (mais detalhadas, em que o prefeito também ordena gastos específicos, por exemplo) bastava para tornar o prefeito inelegível.
A Lei da Ficha Limpa determinou que ficariam inelegíveis candidatos que tiveram contas rejeitadas "pelo órgão competente". A dúvida se dava em relação a qual órgão caberia tal decisão: se somente um tribunal de contas ou a câmara municipal de vereadores.
Por maioria, os ministros decidiram que, independentemente de se tratarem de contas de gestão ou de governo (com números globais de receitas e despesas), é necessário sempre a desaprovação das contas pelas câmaras de vereadores para tornar alguém inelegível.
Assim, a desaprovação por um tribunal de contas não basta para tirar um prefeito da disputa – seria necessário também uma rejeição por ao menos dois terços da câmara dos vereadores.
"O parecer técnico elaborado pelo tribunal de contas tem natureza meramente opinativa, competindo exclusivamente à câmara de vereadores o julgamento das contas anuais do chefe do poder executivo local", diz trecho da regra aprovada pelo STF.
Omissão dos vereadores
Na sessão desta quarta, os ministros também discutiram o que aconteceria se, após a rejeição das contas por um tribunal de contas, a câmara dos vereadores não analisasse as contas. Chegou-se à conclusão que a omissão pelo Legislativo não inviabiliza a candidatura.
Por outro lado, os ministros alertaram que essa omissão não impede que os parlamentares venham a ser responsabilizados por descumprir tal dever e também não impede que o prefeito responda a ações por improbidade ou criminais em caso de má gestão dos recursos públicos.
"Estamos decidindo que se as contas de gestão do prefeito forem rejeitadas, mas a câmara não deliberar, fica por isso mesmo. Estamos decidindo também que, se as contas de governo forem rejeitadas pelo tribunal de contas e a câmara não deliberar, fica por isso mesmo. Gostaria de consignar que isso é um retrocesso", alertou o ministro Luís Roberto Barroso, que votou contra.
"Havendo aspectos ligados a ação de improbidade administrativa, o MP, a despeito da não deliberação da Câmara, poderá propor ação de improbidade. Ou também até mesmo questões penais. Portanto, aqui o debate está adstrito à inegibilidade", ressalvou Gilmar Mendes.
"A sanção é tão grave, que o silêncio da câmara não pode acarretar essa sanção gravíssima, que é a inegibilidade. É um direito fundamental do cidadão se candidatar. Agora, há outras consequências, de ordem criminal, cível, administrativa", resumiu o presidente do STF, Ricardo Lewandowski.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Ricardo Barros pede desculpas por declaração sobre jornada de trabalho

Após dizer que homens trabalham mais que mulheres, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, pediu, nessa sexta-feira, desculpas caso tenha sido mal interpretado.

Na quinta-feira, durante lançamento de campanha para sensibilizar os homens no cuidado à saúde, o ministro avaliou que eles procuram menos os serviços de saúde porque trabalham mais que as mulheres e porque são os provedores da maioria das famílias brasileiras.

A declaração recebeu críticas e foi contestada até pela filha de Barros, a deputada estadual Maria Victoria Borghetti Barros, do PP do Paraná. Em perfil nas redes sociais, ela postou vídeo em que afirma ter precisado dar um “puxão de orelha” no pai.

Por meio de nota Ricardo Barros afirmou que se referia ao número de homens no mercado de trabalho. A comunicação cita dados do IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

A pesquisa Síntese de Indicadores Sociais aponta que, entre as pessoas maiores de 16 anos, ocupadas na semana de referência, quase 54 milhões são homens, 14 milhões a mais que o número de mulheres.

Ele esclareceu que não fez referência à jornada de trabalho, quando, de fato, segundo o ministro, as mulheres exercem uma segunda ou terceira etapa do dia. Ricardo Barros ressaltou que além de trabalhar fora, cuidar das tarefas domésticas e da família, mulheres ainda arrumam tempo para cuidar da saúde.

'Esquadrão Suicida' cai, mas mantém liderança em bilheterias dos EUA

Aposta da DC faturou 67% menos em segundo fim de semana de exibição.
"Festa da salsicha" e "Meu amigo, o dragão" completam pódio no país.

Do G1, em São Paulo, a nova aposta da DC, "Esquadrão Suicida", amargou uma forte queda de arrecadação em seu segundo fim de semana de exibição nos Estados Unidos, mas conseguiu manter a liderança nas bilheterias.
O filme estrelado por Will Smith, Margot Robbie e Jared Leto faturou US$ 43,7 milhões entre sexta (12) e domingo (14), um recuo de 67% em relação ao fim de semana de estreia, quando a receita foi de US$ 133 milhões.
Enquanto isso, a comédia "Festa da salsicha" subiu ao pódio em seus primeiros dias de exibição, com US$ 33 milhões no segundo lugar. A animação da Sony, que tem as vozes de Seth Rogen, Kristen Wiig e Salma Hayek em sua versão em inglês, tem estreia prevista para 15 de setembro no Brasil.
Em terceiro lugar, "Meu amigo, o dragão", um remake do filme de 1977 sobre um menino órfão que se torna amigo de um dragão, arrecadou US$ 21 milhões também em seu fim de semana de estreia. O longa chega aos cinemas brasileiros em 29 de setembro.
11º em ranking anual
"Esquadrão Suicida", que reúne um time dos super vilões da DC na missão de derrotar uma entidade enigmática e insuperável, já faturou mais de US$ 465 em bilheterias no mundo todo. O filme ocupa a 11ª posição na lista dos mais assistidos de 2016 - no topo está "Capitão América: Guerra Civil", da Marvel.
No Brasil, a produção liderou o ranking de bilheteria em seu final de semana de estreia - entre a noite de quinta-feira (4) e a tarde de domingo (7) -, com 2 milhões de espectadores e renda de R$ 38,7 milhões, segundo levantamento da ComScore. Os resultados deste fim de semana no país ainda não foram divulgados.Esquadrão Suicida teve novo trailer revelado (Foto: Reprodução / Youtube) 

Cena de 'Esquadrão Suicida' (Foto: Reprodução / Youtube)
Jared Leto vive O Coringa no Esquadrão Suicida (Foto: Reprodução / Youtube) 
Jared Leto vive O Coringa em 'Esquadrão Suicida' (Foto: Reprodução / Youtube)
Will Smith e Margot Robbie em 'Esquadrão Suicida' (Foto: Divulgação) 
 
Will Smith e Margot Robbie em 'Esquadrão Suicida' (Foto: Divulgação)

Câncer ultrapassa doença cardiovascular como principal causa de morte em 12 países da Europa

Enquanto doenças do coração e da circulação matam mais no mundo, Europa está conseguindo reverter o quadro; Brasil, no entanto, ainda está na marca mundial
Embora as doenças cardiovasculares matem mais e causem 17,3 milhões de mortes em todo o mundo anualmente, o câncer já ultrapassou as doenças do coração e da circulação como a principal causa de morte em 12 países europeus. Os dados são de estudo publicado nesta segunda-feira (15) no European Heart Journal.
A mudança se refere à diminuição de mortes por doenças do coração – e não ao aumento do número de casos de câncer.  Isso se deve principalmente ao sucesso de políticas públicas voltadas para a prevenção nesses países. Grande parte das mortes por doenças cardiovasculares pode ser evitável com diagnóstico precoce e adoção de um estilo de vida mais saudável. 

No Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, as doenças cardiovasculares ainda são as que mais matam. Cerca de 350 mil mortes são registradas anualmente no País por três disfunções mais comuns: infarto, insuficiência cardíaca e AVC (Acidente Vascular Cerebral). Já o câncer é responsável por cerca de 190 mil mortes anuais, segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Os números do estudo europeu mostram que a condição socioeconômica do país tem impacto direto sobre a diminuição. ” Os 12 países em que o câncer ultrapassou a doença cardiovascular como a principal causa de morte são da Europa Ocidental, enquanto que o maior número de mortes pelo coração é registrado no leste europeu”, diz Nick Townsend, pesquisador da Universidade de Oxford (Reino Unido) e um dos autores da pesquisa.
Diminuir o número de mortes por doenças cardiovasculares é um desafio no mundo inteiro. Foto ilustrativa/Ingimage
Diminuir o número de mortes por doenças cardiovasculares é um desafio no mundo inteiro. Foto ilustrativa/Ingimage
Na França, onde o câncer ultrapassou as doenças cardiovasculares pela primeira vez, os números mais recentes (2011) mostram que 92.375 homens morreram de câncer e 64.659 morreram de doença cardiovascular. No Reino Unido, que ultrapassou a marca em 2013, o câncer matou 87.511 homens, enquanto 79.935 morreram por doenças cardiovasculares.
De um total de 3,8 milhões de mortes nos países da UE-15 (países que se tornaram membros da União Europeia antes de 2004), 33% delas foram causadas por doenças cardiovasculares (1,3 milhões), em comparação com 38% (1,9 milhões) das mortes nos países da UE-28 (países que se tornaram membros após 2004). Ainda, nos países não membros da UE, as mortes por doenças cardiovasculares ocupam o topo e correspondem a 54% do total de falecimentos (2,1 milhões).
“Embora tenhamos visto progressos em toda a Europa na prevenção e no tratamento de doenças cardiovasculares, é claro que tal progresso não é consistente em todo o continente”, disse Townsend. Segundo o pesquisador, mais pesquisas são necessárias para investigar sobre o porquê alguns países estão mostrando melhores resultados enquanto outros não estão.

Número de anos vividos com a doença 

Pela primeira vez, os pesquisadores também calcularam o número de anos vividos com incapacidade devido a doenças cardiovasculares, uma medida conhecida como anos de vida ajustados por incapacidade (DALY,  na sigla em inglês para disability-adjusted life year). Um DALY é equivalente a um ano de vida saudável perdido. Esses números também sublinharam as desigualdades entre diferentes partes da Europa.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Prejuízo da Latam aumenta 85,2% no 2º trimestre

Reprodução
Novo logo da Latam, marca que unirá a TAM e a LAN
Latam: o grupo registrou um prejuízo líquido de US$ 92,075 milhões
Victor Aguiar, do Estadão Conteúdo
São Paulo - O grupo LATAM Airlines registrou um prejuízo líquido de US$ 92,075 milhões no segundo trimestre deste ano, montante 85,2% maior que o prejuízo de US$ 49,727 milhões contabilizado no mesmo intervalo de 2015.
A margem líquida ficou negativa em 4,4% entre abril e junho de 2016, ante margem líquida negativa de 2,1% há um ano.
O lucro operacional da Latam no segundo trimestre de 2016 foi de US$ 1,306 milhão, uma queda de 92,4% na comparação com os US$ 17,217 milhões registrados no mesmo período do ano passado. A margem operacional ficou em 0,1% entre abril e junho, queda de 0,7 ponto porcentual na base anual.
O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização, depreciação) atingiu US$ 232,012 milhões, um declínio de 8% ante o resultado do segundo trimestre de 2015. A margem Ebitda passou de 10,5% para 11%.
Já o Ebitdar (lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação, amortização e custos com leasing de aeronaves) da Latam somou US$ 370,566 milhões no segundo trimestre desse ano, recuo de 2,8% na comparação com o ano anterior. A margem Ebitdar passou de 15,8% para 17,6%.

Empréstimos bancários sobem 248,8% em 10 anos, diz Anefac


Dinheiro
Volume de crédito no Brasil cresceu 248,8% entre junho de 2006 e junho de 2016, passando de R$ 897,5 bilhões para R$ 3.130,4 bilhõesMarcello Casal/Agencia Brasil

O volume de crédito no Brasil aumentou 248,8% entre junho de 2006 e junho de 2016, passando de R$ 897,5 bilhões para R$ 3.130,4 bilhões, valor que inclui as operações com recursos livres (disponibilidades dos bancos) e os recursos direcionados (aqueles que as instituições têm a obrigação de reservar para operações determinadas pelo Banco Central como, por exemplo, a canalização de 65% da poupança para a habitação).
Os dados são da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). A pesquisa mostra que, em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), a soma das riquezas produzidas no país, houve um avanço de 19,5 pontos percentuais. Em junho de 2006, os empréstimos eram equivalentes a 32,4% do PIB e, em junho deste ano, o percentual subiu para 51,9%.
As operações com recursos livres atingiram R$ 1.569,4 bilhões em junho último, ante R$ 447,2 bilhões, em junho de 2006, uma alta de 250,9%. Para as pessoas físicas, o volume passou de R$ 214,2 bilhões para R$ 799,6 bilhões, com crescimento de 273,3%, e, no caso das empresas, de R$ 232,9 bilhões para R$ 769,8 bilhões, um aumento de 230,5%. Também foi constatada ampliação na média dos prazos de pagamento nesses últimos dez anos, passando de 9 meses para 37,9 meses.
O diretor Executivo de Estudos e Pesquisas Econômicas da Anefac, Miguel José Ribeiro de Oliveira, observou, no entanto, que apesar da melhora na oferta de crédito nos últimos dez anos, a piora recente no desempenho da economia do país levou a um aumento no custo do dinheiro, na inadimplência e na redução dos prazos para a quitação.
Taxas de juros sobem
Entre junho de 2006 e junho deste ano, as taxas de juros das operações de crédito com recursos livres subiram nove pontos percentuais (de 43,2% para 52,2% ao ano). Para as pessoas jurídicas ocorreu alta de apenas 1,5 ponto percentual (de 28,8% para 30,3%), enquanto para as pessoas físicas houve um avanço de 15,6 pontos percentuais (de 55,8% para 71,4%).
O spread bancário (diferença entre o custo de captação dos bancos e as taxas de juros cobradas dos clientes) teve alta de 11,7 pontos percentuais (de 28% para 39,7%).
Para as empresas, a elevação foi de 4,6 pontos percentuais (de 13,6% para 18,2%). Já em relação às pessoas físicas, o spread aumentou 17,9 pontos percentuais (de 40,6% para 58,5%).
As pessoas jurídicas tiveram prazo médio de 25,9% em junho deste ano, com ampliação de 254,8% sobre o mesmo mês de dez anos atrás quando esse tempo girava em torno de 7,3 meses. Para as pessoas físicas, as instituições financeiras elevaram o período de parcelamento em 374,5%, passando de 11 meses para 52,2 meses.
Inadimplência
Os atrasos de pagamento por um período superior a 90 dias estão maiores, aponta a Anefac. Enquanto em junho de 2006, 4,6% dos compromissos assumidos não estavam em dia, em junho de 2016 a proporção subiu para 5,6% do total das operações.
Em relação a empréstimos tomados por empresas, a inadimplência cresceu de 2,3% para 5,1% e, no caso das pessoas físicas, a proporção caiu, passando de 7,2% para 6,1%.

PF prende dois servidores do INSS em operação contra fraudes na Previdência

A Polícia Federal deflagrou hoje (11) operação contra fraudes em benefícios da Previdência Social no Amazonas e prendeu em Manaus dois servidores públicos acusados de envolvimento em um esquema fraudulento de concessão de benefícios.
Sete pessoas foram levadas a Superintendência da PF no Amazonas para prestarem esclarecimentos e cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estima que as fraudes geraram prejuízo de mais de R$ 15 milhões. De acordo com o delegado Marcelo Maceiras, as investigações começaram no ano passado, a partir de denúncias recebidas pela ouvidoria do órgão desde 2009.
“Essas informações nos foram repassadas. Foram identificados como ponto comum dessas várias denúncias dois servidores de uma agência específica da Previdência Social em Manaus. Eles trabalhavam no atendimento e tinham o poder e a atribuição de inserir dados nos sistemas de informação da Previdência Social e isso possibilitava a liberação de benefícios”, disse o delegado.
A PF também descobriu a participação de aliciadores de beneficiários no esquema. “Identificamos também pelo menos dois aliciadores que cooptavam beneficiários que tinham interesse em receber benefícios, mas não cumpriam os requisitos. Eles encaminhavam esses beneficiários em potencial para os servidores que tomavam as providências para a liberação dos benefícios”, completou.
Esquema
As investigações continuam para que os aliciadores e possíveis beneficiários envolvidos nas fraudes sejam identificados. No esquema criminoso, os servidores, um homem e uma mulher, geralmente ficavam com a primeira parcela do benefício. Segundo o delegado, não é a primeira vez que a dupla é investigada. “O servidor já foi indiciado duas vezes por nós. Chegou a ser denunciado na Justiça Federal e escapou pela prescrição. A servidora já foi indiciada uma vez. Todos os casos foram por estelionato contra a Previdência Social”, contou o delegado.
O chefe da Assessoria de Pesquisa Estratégica do Ministério da Previdência Social, Marcelo Ávila, informou que os dois servidores foram afastados. Eles teriam concedido cerca de 260 benefícios de forma irregular. A maioria deles é de auxílio-doença, mas também há aposentadorias, pensão por morte e salário-maternidade, que podem variar de um salário-mínimo a R$ 5 mil por mês.
“Desses 260 [benefícios], apenas 47 hoje estão ativos. Todos serão avaliados, mas é lógico que a prioridade são esses benefícios que ainda estão sendo pagos. Esses processos vão ser encaminhados para o INSS. Após concluídas as análises desses benefícios que esses servidores participaram da concessão, os processos vão ser encaminhados para a corregedoria do INSS, que vai abrir um processo administrativo disciplinar que pode resultar na exoneração ou demissão desses servidores”, explicou Ávila.
Os servidores suspeitos vão cumprir prisão temporária de cinco dias. Eles podem responder pelos crimes de estelionato, inserção de dados falsos em sistemas de informação, corrupção e associação criminosa.
Amapá
A Polícia Federal também deflagrou hoje uma operação no Amapá para combater fraudes no recebimento do benefício de Amparo Social ao Idoso da Previdência Social. Estão sendo cumpridos 13 mandados de prisão preventiva, 16 de busca e apreensão, quatro de condução coercitiva e sequestro de bens, principalmente na capital, Macapá, e no município de Santana. As investigações constataram que diversas pessoas usaram documentos e nomes falsos para cadastro e concessão do benefício, que é de um salário-mínimo.
Denúncias de irregularidades ou fraudes em benefícios da Previdência Social podem ser feitas pelo número de telefone 135.

Serra suspende passaporte diplomático do pastor R.R. Soares

:
Portaria do Ministério de Relações Exteriores publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira suspende a concessão de dois passaportes diplomáticos a dois missionários evangélicos: o pastor fundador da Igreja Internacional da Graça de Deus, R. R. Soares, e sua mulher, Maria Magdalena Soares; os passaportes haviam sido concedidos pelo ministro interino José Serra em junho deste ano; suspensão acontece após determinação da Justiça Federal de São Paulo, sob argumento de que constituiria 'desvio de finalidade, além de ser incompatível com do ponto de vista moral'
Ministério de Relações Exteriores publicada no Diário Oficial da União de hoje (11) suspende a concessão de dois passaportes diplomáticos a dois missionários evangélicos: o pastor fundador da Igreja Internacional da Graça de Deus, Romildo Ribeiro Soares, e sua mulher, Maria Magdalena Bezerra Ribeiro Soares.
Os passaportes haviam sido concedidos pelo ministro José Serra em junho deste ano. As suspensões ocorreram após determinação da Justiça Federal de São Paulo, sob o argumento de que constituiria desvio de finalidade, além de ser incompatível com do ponto de vista moral.

Gilmar Mendes autoriza abertura de processo contra PMDB e PP

Investigação apura irregularidades em doações para campanhas eleitorais

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, atendeu a um pedido da corregedora-geral eleitoral, ministra Maria Thereza de Assis Moura, e autorizou a abertura de processos para apurar supostas irregularidades financeiras envolvendo o Partido Progressista (PP) e o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).
Os indícios de irregularidades foram apontados por documentos enviados ao TSE pela 13ª Vara Federal de Curitiba por meio do juiz Sérgio Moro, constantes dos autos da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) 194358, da qual a ministra Maria Thereza é relatora.
De acordo com a decisão da ministra, “a análise preliminar da volumosa documentação denota a existência de fatos graves a exigir a devida apuração”. Entre as informações enviadas pelo juiz Sérgio Moro há o depoimento do investigado na operação Lava Jato, Paulo Roberto Costa, que confirma o repasse de valores aos dois partidos por meio de empreiteiras que mantinham contrato com a Petrobras. 
Presidente do TSE havia já pedido abertura de procedimento para investigar o PT
Presidente do TSE havia já pedido abertura de procedimento para investigar o PT
Além do depoimento, existem recibos e comprovantes de transferências bancárias e doações feitas a campanhas eleitorais que exigem análise específica, conforme explicou a relatora em sua decisão. Segundo ela, há indícios de práticas ilegais que denotam pagamento de propina travestida de doação para partidos. 
A ministra pediu investigação também do PT. Caso as acusações de propina disfarçada de doação de campanha sejam comprovadas, os três partidos podem até perder o registro na Justiça Eleitoral.
Mendes havia pedido à ministra a abertura de procedimento para investigar o PT. A ministra decidiu pela abertura da investigação contra o Partido dos Trabalhadores, mas durante a sessão de julgamento, pediu ao plenário do Tribunal que os três processos fossem distribuídos livremente entre os ministros do TSE. Ela entendeu que a questão não deve ser analisada somente pelo corregedor. Durante o debate a respeito da questão de ordem apresentada, o ministro Henrique Neves pediu vista.
No despacho de Mendes que abre os processos contra o PP e o PMDB, o ministro lembra os pedidos de vista de Henrique Neves e de livre distribuição feito pela ministra e diz que os processos contra o PP e o PMDB devem ser distribuídos “na forma que vier a ser definida pelo plenário”. As investigações, então, só terão início depois que o plenário decidir sobre a questão de ordem apresentada. A previsão é que o julgamento seja retomado no próximo dia 23.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Conheça Tudo Sobre a Nova Mitsubishi L200 Triton Sport 2017

Mitsubishi venderá All New L200 Triton Sport desde R$ 131.990

Nova geração é fabricada no Brasil e vai complementar em outubro família L200
Luís Perez
Feita no Brasil, All New L200 Triton Sport amplia linha de picapes da marca Feita no Brasil, All New L200 Triton Sport amplia linha de picapes da marca
A Mitsubishi vende a partir de outubro a All New L200 Triton Sport. Fabricada em Catalão (GO), a picape traz sofisticação e conforto, ampliando a tradicional linha de picapes da marca japonesa.
Serão três versões (com respectivos preços): L200 Triton Sport HPE Top (R$ 174.990), L200 Triton Sport HPE (R$ 164.990) e L200 Triton Sport GLS (R$ 131.990), todas repaginadas – o visual ficou bem moderno.

Por enquanto o Carpress ainda não dirigiu o modelo, mas a Mitsubishi promete muita força, robustez e ótima dirigibilidade, sem abrir mão de desempenho e conforto. Seu motor é 2.4 turbodiesel de 190 cv de potência e 43,8 kgfm de torque (força), com profusão de alumínio, associado ao sistema MIVEC, capaz de entregar alto torque em baixas rotações e generosa potência em regimes elevados.

Esse motor é associado a uma transmissão automática que permite até 20 combinações de marcha – os Paddle Shifters (borboletas atrás do volante que permitem trocas sequenciais) garantem a esportividade. Na versão GLS o câmbio é manual de seis marchas.

Seu design lateral foi desenvolvido para expressar a personalidade da picape, oferecendo visual único por meio do J-Line, que resulta em melhor performance. Por esse sistema, foi possível reduzir a distância entre-eixos sem prejudicar o conforto interno e a capacidade de carga. O raio de giro agora é de só 5,9 metros.










Visual ficou mais arrojado, sem perder de vista a robustez

O sistema de Tração Super Select II é o mais completo do mercado, podendo atuar em 4x2, 4x4 (que pode rodar no asfalto), 4x4 com bloqueio do diferencial central e 4x4 reduzida. As trocas podem ser feitas pelo seletor no console central. Além disso, o veículo tem o bloqueio do diferencial do eixo traseiro – em situações extremas, em que as rodas ficam suspensas, como valetas transversais ou terrenos com erosões, com um toque no botão supera os obstáculos.

Em números a valentia se traduz em um ângulo de entrada de 30°, de saída de 22°, de rampa de 26°, inclinação lateral de 45°, altura livre do solo de 220 milímetros e travessia com água de 600 mm.

A caçamba traz paredes laterais mais altas para reforçar a robustez do design exterior. Com isso ela se tornou mais funda, ampliando sua capacidade volumétrica. A capacidade de carga é de 1.075 kg. O brake-light vem integrado à tampa traseira.

“A nova L200 Triton Sport é a evolução de um projeto de muito sucesso e ousadia. Carrega toda a experiência de quase 40 anos que a Mitsubishi Motors tem no desenvolvimento de picapes”, afirma Reinaldo Muratori, diretor de Engenharia e Planejamento da Mitsubishi.

“Em sua quinta geração, o projeto foi concebido sob o conceito Ultimate Sport Utility Truck, com estilo dinâmico e atlético, esportividade e prazer ao dirigir; sofisticação, conforto e silêncio similares a um veículo de passeio. Além do máximo em praticidade e durabilidade para usos comerciais. É a evolução de um produto confiável e com muita aptidão off-road.”

Interior sofisticado

Por dentro chamam a atenção os acabamentos em Piano Black e Chrome-Like Silver no painel e no console central, nos painéis de porta e no seletor eletrônico da tração 4x4. Para proporcionar um interior ainda mais aconchegante, a picape vem com ar-condicionado dual zone, sistema multimídia Power Touch com tela de 7 polegadas, botão Start/stop para partida sem chave, câmera de ré e sensores de chuva, luminosidade e estacionamento. Os bancos de couro têm melhor ergonomia e foram desenvolvidos para oferecer mais conforto em viagens longas. O do motorista traz regulagem elétrica.

Para a segurança dos ocupantes, há nove airbags – frontais, laterais, de cortina e para o joelho do motorista, além de cintos dianteiros pré-tensionados que se ajustam para reduzir os impactos ao corpo do passageiro em caso de uma eventual colisão frontal. O veículo é equipado com sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis.

Outra novidade no modelo é o dissipador de água para trechos alagados. Assim, a água não é projetada para o para-brisa, o que atrapalha a visão do motorista, mas é lançada para as laterais.

A nova suspensão SDS II tem barra estabilizadora expandida e molas helicoidais mais rígidas, que trabalham em harmonia com os amortecedores. Na dianteira é independente, com braços triangulares duplos, amortecedores hidráulicos, molas helicoidais e barra estabilizadora. Na traseira, eixo rígido e molas semielípticas.




Interior é aconchegante, com diversos dispositivos sofisticados

O volante vem com ajustes de profundidade e altura, além dos comandos de áudio, controlador de velocidade e acesso ao telefone por Bluetooth. Com o Keyless Operation System, é possível travar e destravar as portas sem usar a chave.

A All New L200 Triton Sport vem equipada com controle de tração e estabilidade, bem como assistente de partida em rampa e controle de descida. Para completar, tem ainda ESS (Emergency Stop Signal), sinalização de frenagem de emergência, que funciona como um alerta para evitar colisões, acionando as luzes de frenagem de forma intermitente.

A nova picape será oferecida em nove cores: branco Alpino, branco Fuji, prata Rodhium, prata Cool, cinza Londrino, preto Ônix, vermelho Rubi, marrom Cacau e azul Petróleo. Embora o lançamento seja só em outubro, interessados podem conhecer o modelo preenchendo um cadastro pelo site www.noval200triton.com.br.

Completa a gama L200 Triton no país as versões Savana manual (R$ 138.990), Savana automática (R$ 146.990), Outdoor automática (R$ 136.990), GLX manual (R$ 111.990), GL manual (R$ 105.990) e 2.4 Flex Outdoor (R$ 91.990)

Produção industrial no Amazonas reduz 18,1% em um ano, aponta IBGE

Queda foi a mais acentuada do país; dados foram divulgados nesta quarta.
Em junho, produção industrial também mostrou variação negativa de 0,3%.

A produção industrial no Amazonas reduziu 18,1% nos últimos 12 meses, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta quarta-feira (10). A queda foi a mais acentuada do país.
Em junho de 2016, a produção industrial do estado, ajustada sazonalmente, também mostrou variação negativa de 0,3% em relação a maio, após também recuar em abril, com 12,6% e avançar em maio (13,3%).

"Ainda na série com ajuste sazonal, o índice de média móvel trimestral apontou variação negativa de 0,4% no trimestre encerrado em junho frente ao patamar do mês anterior, devolvendo, assim, parte do ganho de 5,5% assinalado em maio", informou.
Na comparação com igual mês do ano anterior, o setor industrial recuou 8,5% no índice mensal de junho de 2016, 27º taxa negativa consecutiva neste tipo de confronto.

Na análise trimestral, o segundo trimestre de 2016 caiu 11,8%, assinalou queda menos intensa do que a observada nos três primeiros meses do ano (-21,3%), ambas as comparações contra iguais períodos do ano anterior.

O índice acumulado de janeiro a junho de 2016 apontou redução de 16,8% frente a igual período do ano passado.

Nove das dez atividades pesquisadas assinalaram queda na produção em julho deste ano.
Os setores de outros equipamentos de transporte (-28,2%) e de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (-15,3%) exerceram as influências negativas mais relevantes sobre o total da indústrial.
No índice acumulado do período janeiro a junho de 2016, dez atividades pesquisadas mostrando queda na produção.

"O setor de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (-32,7%) exerceu a influência negativa mais relevante sobre o total da indústria, pressionado, em grande parte, pela menor produção de televisores, gravador ou reprodutor de 12 sinais de áudio e vídeo (DVD, home theater integrado e semelhantes), receptordecodificador de sinais de vídeo codificados, rádios para veículos automotores e rádios em geral, telefones celulares e monitores de vídeo", informou o IBGE.

Eike Batista participa de culto na Assembleia de Deus

O empresário Eike Batista participou de um culto na Assembleia de Deus, em Rocha Miranda, na zona norte do Rio de Janeiro, na noite desta segunda-feira. 
Vídeos e fotos com Eike foram publicados nas redes sociais por fiéis e frequentadores da igreja onde o culto ocorreu. "Ontem tive a surpresa desse homem: Eike Batista recebendo a palavra do eterno, Gloriaaa a Deus, que mais almas se rendam aos pés do Salvador!!!", escreveu a missionária Paula Rangel no Facebook ao publicar uma foto em que aponta para Eike Batista. Em um vídeo, é possível assistir ao momento em que Paula chama Eike Batista para perto do palco e "abençoa" o empresário. Diz que "Deus está arrancando Eike da solidão" e que ele chegou onde chegou pois "confiou nas pessoas erradas". 
"Deus usando a missionária Paula Rangel como canal de benção pra vida do empresário Eike Batista a honra e glória e de Deus em um culto abençoado tarde da benção", escreveu Bianca Felipe ao publicar o vídeo com a cena.

Os relatos apontam que Eike Batista teria se convertido ao Evangelho. "Eike Batista aceitou Jesus, o Diabo perdeu", escreveu o pastor Daniel Silva, que também publicou uma selfie com Eike. 
No Youtube, um canal gospel publicou um vídeo do culto mostrando Eike na primeira fileira.

sábado, 6 de agosto de 2016

Partidos devem registrar candidatos até dia 15


Em Belo Horizonte, Justiça Eleitoral apreende nas ruas material de campanha utilizados fora do horário permitido
Campanha: a partir do dia 16, os candidatos poderão usar alto-falantes nas suas sedes ou veículos, além de distribuir material impresso, caminhadas e carreatas
Daniel Weterman, do Estadão Conteúdo
Após o fim do prazo para a realização das convenções partidárias, na sexta-feira, 5, os partidos políticos terão até dia 15 de agosto para apresentar nos cartórios eleitorais o registro dos candidatos a prefeito e vereador.
No dia seguinte, 16, uma terça-feira, começa o período de propaganda eleitoral nas ruas e na internet, de acordo com calendário divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
A partir do dia 16, os candidatos poderão usar alto-falantes nas suas sedes ou veículos das 8 às 22 horas, além da distribuição de material de propaganda impresso, caminhadas e carreatas.
A campanha poderá ser feita até o dia 1º de outubro, nas vésperas do primeiro turno das eleições.
Comícios e reuniões públicas em local fixo deverão se encerrar três dias antes do pleito. A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão ocorrerá de 26 de agosto a 29 de setembro, terminando três dias antes do primeiro turno.
No dia 30, ainda será permitida a veiculação de propaganda eleitoral paga na imprensa escrita.
Os partidos e coligações deverão declarar à Justiça Eleitoral os gastos de campanha do dia 9 ao dia 13 de setembro. A Justiça irá divulgar esses gastos publicamente no dia 15.
Nestas eleições, os candidatos devem receber apenas transferências do Fundo Partidário e doações de pessoas físicas.
No dia 12 de setembro, todos os pedidos de candidatura devem estar julgados pela Justiça, segundo regra do TSE. Nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito, a partir do dia 17 de setembro. Para os eleitores, essa condição valerá a partir do dia 27.
Segundo turno
Cidades com mais de 200 mil eleitores realizarão o segundo turno no dia 30 de outubro. A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão desse período começará até dia 15 e terminará a dois dias da eleição.
O prazo para comícios até três dias antes e para campanha nas ruas até a véspera do pleito também vale para o segundo turno.

http://exame.abril.com.br/

A presença de Temer não foi anunciada eTemer é vaiado durante abertura da Olimpíada no Rio

O presidente em exercício, Michel Temer, foi vaiado durante a cerimônia de abertura da Olimpíada, na noite desta sexta-feira (5), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.
Na parte final da cerimônia, sob muitas vaias e alguns aplausos, Temer assumiu o microfone e falou a frase que abre oficialmente os jogos. 
No início do evento, ele não havia sido anunciado. Pelo protocolo, o nome do presidente do país-sede é anunciado junto com o do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), mas apenas Thomas Bach foi anunciado antes do hino nacional.
A assessoria de Temer afirmou que o presidente em exercício não pediu à organização para não ser anunciado, e que todo o formato da cerimônia foi definido pelo COI. Inicialmente, havia a informação de que Temer tinha pedido para não ter o nome anunciado.
Segundo o "O Globo", no guia de mídia entregue aos jornalistas antes do evento, estava prevista a "apresentação dos presidentes" do COI e do Brasil, mas Temer ficou de fora do anúncio. Na semana passada, ele disse estar "preparadíssimo" para receber vaias na cerimônia de abertura.
Durante o dia, ocorreu em Copacabana um protesto que pedia a saída de Temer e a volta da presidente afastada Dilma Rousseff. Por causa da manifestação, o trajeto da tocha olímpica precisou ser alterado.

Datena chama de 'Pokétrouxas' os fãs do game Pokémon Go

"Eu acho isso de uma imbecilidade, uma babaquice tão grande", disse o apresentador da TV Bandeirantes; ele também citou sobre a forma como a criminalidade pode se aproveitar da distração dos usuáriosEnviar por e-mail

Datena se irrita e
José Luiz Datena
Durante a exibição do programa "Brasil Urgente" da última quarta-feira (3) o apresentador José Luiz Datena resolveu dar sua opinião a respeito do game Pokémon Go, que vem fazendo sucesso no Brasil nos últimos dias.
"Agora inventaram o negócio de achar Pokémon. Eu acho isso de uma imbecilidade, uma babaquice tão grande. O cara vai encontrar um bichinho virtual e fala: 'Mas isso é o início da realidade virtual'. Pô, realidade virtual com Dilma, com Temer, com PT, com essa situação política, esse país quebrado e você atrás de bichinho na rua? Ah, vai te catar!", disse.
Datena também citou sobre a forma como a criminalidade pode se aproveitar da distração dos usuários, os quais chamou de 'Pokétrouxas', antes de continuar a bronca: "Alguns manés devem estar me xingando. 'Pô, esse velho', e tal. Sou velho mas não sou otário igual vocês. Não têm o que fazer, não, além de pegar esses bichinhos? Isso é uma imbecilidade. Nada contra a evolução, mas isso aí é de uma burrice imperdoável".