.

.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Bragantino gasta mais que Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo juntos

O Red Bull Bragantino tem mostrado, sozinho, mais força no mercado da bola do que os quatro grandes de São Paulo juntos. Com aporte da empresa de bebidas energéticas, o clube planeja gastar até R$ 200 milhões para reforçar seu elenco e já mostrou até que tem condições de tirar jogadores das maiores equipes do país. O exemplo mais recente disso foi a compra de Artur, do Palmeiras, por R$ 27 milhões. O jogador estava nos planos de Vanderlei Luxemburgo, mas será vendido para ajudar a fechar as contas do Alviverde.

São Paulo e Palmeiras também acreditam que têm elencos mais bem preparados do que o Corinthians. Por isso mesmo, os dois clubes previam um dezembro com menos ação. Eles ainda não contrataram ninguém, e seus reforços para 2020 até aqui são jogadores que voltam de empréstimo ou que serão promovidos das categorias de base. O Santos também tem trabalhado pouco no mercado da bola nos últimos dias. Além do técnico Jesualdo Ferreira, o clube tem como novidades Raniel, trocado por Vitor Bueno com o São Paulo, e Vladimir, que retorna de empréstimo. Enquanto isso, o Red Bull Bragantino fecha reforços oriundos dos clubes grandes do estado e ainda ataca o resto do país. O clube do interior contratou Alerrandro, do Atlético-MG, por R$ 14 milhões, e ainda quer Cleiton, também do Galo, oferecendo R$ 18 milhões pelo goleiro. Thonny Anderson, do Grêmio, é outro alvo. O Tricolor gaúcho recebeu proposta de R$ 15 milhões pelo jogador e está perto de liberá-lo. Zago pode sair do Red Bull Bragantino mesmo sem acordo por multa Por falta de opção no país, Red Bragantino procura um treinador estrangeiro Topo 30/12/2019 Mercado da bola 2020: Bragantino gasta mais do que 4 grandes juntos https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2019/12/30/red-bull-gasta-mais-do-que-palmeiras-spfc-corinthians-e-santos-juntos.htm 3/7 No mercado internacional, o Red Bull adquiriu Leo Ralpe, zagueir 

Corinthians quer mais três reforços após anunciar Luan e acertar com Cantillo

Após anunciar a contratação do meia-atacante Luan e encaminhar a chegada de outro volante, Victor Cantillo, que está perto de ser anunciado como reforço após a viagem do presidente Andrés Sanchez à Colômbia para negociar pessoalmente com o Junior Barranquilla, o Corinthians ainda correrá para acertar a chegada de mais nomes para o elenco, de olho na disputa da segunda fase da Conmebol Libertadores de 2020.

Segundo apuração do FOXSports.com.br, o Timão ainda trabalha para contratar mais três jogadores para a próxima temporada: um zagueiro, um lateral-esquerdo e outro atacante que atue pelas pontas do campo. O entendimento da diretoria é de que os nomes na mira ‘cheguem para jogar’, e possam assumir a condição de titular no time.

O favorito para o setor ofensivo no Parque São Jorge é Michael, revelação do BR-19 com o Goiás. O clube paulista formalizou uma proposta de 5 milhões de euros (cerca de R$ 22,5 milhões) por 50% dos direitos do atacante, e aguarda uma resposta por parte dos goianos. Nas últimas semanas Palmeiras e Flamengo também entraram na briga pelo jogador, e dificultaram as coisas para o Corinthians.

Na lateral-esquerda o Plano A do Timão é Sidcley. Em entrevista a Ricardo Lay, repórter dos canais FOX Sports, antes do sorteio da Libertadores, em Luque, na sede da Conmebol, Andrés Sanchez confirmou que aguardará até 12 de janeiro para ter a definição por parte do Dínamo de Kiev, da Ucrânia, pela proposta de empréstimo feita pelo defensor.

A posição de zagueiro é, neste momento, a que desperta menos urgência dentro dos dirigentes do Corinthians. E isso passa diretamente pela avaliação do técnico Tiago Nunes dos nomes à disposição no elenco. Com Gil consolidado como o grande nome do setor, o treinador terá à disposição os jovens Léo Santos, Bruno Mendez e Pedro Henrique. Esse último, inclusive, trabalhou com o comandante no Athletico-PR nesta temporada.

O elenco do Corinthians se reapresentará na próxima segunda-feira (06), e seguirá nos dias seguintes para os Estados Unidos, onde disputará a Florida Cup de 2020. O Timão se prepara para a disputa da segunda fase de Conmebol Libertadores, e vive a expectativa de conhecer seu adversário, que sairá do confronto entre San Jose (BOL) x e Guaraní (PAR). As partidas acontecem nos dias 05 e 12 de fevereiro.

Após impasse com Federação Paulista, Flamengo comunica que não disputará a Copinha em 2020

Impossibilitado de trocar jogadores previamente inscritos para disputar a competição, Rubro-Negro alega que seis atletas se lesionaram e a maioria irá disputar o Carioca pelo profissional.

Duas horas depois de a Federação Paulista de Futebol (FPF) negar o pedido para trocar jogadores inscritos na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Flamengo se manifestou no fim da tarde desta segunda-feira e anunciou que não vai disputar o torneio em 2020.
A ideia era trocar pelo elenco sub-17, que foi campeão brasileiro. Em nota oficial, o clube lembrou que vai precisar usar vários jogadores de seu time sub-20 no profissional durante o início do Campeonato Carioca, devido às férias tardias de seu elenco principal após a disputa do mundial de Clubes. Além disso, sem citar nomes, revelou que seis atletas inscritos se lesionaram.
Em carta ao Flamengo, a FPF lembrou que a data final para troca de jogadores era 25 de novembro – portanto dois dias depois de o clube ter conquistado a Libertadores e ter se classificado ao Mundial de Clubes. Na nota, o Rubro-Negro citou apenas a impossibilidade dentro do "prazo limite regulamentar das inscrições".
Tetracampeão da Copinha, o Flamengo estava no Grupo 25, ao lado de Água Santa, Trem e Vitória da Conquista, e estrearia no próximo sábado. Segundo o regulamento da competição, um time que desistir do torneio depois de ter confirmado presença fica proibido de participar das próximas cinco edições do torneio – além de multa de R$ 20 mil. O clube não se manifestou sobre o risco de punição.
A Federação Paulista de Futebol deve tomar uma decisão sobre o assunto nesta terça-feira. 
Confira a nota do clube na íntegra: 
"O Clube de Regatas do Flamengo informa que não participará da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2020, competição sempre valorizada pelo clube, detentor de quatro títulos do torneio ao longo da história.
A decisão se deve ao histórico desempenho do time profissional na temporada 2019, que fez com que o calendário de jogos se estendesse até o final de dezembro - com a participação no mundial de clubes.
Isso vai fazer com que as férias dos jogadores profissionais se encerrem apenas no final de janeiro.
Sendo assim, o Flamengo contará com grande parte do elenco da categoria Sub-20, antes inscritos na Copa São Paulo, para os primeiros jogos da Taça Guanabara, cujo início se dará em meados de janeiro. Além desse fato, seis jogadores inscritos na Copinha sofreram lesões que os impedem de jogar o torneio.
Sabendo disto e com a ressalva de que não era possível saber, no prazo limite regulamentar das inscrições, que o clube seria campeão da Copa Libertadores da América, o Flamengo ainda tentou a inclusão de novos atletas na lista que havia sido anteriormente enviada à Federação Paulista de Futebol. Infelizmente, o pedido foi negado pela organização do campeonato.
Dessa forma, o clube decidiu por não participar da competição, agradecendo ao convite recebido para a disputa e desejando todo o sucesso ao evento".

Com casamento gay, Minha Mãe é Uma Peça 3 Fatura mais de 30 Milhões na estreia

Mesmo sendo alvo de uma grande polêmica antes de sua estreia, o filme Minha Mãe é Uma Peça 3 surpreendeu e foi um sucesso em seu primeiro final de semana. O longa faturou R$ 30,7 milhões.
O novo filme de Paulo Gustavo, que conta com casamento gay, atraiu cerca de 1,8 milhões de pessoas para as salas de cinema. Este número corresponde 70% do faturamento do cinemas nacionais do último final de semana.
No ranking de espectadores, o segundo a aparecer na lista é o filme Star Wars: A Ascensão Skywalker, que arrecadou R$ 9,9 milhões. Apenas no Brasil, a obra de J.J Abrams, que tem rendido comentários pelo seu beijo gay, já faturou R$ 38,6.
“Deixa eu explicar uma coisa para vocês, eu não retirei a cena do filme, porque simplesmente a cena não existe. Não tem essa cena no filme”, iniciou o pai de Romeu e Gael, em uma série de vídeos.Nos últimos meses o filme tem enfrentado críticas por ter um casamento entre dois homens sem beijo. Após muitos comentários negativos, Paulo Gustavo se pronunciou afirmando que não houve censura do aclamado beijo gay.

Doutor Estranho 2 terá estreia de personagem grande no MCU

A sequência de Doutor Estranho marcará a estreia de um personagem importante do MCU, segundo uma declaração de Kevin Feige. Falando em um painel na NYFA, o presidente da Marvel Studios falou sobre a introdução, mas não revelou a identidade do papel:
"O filme do Doutor Estranho, por exemplo, terá novos personagens do MCU que farão sua estreia. Você não espera isso e nem adivinhará quem é, mas nós encontramos um jeito legal de funcionar porque queríamos fazer um tipo específico de filme. E tinha um personagem que sempre quisemos usar que se encaixa muito bem ali".
No mesmo evento, Feige revelou também que, apesar de não classificar o longa como terror, Doutor Estranho 2 terá cenas assustadoras - leia mais.
Scott Derrickson retorna para a direção em Doctor Strange in the Multiverse of Madness e Benedict Cumberbatch reprisa o papel do Mago Supremo. A sequência começa a ser rodada em 2020, segundo Benedict Wong, o Wong - saiba mais. Além disso, a Feiticeira Escarlate estará presente no longa, que terá conexão com a série Wandavision.
O primeiro filme do Doutor Estranho chegou aos cinemas em 2016 e arrecadou US$ 677 milhões na bilheteria mundial.

Açailândia Comunicado Sobre o Concurso Público 2019

Comunicado sobre o cancelamento e devolução da taxa de inscrição de concurso público da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA regido pelo Edital de Abertura nº 01/2019.

Considerando a anulação do concurso público regido pelo Edital de Abertura nº 01/2019, a Prefeitura Municipal de Açailândia torna público os procedimentos a serem adotados para a devolução dos valores da taxa de inscrição aos candidatos que tiveram a inscrição deferida.

Os candidatos inscritos no Concurso Público em referência, que desejarem a devolução do valor pago a título de inscrição, deverão efetuar a solicitação no período de 15 de janeiro de 2020 a 25 de fevereiro de 2020.

O candidato deverá preencher o formulário e encaminhá-lo para o e-mail, restituicao-
concurso@acailandia.ma.gov.br


A devolução dos valores ocorrerá mediante a confirmação do pagamento de inscrição.

Atenciosamente,

Assessoria Especial de Comunicação.
PMA - Prefeitura Municipal de Açailândia.

PUBLICADO EM: 30/12/2019.

sábado, 28 de dezembro de 2019

O Vereador Jarlis Adelino Está Trabalhando em um Projeto Cultural que será destaque em 2020 em Açailândia

Jarlis Adelino
Poucos conhece uma parte da minha historia, já fiz parte da classe artística de Açailândia na década de 90, porém nunca esqueci minhas raízes, estamos desenvolvendo um projeto social para os jovens o ano que vem. Já conseguimos grandes parceiros que irão nós ajudar nesse trabalho que visa principalmente dar oportunidades aos jovens de Açailândia. É um projeto inovador e desafiador, porem não estarei sozinho na organização do projeto, em breve todos saberão, ainda estou trabalhando no projeto falta muito pouco para concluir por isso não quero adiantar muita coisa, desde já posso garantir que a juventude vai gostar, vamos dar oportunidades aos nossos artistas disse o vereador Jarlis Adelino.

O Vereador Jarlis Adelino ao longo de 2019, vinha buscando parceiros para desenvolver um trabalho social no mundo artístico em Açailândia, voltado para a classe jovem, essa parceria foi encontrada, porém o vereador não quis adiantar mais detalhes sobre o projeto.
 A previsão é que em maio de 2020 o projeto seja apresentado a todos. vamos aguardar...

Fonte: Assessoria Vereador Jarlis Adelino 

Bolsonaro veta projeto que concede incentivos ao cinema brasileiro

Presidente diz que texto não indica fonte de custeio; veto pode ser derrubado por parlamentares


O  presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente um projeto de lei, aprovado pelo Congresso Nacional em meados deste mês, que concede isenções de impostos para a instalação e modernização de cinemas e também permite empresas e pessoas físicas possam aplicar parte de seus tributos na produção de filmes brasileiros. Desde que assumiu, em janeiro de 2019, o presidente da República vem fazendo fortes críticas ao cinema nacional.
O veto de Bolsonaro ainda será analisado pelo Legislativo e poderá ser derrubado pelos parlamentares. De autoria do deputado Marcelo Calero (Cidadania-RJ) e relatoria da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), o projeto garante a vigência do Regime Especial de Tributação para Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica (Recine), voltado à expansão e à modernização do parque cinematográfico brasileiro. Ele determina que as compras de equipamentos (como poltronas, telas e projetores) para construção e modernização de salas de cinema sejam desoneradas de todos os impostos federais.
Autor da proposta, Marcelo Calero disse ao GLOBO ter iniciado neste sábado a articulação política no Congresso para derrubar o veto do presidente à lei.  
— É inacreditável o obscurantismo do governo e a falta de visão da importância de uma indústria que gera mais de 300 mil empregos e responde por meio ponto percentual do PIB — criticou o deputado.
Em 2019, segundo dados da Ancine, foram aprovados aproximadamente R$27 milhões de isenção fiscal através do Recine, para compra de bens, máquinas e equipamentos destinados a construção de novas salas. Além disso, foram aprovados cerca de R$ 11 milhões para modernização, sendo a maior parte destinada à aquisição de equipamentos para acessibilidade a portadores de necessidades especiais.
O presidente também vetou outro mecanismo do mesmo projeto de lei, que estende o prazo dos benefícios fiscais previstos na Lei do Audiovisual e permite a pessoas físicas e jurídicas deduzir do Imposto de Renda valores que financiariam projetos de produção cinematográfica e audiovisual aprovados pela Agência Nacional do Cinema (Ancine).
Ao vetar o texto, Bolsonaro apontou a inexistência de fonte de recursos para bancar a postergação dos incentivos fiscais, conforme prevê a legislação em vigor, incluindo a Lei de Responsabilidade Fiscal.
"De acordo com a justificativa, a propositura legislativa, ao dispor sobre prorrogação de benefício fiscal, cria despesas obrigatórias ao Poder Executivo, sem que se tenha indicado a respectiva fonte de custeio, ausentes ainda os demonstrativos dos respectivos impactos orçamentários e financeiros", diz um trecho de um comunicado divulgado na noite de sexta-feira.
Calero afirmou não concordar com as justificativas apontadas pelo governo para derrubar a proposta.
— As justificativas (de que não havia previsão orçamentária e afins) não são verdadeiras. Trata-se de um teto único, que é a Lei Rouanet. As justificativas de que não existe previsão orçamentária não procedem.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Bragantino busca jogadores de Corinthians, Palmeiras e SP

Equipe do interior paulista investe pesado, tenta tirar jovens destaques de rivais paulistas e também de outros clubes pelo Brasil


Bragantino promete incomodar os rivais na próxima temporada e para mostrar que não está para brincadeira, tem demonstrado muita força e agressividade no Mercado da Bola. A equipe de Bragança Paulista, mais forte após a parceria com o Red Bull, foi buscar em alguns de seus principais concorrentes na Série A, os reforços necessários para fazer bonito em 2020. O clube encaminha acerto com jogadores de CorinthiansPalmeirasSão PauloAtlético-MG e já tem reforços até do exterior.

Paralelamente a chegada de reforços, o Bragantino também se viu surpreendido com a possibilidade de perder seu treinador. Antonio Carlos Zago está de partida para o Kashima Antlers, mas a diretoria do Braga pede que seja pago os R$ 3 milhões de valor da multa contratual. O orçamento da equipe interiorana para a próxima temporada é de R$ 200 milhões. Confira os possíveis reforços do Bragantino para 2020. A tendência que é o clube vá atrás de outros nomes nos próximos dias.

Artur, atacante do Palmeiras

O Bragantino fez uma proposta ao Palmeiras no valor de R$ 25 milhões. Artur disputou o último Campeonato Brasileiro pelo Bahia, emprestado. A diretoria alviverde ainda não respondeu se aceita a oferta, já que inicialmente, o atleta estava nos planos do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Cleiton, goleiro do Atlético-MG

A proposta do clube paulista não agradou ao Atlético-MG e nem ao jogador, que pretende renovar seu contrato com o clube mineiro, mas a equipe de Bragança Paulista pretende fazer uma nova oferta.

Walce, zagueiro do São Paulo

Uma das apostas da base tricolor, o zagueiro foi um dos primeiros alvos do clube para 2020. A proposta inicial é de R$ 27 milhões, com a ideia de utilizá-lo por um ano e meio e depois repassá-lo ao Red Bull alemão. O São Paulo considerou o valor baixo e as negociações continuam. O Massa Bruta, como é conhecido o Bragantino, sondou também o atacante Helinho, mas não chegou a formalizar uma proposta.

Matheus Jesus, volante do Corinthians

O Corinthians deve comprá-lo do Estoril, de Portugal, e emprestá-lo ao Bragantino com um contrato de empréstimo válido até dezembro do ano que vem.

Thonny Anderson, meia do Grêmio

O Braga fez uma proposta que agradou ao Grêmio e ao jogador, que estava emprestado ao Athletico-PR. Os clubes estão fazendo os últimos ajustes antes de selar o acordo.

Alerrandro e Realpe, contratados

Os dois reforços já certos para o ano que vem são o atacante Alerrandro, que estava no Atlético-MG e o zagueiro Leo Realpe, do Independiente Del Valle. Juntos, eles custaram R$ 17,67 milhões.

Contrato entre Cruzeiro e Adidas prevê rescisão em caso de falência e rebaixamento; veja cláusulas

Executivo do clube criticou acordo com fornecedora de material esportivo

Horas depois de o Cruzeiro divulgar fotos dos uniformes da Adidas para 2020, o vice-presidente-executivo do clube, Vittorio Medioli, deu declaração bombástica sobre a possibilidade de rescindir o contrato de fornecimento de material esportivo. Segundo ele, a parceria só será vantajosa para a empresa alemã.

“Dar um contrato para a Adidas ganhar dinheiro, e o Cruzeiro segurar a brocha, não dá. Hoje tem que partir para uma marca própria. O que vale não é a marca Adidas, e sim a marca Cruzeiro. Para a nossa torcida, o que tem Adidas, Umbro, Nike é zero à esquerda”, disse o dirigente.

Nesta sexta-feira, o Superesportes teve acesso a trechos do contrato entre Cruzeiro e Adidas. O art. 8 dispõe exclusivamente sobre as cláusulas rescisórias.

No art. 8.1, alínea ‘a’, a Adidas pode interromper a parceria se o Cruzeiro registrar “pedido de falência (ou equivalente) ou de proteção de seus credores, ou tiver sido declarado falido (ou equivalente) por um tribunal de justiça”.

O Cruzeiro, por ser instituição sem fins lucrativos, não teria falência decretada. No entanto, em razão da dívida superior a R$ 700 milhões, o Núcleo Dirigente Transitório tenta transformar o clube em empresa no formato S/A (Sociedade Anônima) e se encaixar para conseguir recuperação judicial.

O contrato com a Adidas também pode ser quebrado em caso de rebaixamento do Cruzeiro à Série B (art 8.9, alínea ‘a’) ou à Série C (art. 8.9, alínea ‘b’).
Em entrevista à Rádio Itatiaia nesta sexta-feira, Carlos Ferreira Rocha, integrante do Conselho Gestor do Cruzeiro, concordou com a posição de Medioli, porém falou em rever as cláusulas contratuais, e não necessariamente rescindir.

O contrato com a Adidas realmente não foi muito bom para o Cruzeiro. Evidentemente, o Medioli falou isso com muita propriedade. Poderia ter sido muito melhor. Nós tratamos disso ontem na reunião, não tem nada definido, mas reitero que a Adidas deverá, sim, rever algumas cláusulas no contrato. Se não fica inviável mesmo”, disse.

“Hoje, com a marca própria, o Cruzeiro faturaria muito mais. A Adidas hoje só beneficiaria a ela. Até fazemos um apelo aos executivos da Adidas que sentem conosco e reveja algumas cláusulas. Esse contrato é deficitário para o Cruzeiro”, complementou.

Contrato


Nos moldes atuais, o Cruzeiro não receberá um valor fixo da Adidas, e sim um percentual da venda da empresa aos lojistas. O valor por peça para o comerciante seria de R$ 120. Além disso, há royalties de 7% das lojas oficiais do clube e da empresa de comércio eletrônico Netshoes.

Segundo números obtidos pelo Superesportes, o Cruzeiro embolsará, em 2020, 24% do dinheiro proveniente de negociações das peças de fábrica. Em 2021, ano do centenário do clube, a comissão sobe para 27%. 

Assim, em uma camisa com preço de custo de R$ 120, o Cruzeiro tem direito a 24% - ou seja, R$ 28,80. Já o uniforme vendido pelo lojista, por R$ 249,99, a participação seria de 7% - R$ 17,50. Na somatória, poderá faturar mais de R$ 46 por camisa.

As vendas da nova coleção começam nas lojas oficiais em 2 de janeiro, dia do aniversário de 99 anos do Cruzeiro. As camisas serão comercializadas a R$ 249,99, nas versões masculina e feminina, e R$ 229,99, no modelo infantil.

O cruzeirense ainda contará com um amplo portfólio de produtos, com jaquetas, shorts, meias e mochilas e diversos outros itens de linha masculina, feminina e infantil.

Fechado pelo ex-vice-presidente de futebol Itair Machado, o acordo com a Adidas é válido até dezembro de 2022, com opção de prorrogação para o fim de 2025. Em agosto, o clube antecipou royalties de R$ 2,5 milhões, a serem compensados por meio de comercialização de produtos. A projeção de arrecadação girava em torno de R$ 7 milhões no primeiro ano de contrato.

Deadpool 3 é confirmado

Ryan Reynolds deu aos fãs de Deadpool uma revelação empolgante durante o programa Live With Kelly and Ryan, confirmando oficialmente que Deadpool 3 está em desenvolvimento pela Marvel.


"É, estamos trabalhando nisso com o time inteiro envolvido," disse Reynolds. "Estamos na Marvel [Studios] agora, que é como jogar nas grandes Ligas. É meio louco. Então, sim, estamos trabalhando nisso."
Ainda não sabemos como Deadpool se encaixará no MCU e se ainda será classificado como para maiores de 18 anos de idade, mas há alguns meses o co-roteirista Paul Wernick disse que a Marvel lhes deu permissão para continuar fazendo filmes com esta classificação etária indicativa para a franquia Deadpool.
Na mesma época, Reynolds postou uma imagem de sua visita aos estúdios da Marvel, o que gerou especulações sobre um possível Deadpool 3.

Vale vai fazer obras de reforço em diques de uma das maiores barragens de MG, em Itabira

Segundo Defesa Civil, seis diques do Sistema Pontal vão passar por reforços e posteriormente serão descaracterizados. Volume de rejeitos nas barragens que vão passar por obra é cerca de 10 vezes da barragem de Brumadinho.

A Vale fará obras de reforço em seis diques no sistema Pontal de barragens, na Mina do Cauê, em 2020, em Itabira, na Região Central de Minas Gerais. O complexo de barragens é um dos maiores do estado e tem um volume de cerca de 220 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério. As informações foram repassadas ao G1 pela Defesa Civil de Minas Gerais.
De acordo com o órgão, os trabalhos estão em fase final da proposta executiva, em janeiro uma empresa deve ser contratada, e as obras estão previstas para começar no período da seca, a partir de abril.
Os seis diques que vão ser reforçados são: o 2, o 3, o 4, o 5, o Cordão Nova Vista e o Minervino. Conforme o tenente-coronel Flávio Godinho, cerca de 100 milhões de metros cúbicos de rejeitos estão alocados nestas estruturas, aproximadamente 10 vezes o volume da barragem da Mina Córrego do Feijão, que se rompeu em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em janeiro deste ano.
Godinho afirmou ainda que a Vale vai descaracterizar estes diques em 2021, ou seja, reintegrar o material ao meio ambiente.
De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais, as medidas em Itabira fazem parte de um termo de Ajustamento de Conduta (TAC) onde é realizada auditoria externa para verificação de segurança e estabilidade de todas as estruturas (barragens e diques) da Vale na cidade. São realizadas reuniões mensais com a presença dos auditores onde são definidas deliberações e recomendações. As obras foram discutidas no início deste mês em uma das reuniões.
A Vale também foi questionada sobre as obras, mas apenas respondeu que cumpre um cronograma. “A Vale informa que os projetos estão em fase de detalhamento técnico. As obras de descaracterização serão realizadas dentro dos prazos definidos pela legislação vigente”.

Nível 1

O sistema Pontal teve o nível de segurança elevado para 1 em outubro deste ano. O este índice não requer a retirada de moradores de suas casas, medida que ocorre quando o nível passa para 2 e sirenes de evacuação são tocadas.

Toyota registra nome 4Active para novo SUV compacto Vai Mudar o Conceito da Categoria

Batismo deve ser usado na versão de produção do FT-4X

No início de dezembro, a Toyota entrou com o pedido de registro do nome 4Active nos Estados Unidos. Isso deixou muita gente coçando a cabeça pensando como a fabricante nipônica usará o batismo. Será um conceito, um veículo de produção ou uma tecnologia? Foi o suficiente para rumores surgirem afirmando que será o nome de um novo crossover da empresa.

O mais provável é que seja a nomenclatura de um carro inédito que a Toyota irá produzir no Alabama (EUA) em parceria com a Mazda. Com esse batismo, aproveitaria a fama do 4Runner, um SUV "parrudo" vendido pela marca no país. A fabricante japonesa confirmou em julho que iria fazer um novo crossover no complexo, abandonando os planos de produzir o Corolla no local.

Considerando que o 4Active tentará puxar um pouco da atitude do 4Runner, a aposta mais segura é que será o batismo da versão de produção do conceito FT-4X, apresentado no Salão de Nova York de 2017. O SUV quadradinho tem muito do design do 4Runner e do FJ Cruiser, mas com tamanho compacto e usando a plataforma TNGA-C.

Com mais crossovers mexendo na linha entre os segmentos compacto e médio, faz sentido que a Toyota queira ter um modelo para fazer a ponte entre o C-HR e o RAV4 - ainda mais pelo C-HR ser considerado apertado por conta de seu visual. E, considerando a boa receptividade que o FT-4X teve em 2017,  não duvidamos que seja produzido.

A Toyota ainda tem planos de lançar um crossover compacto no Brasil, entrando no mesmo segmento que Honda HR-VHyundai Creta e tantos outros. Ele será produzido em Sorocaba (SP) em 2021 e, segundo nossas fontes, terá um visual inspirado no RAV4, da mesma forma como foi feito com o pequeno Raize apresentado no Japão.
Nossas fontes dizem que ele terá os mesmos motores que o Corolla, com o 2.0 aspirado e o 1.8 híbrido flex. Mas ainda não sabemos se há alguma ligação entre este projeto e o 4Active.

Vingadores: Ultimato introduziu o próximo grande vilão do MCU

Depois de Vingadores: Ultimato, que encerrou os primeiros 11 anos de história na Marvel, os fãs estão procurando pistas sobre a Fase 4 da franquia.

O site Digital Spy falou sobre uma teoria que indica que Vingadores: Ultimato introduziu o próximo grande vilão do MCU: Namor.

Namor vem aí?

Vingadores: Ultimato pode ter preparado o terreno para a introdução de Namor, um vilão – e as vezes herói – clássico da Marvel.
Namor é uma espécie de “Aquaman da Marvel”, sendo o rei da poderosa cidade de Atlântida.
Ele ocasionalmente é utilizado nos quadrinhos da Marvel como um antagonista do Pantera Negra, e nos cinemas, isso pode acabar de fato acontecendo. Mas como ele apareceu em Vingadores: Ultimato?
Depois do salto temporal de 5 anos, a Viúva Negra continua comandando os Vingadores e monitorando possíveis ameaças. Em uma conversa com Okoye, a comandante do exército do Pantera Negra, terremotos marítimos na costa da África são mencionados.
Como Namor é um vilão clássico das histórias do Pantera Negra, a menção de tremores marítimos vindo de Okoye só pode significar uma coisa: Ele está chegando ao MCU.
Namor, que foi criado em 1939, é considerado um dos primeiros mutantes da Marvel. Agora que o estúdio tem os direitos dos X-Men, é possível que a origem do personagem seja tratada desta forma.
Agora, resta saber se Namor chegará em Pantera Negra 2, que estreia em 6 de maio de 2022.