.

.

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Esquisito!!! Maioria da população diz ter medo da Polícia Militar, aponta Datafolha

Publicado em  por Caio Hostilio Uol

Você concorda com essa pesquisa?
Você concorda com essa pesquisa?
Pesquisa Data folha feita na última terça-feira (28) mostra que 62% dos moradores de cidades com mais de 100 mil habitantes têm medo de sofrer agressão da Polícia Militar.
O levantamento foi feito por encomenda do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que reúne pesquisadores da área. Foram entrevistadas 1.307 pessoas em 84 municípios em todas as regiões do país. A margem de erro é de três pontos.
Em 2012, quando uma pesquisa semelhante foi feita, 48% dos entrevistados relataram esse temor. Naquele ano, porém, foram entrevistados moradores de cidades com 15 mil habitantes ou mais.
“A população sente que ou vai ser vítima do criminoso ou da própria corporação”, diz Renato Sérgio de Lima, professor da FGV e vice-presidente do Fórum.
Entre os que relatam ter medo da PM, a maioria é jovens, pobres, autodeclarados pretos e moradores do Nordeste. A pesquisa mostra ainda que 53% da população têm medo de sofrer violência da Polícia Civil. medo de ser morto
O levantamento do Datafolha mostrou também que 81% dos entrevistados temem ser assassinados. Na pesquisa de 2012, eram 65%.
Dos que têm medo de morrer, 49% disseram acreditar que podem ser vítimas de homicídio já no próximo ano. Em 2012, eram 29%.
Mulheres, moradores do Nordeste e autodeclarados pretos são os que mais temem ser assassinados.
Estudos têm mostrado que as altas taxas de homicídios, dos anos 2000 para cá, migraram dos grandes centros do Sudeste, como Rio e São Paulo, para o Nordeste.
Os negros são as principais vítimas. Quanto às mulheres, há algumas hipóteses para explicar o temor da morte por assassinato, como o medo da violência doméstica, diz Lima.
Ainda segundo a pesquisa, 52% da população tem algum parente ou conhecido que foi vítima de homicídio.
PACTO
Nesta sexta-feira (31), o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, deve anunciar diretrizes de um pacto nacional para reduzir homicídios. A previsão é que esse plano esteja pronto até setembro.
“Ou fazemos um pacto entre União, Estados e municípios para reduzir homicídios e diminuir a sensação de insegurança ou esse problema seguirá se arrastando sem solução”, disse Cardozo à Folha.
O tema foi discutido nesta quinta-feira em reunião da presidente Dilma Rousseff (PT) com governadores.
Segundo o mais recente Anuário de Segurança Pública, com dados de 2013, a cada dez minutos, uma pessoa é assassinada no país.
A taxa brasileira naquele ano foi de 25,2 homicídios por 100 mil habitantes.
A ideia do pacto, segundo Cardozo, é concentrar esforços em lugares com mais incidência de mortes, a partir de convênios entre os governos locais e a União. Serão definidas metas, responsabilidades e recursos que cada esfera de governo deverá investir.
Há ainda a previsão de criar gabinetes integrados de gestão, unindo as polícias Militar e Civil e as guardas municipais, como foi feito durante a Copa do Mundo.
Segundo Cardozo, as medidas de segurança serão acompanhadas de ações sociais. Ele afirmou que foram listados 81 municípios brasileiros responsáveis por 46% das mortes no país.
Em Brasília, Dilma disse que a reintegração social dos presos também deve ser alvo de cooperação.
AMEAÇAS
Levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quinta (30), indica que três em cada quatro policiais (75%) já sofreram ameaças devido ao seu trabalho.
A enquete, feita por e-mail, foi respondida por 10.495 agentes das polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal, Federal, bombeiros e guardas de todo o país.
Entre os que responderam, 70% disseram ter colegas de trabalho que foram assassinados fora do horário de serviço, e 62%, colegas que foram mortos em serviço.
“Os dados mostram que os policiais sofrem inúmeras pressões no seu dia a dia e, muitas vezes, parecem trabalhar no fio da navalha”, diz Rafael Alcadipani, professor da FGV e um dos organizadores do levantamento.

Dilma lança site para ouvir população sobre ações do governo


Com a intenção de ampliar a participação da sociedade na elaboração de programas do governo, a presidenta Dilma Rousseff lançou dia 28 um novo canal de comunicação com a população na internet. Com o nome Dialoga Brasil, o site será criado para estimular a participação digital nas atividades governamentais.

A cerimônia está marcada para as 15h, em Brasília. A intenção é receber a colaboração de internautas com propostas e opiniões sobre os programas governamentais, com o objetivo de melhorá-los. Um perfil com o tema circula nas redes sociais e tem incentivado a interação da sociedade sobre as ações do governo.

Criado há dois dias, o perfil Dialoga Brasil no Facebook apresenta algumas imagens com questionamentos aos internautas, como “O Samu é ambulância de pobre?”, “A prova do Enem deve ser digital?”, “Bolsa Família é 'dar o peixe'?”. Na rede social, mais de 2,2 mil pessoas curtiram a página. No twitter, o endereço da plataforma é seguido por 133 internautas.

De acordo com informações da página da plataforma no facebook, o Dialoga Brasil vai apresentar 14 temas e 80 programas prioritários do governo “para que a população proponha melhorias nas políticas públicas e na vida dos brasileiros”. “Em novembro de 2015, o governo federal começa a responder às três propostas mais apoiadas de cada programa”, diz ainda a descrição.

Açailândia! Secretaria de Obras Presente na Vila Ildemar

PMA através da secretaria de obras realiza limpeza em galerias na Vila Ildemar

31/07/2015 
Limpeza de Galerias 1
Secretário de Obras acompanhando os trabalhos
A prefeitura de Açailândia através da Secretaria de Infraestrutura realizou durante todo o dia de ontem quinta-feira, (30.07.15) o trabalho de limpeza e desobstrução da galeria que fica sob a rua dos coletivos na Quadra – 181, uma das principais vias de acesso para a Vila Ildemar.
Há muito tempo o local não tinha serviços de limpeza, o que estava contribuindo para acumular muito lixo e entulho dentro da galeria provocando entupimento e principalmente a passagem da água. Para piorar ainda mais a situação, o local estava sendo usado como “lixão” porque os moradores estavam jogando entulho, lixo, animais mortos e troncos de árvores dentro e nas proximidades da galeria.
A secretaria de infraestrutura está fazendo o trabalho de limpeza do local de forma paliativa, mas em breve será realizado um trabalho definitivo para solucionar de vez o problema. Foi preciso usar uma máquina retroescavadeira no serviço. De acordo com o secretário Edvaldo Mendonça, o local estava com muito lixo acumulado e não existia um trabalho de limpeza de forma rotineira. Ressaltou ainda que existe um projeto para que no local seja construída uma ponte para acabar de uma vez com este problema.
A Secretaria de Infraestrutura também deu continuidade ao trabalho na “Operação Tapa-Buracos. Desta vez os homens da empresa Terra Mata Construções e Terraplenagem na Avenida JK.Limpeza de Galerias 2Limpeza de Galerias 3
Da Assessoria
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Açailândia! ASCOM divulga Ações do Executivo Municipal




Fonte: ASCOM / Assessoria de Comunicação

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Filho do Desembargador Guerreiro Júnior vai a Açailândia com a missão de retornar Gleide Santos ao cargo de prefeita

IMG-20150729-WA0023

Conhecido como “Guerreirinho”, o filho do Desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão, Guerreiro Júnior, esteve durante toda esta quarta-feira (29) transitando pelos corredores do Fórum de Açailândia.
Os próprios aliados da prefeita cassada Gleide Lima Santos informaram que tal visita se deu para uma conversa com o juiz competente, que teria como resultado o retorno da “Guerreira” ao cargo de prefeita ainda nesta semana.
Gleide tem se agarrado ao escritório de Guerreirinho, por este ter resultados estranhamente positivos nas comarcas municipais e, principalmente no TJMA. Em Açailândia, também não tem sido diferente, já que a prefeita cassada por diversas vezes conseguiu liminares favoráveis a sua permanência ou retorno ao cargo.
A competência judicial, que por vezes já se disse “induzido ao erro” pela ex-gestora, chegou a paralisar duas vezes os trabalhos da Comissão Processante, que ao final necessitou de uma autorização da presidente do TJ, desembargadora Cleonice Silva Freire, para concluir seus trabalhos e decidir pela cassação de Gleide Santos.
Agora, a atenção de toda sociedade de Açailândia se volta ao Judiciário. Espera-se que não haja mais interferências desastrosas e duvidosas a favor Gleide, e que seja mantida a decisão unânime (14 a 0) dos vereadores, que são de fato e de direito os representantes do povo.
Segundo informações, Guerreirinho seguiu no rumo de Imperatriz, talvez, fazer uma “visita”,  a àquela comarca, onde vez por quando é visto em secretarias blindando processos.
fonte: http://diegoemir.com/

Açailândia-MA Comunicado Municipal


Edital de Convocação para eleição da ACIA


Estudo clínico confirma eficácia de vacina contra dengue



A vacina contra dengue do laboratório francês Sanofi é eficaz em mais de 80% dos pacientes afetados pela infecção. (Foto: Arquivos Ho/AFP Photo)
A vacina contra dengue do laboratório francês Sanofi é eficaz em mais de 80% dos pacientes afetados pela infecção. (Foto: Arquivos Ho/AFP Photo)

Washington - A vacina contra dengue do laboratório francês Sanofi é eficaz em mais de 80% dos pacientes afetados pela infecção, de acordo com uma nova análise independente publicada nesta segunda-feira.

A vacina experimental permitiu que fosse evitada a hospitalização de 80,8% das crianças a partir de nove anos, que participaram de três testes clínicos analisados pelo periódico médico americano New England Journal of Medicine (NEJM). Na faixa de dois a oito anos, a eficácia média foi de 56%.

Em 93,2% dos casos, a vacina também protegeu contra a forma mais grave da doença no grupo de crianças de nove a 16 anos; e, em 44,5%, no grupo de dois a oito anos, afirmaram os autores da análise.

Também se observou, porém, um aumento inexplicável de casos de internação por dengue durante o terceiro ano da vacina entre as crianças com menos de nove anos. Os pesquisadores sugerem que o fenômeno deve ser "cuidadosamente observado" no longo prazo.

"O risco de contrair dengue era menor entre as crianças vacinadas do que entre as que não foram", concluíram os responsáveis pelo estudo.

Em nota, a Sanofi disse que "essa vacina experimental tem o potencial de reduzir significativamente a carga que essa doença tem nos países onde é endêmica".

Os dados publicados no NEJM correspondem a um período de três a seis anos em três testes clínicos realizados com 10.275 e 20.869 pessoas, respectivamente. Os participantes são do Pacífico Asiático e de regiões tropicais e subtropicais da América Latina.

A incidência de dengue cresceu de forma acentuada desde a década de 1950, com 50 milhões de casos anuais. Destes, cerca de 500.000 são do tipo hemorrágico, mortal em mais de 20% dos casos, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Lula entra na Justiça contra jornalistas da revista "Veja"

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou ontem na Justiça do Distrito Federal com uma ação contra jornalistas da revista "Veja" em que pede reparação por danos morais. O petista questiona reportagem publicada pela revista nesta semana que o associou ao escândalo de corrupção na Petrobras. Segundo o semanário, o ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro Filho, o Leo Pinheiro, está negociando um acordo de delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato e ofereceu aos investigadores informações sobre como Lula teria se beneficiado do esquema de desvios na estatal. Após a publicação da reportagem, a defesa do executivo, que está em prisão domiciliar e é próximo de Lula, emitiu nota na qual nega as supostas tratativas em torno de um acordo de delação. A Editora Abril, que edita a "Veja", ainda não se pronunciou sobre o caso.
Os advogados de Lula acionaram judicialmente os jornalistas Robson Bonin, Adriano Ceolin e Daniel Pereira, que assinaram a reportagem, e o diretor de Redação da revista, Eurípedes Alcântara. "O texto é repugnante, pela forma como foi escrito e pela absoluta ausência de elementos que possam lhe dar suporte", afirmam os advogados do ex-presidente na ação.
A defesa de Lula argumenta ainda que, de acordo com jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça, "a liberdade de comunicação e de imprensa pressupõe a necessidade de o jornalista e/ou o veículo pautar-se pela verdade". "A reportagem repete práticas comuns à "Veja": mente, faz acusações infundadas e sem provas, apresenta ilações como se fossem fatos, atribui falas e atos, não tem fontes e busca atacar, de todas as formas, a honra e a imagem do ex-presidente Lula", afirmou o Instituto Lula em nota.
Negociação
De acordo com a "Veja", a negociação entre Leo Pinheiro e os investigadores da Lava Jato envolveria também o detalhamento de despesas pessoais da família de Lula pagas pela OAS e, ainda, a entrega de uma lista dos políticos que teriam recebido propina da empreiteira. Leo Pinheiro foi preso em novembro do ano passado sob suspeita de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e associação criminosa. O executivo, em prisão domiciliar desde abril, nega as acusações. (Folhapress)

Correios terão concurso para 2 mil vagas em vários estados

Oportunidades serão para o cargo de agente de Correios, nas atividades de carteiro e operador de triagem e transbordo.


Os Correios estão finalizando os ajustes para a publicação de edital de concurso público com oferta de cerca de duas mil vagas e formação de cadastro de reserva para o cargo de agente de Correios, nas atividades de carteiro e operador de triagem e transbordo (OTT).

A empresa não informou quando o edital será publicado. Segundo o órgão, mais detalhes sobre a seleção devem ser divulgados até o fim do próximo mês.As vagas serão para os estados do Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal. Do total de vagas, 10% serão reservadas para pessoas com deficiência (PCD) e 20% para negros. O concurso deverá contar com provas de conhecimento, teste de esforço físico e exame médico admissional.O salário inicial para o posto de operador de triagem e transbordo, com gratificação, é de R$ 1.284. Para função de carteiro, a remuneração chega a R$ 1.620,50. Os contratados também recebem vale-alimentação/refeição (de R$ 971,96 a R$ 1.092,48), vale-transporte, auxílio-creche ou auxílio-babá.

Ditador da Coreia do Norte participou de concurso de aviação de combate. Ele disse ter vontade de 'acertar contas através das armas com os EUA

O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, participou do segundo concurso de aviação de combate da história do país, evento que classificou como parte dos "preparativos para a guerra" contra os Estados Unidos e a Coreia do Sul, informou nesta quinta-feira (30) a agência estatal "KCNA".
O concurso foi realizado na cidade de Wonsan, no sudoeste do país, por ocasião do 62º aniversário do armistício de 27 de julho de 1953, que pôs fim à Guerra da Coreia, indicou a "KCNA". A agência, no entanto, não informou quando o evento ocorreu.
Kim Jong-un afirmou que o concurso teve como objetivo "completar os preparativos para uma guerra" e que tem vontade de "acertar contas através das armas com os imperialistas dos EUA, perpetradores da agressão, e as marionetes da Coreia do Sul", segundo a "KCNA".
Pyongyang propaga um discurso para a população norte-coreana de que os americanos e os sul-coreanos iniciaram o conflito na ilha. Também chama o armistício de 1953 de "Dia da Vitória", ao considerar ter saído como vencedora da disputa.
No entanto, historiadores indicam que o país comunista foi o responsável pela primeira invasão aos vizinhos em 1950, começando uma guerra que terminou "empatada" três anos depois.
Também discursou no evento o chefe do Estado-Maior da Coreia do Norte, Ri Yong-gil, que afirmou que a península da Coreia está à beira de outro conflito, fazendo referência à constante tensão diplomática entre as partes nos últimos anos.
O oficial acusou a Coreia do Sul e os EUA de realizarem "testes de guerra" com suas frequentes manobras militares conjuntas no território sul-coreano.
O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-um, visita o Museu Sinchon de Atrocidades dos EUA na Guerra da Coreia, construído em pleno centro de Pyongyang, em foto divulgada nesta quinta-feira (23) (Foto: KCNA/Reuters)O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, visita o Museu Sinchon de Atrocidades dos EUA na Guerra da Coreia, construído em pleno centro de Pyongyang, em foto divulgada nesta quinta-feira (23) (Foto: KCNA/Reuters)

Primeiro país a legalizar maconha, Uruguai declara 'guerra' ao álcool

Pioneiro em legislações 'liberais' na área de maconha, aborto e casamento gay, vizinho do Brasil convive com normas restritivas contra álcool, sal e até fantasias de Carnaval.

Matías Sosa é caixa noturno de uma loja de conveniência de um posto de combustíveis de Montevidéu, mas à meia-noite se converte numa espécie de fiscal da venda de vinho, cerveja e uísque.
Às 0h00 de cada dia, entra em vigor no Uruguai uma lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas até as 6h da manhã. E Sosa, de 30 anos, tem que cumprir a lei diante de clientes sedentos.
"Me choca um pouco ter que explicar (a lei) a cada pessoa que chega, mas está bem", afirmou à BBC Mundo. "Há um pouco mais de ordem; a coisa estava um pouco descontrolada".
Sosa conta que os clientes da sua loja, no bairro de classe média alta Parque Rodó, criticam o fato de o mesmo país ter legalizado a maconha, uma droga que em breve deverá ser vendida ao público em farmácias.
"Com esse assunto da maconha, todos estão sempre perguntando: Ah, não vende álcool mas a qualquer momento vai começar a vender maconha aqui?", relata.
É provável que em poucos meses essa rotina de proibição e queixas comece mais cedo para Sosa: o governo anunciou um projeto de lei para estender o veto à venda de álcool das 22h de cada dia até 8h do dia seguinte.
A iniciativa — que excluiria bares, restaurantes e casas noturnas — integra uma batalha anunciada pelo presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, contra o consumo de álcool.
Neste país de 3,3 milhões de habitantes que nos últimos anos surpreendeu com leis liberais e permissivas sobre maconha, aborto e casamento gay, também há normas restritivas sobre o álcool, o sal e até sobre fantasias de Carnaval.
'Tolerância zero'
Ao assumir a Presidência em março, sucedendo José Mujica, o médico oncologista Vázquez prometeu ações "muito fortes" contra o alcoolismo, parecidas com as que impulsionou contra o tabaco em seu primeiro mandato (2005-2010).

Por iniciativa dele, o Uruguai se tornou em 2006 o segundo país da América Latina — e o sexto do mundo — a proibir o fumo em espaços públicos fechados, um ano depois de Cuba.
Em 2009, o país determinou a cobertura de 80% dos maços de cigarro com alertas antitabagismo: "Se não parar de fumar por conta própria, pare por quem precisa de você", afirma, por exemplo, um desses alertas, sobre a imagem de um menino triste encostado em um túmulo.
Também proibiu o uso nos maços de expressões como "light", "mentolado" e "gold".
Deste modo, o Uruguai se inseriu na vanguarda mundial desse tipo de política, que, segundo o governo, permitiu reduzir o consumo de tabaco e as doenças associadas ao uso.
Mas o país foi processado pela maior empresa internacional de cigarros, a Philip Morris, que alega que as restrições "vão mais além" das de outros países e violam um tratado de investimentos.
Já no segundo mandato, Vázquez enviou em maio ao Congresso um projeto de lei para impedir que motoristas de veículos ingiram uma quantidade mínima de álcool, baixando do atual 0,3 a 0,0 grama de álcool permitidos por litro de sangue.
O argumento para isso foi o de que há provas de que o consumo de álcool, inclusive em pequenas quantidades, aumenta o risco de acidentes de trânsito.
Mas parlamentares de oposição disseram que essa medida, inspirada em normas do Brasil e outros países, se aplicaria em um país que legalizou o mercado de maconha, e pediram também "tolerância zero" para o consumo da droga por motoristas.
Juan Andrés Roballo, secretário da Presidência uruguaia, afirma que as ações referentes a álcool têm origem numa comissão que Vázquez criou com representantes políticos e sociais, e nega que tenham "espírito proibicionista ou de guerra às drogas".
"O consumo social de um copo de uísque, vinho (…) ou o que seja não está proibido", afirmou Roballo à BBC Mundo. "O que está proibido é juntá-lo com outras atividades, como dirigir".

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Vale a pena ler!

Vale a pena ler!
Um homem trabalhava num frigorífico.
Um dia, quando terminou o seu horário de trabalho, foi a uma das câmaras frigoríficas para fazer uma inspeção de última hora, mas por uma fatalidade, a porta fechou-se e ele ficou trancado.

Ainda que tenha gritado e batido na porta com todas as suas forças, ninguém o ouviu. A maioria dos funcionários já tinha ido embora e era impossível ouvir os gritos vindos de dentro da câmara.
Cinco horas mais tarde, quando o homem já estava à beira da morte, alguém abriu a porta. Era o segurança que lhe salvou a vida.
Após recuperar-se, o homem perguntou ao segurança como foi possível ele passar e abrir a porta, quando isso não fazia parte da rotina do seu trabalho.
O segurança explicou: “Eu trabalho nesta empresa há trinta e cinco anos”. “Centenas de trabalhadores entram e saem todos os dias, mas você é o único que me cumprimenta pela manhã e se despede de mim à tarde”.
Os outros tratam-me como se eu fosse invisível.
Hoje, como todos os dias, você me disse “OLÁ” na entrada, mas não ouvi o seu ‘ATÉ AMANHÔ. Espero o seu “olá” e o seu “até amanhã” todos os dias.
Para você eu sou alguém...
Ao não ouvir a sua despedida, sabia que algo podia ter acontecido...

MOMENTO DE REFLEXÃO
Sejam humildes e amem o próximo.
Deem sempre provas de atenção, respeito, piedade, perdão, paciência. Troquem sinais de benevolência, apreço, afeto, gratidão, amor...

Para vocês o meu... OLÁ E ATÉ AMANHÃ

Governo lança plataforma “Dialoga Brasil”


Nesta terça (28), às 15 horas, a presidente Dilma Rousseff lança a plataforma digital "Dialoga Brasil", com o objetivo de ser um canal de participação social. O "Dialoga" permitirá que cidadãos possam acompanhar programas oficiais, bem como propor avanços e melhorias nos serviços do governo.

O repórter Cacá Gouveia, da Agência Sindical , vai cobrir o lançamento no Teatro Funarte Plínio Marcos, no DF. Antes, às 11 horas, a Agência participará de encontro sobre participação social com o ministro Miguel Rossetto, da Secretaria-geral da Presidência, no Palácio do Planalto – com transmissão ao vivo.

Diálogo - João Franzin, coordenador da Agência Sindical, comenta: “Esperemos que a plataforma sinalize mudanças na postura do governo. A sociedade moderna rechaça governantes silenciosos, pois o silêncio gera desconfiança”.

Centrais associam juros a desemprego e pedem redução da taxa Selic


País campeão em juros altos é também recordista em desemprego. Esse foi um dos bordões utilizados pela Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central e CGTB no protesto ontem (28), em São Paulo, para pressionar o Banco Central a reduzir a taxa básica de juros (Selic).

O Comitê de Política Monetária iniciava então sua quinta reunião do ano, que, ao que tudo indica, será encerrada na noite desta quarta (29) com notícias ruins: a Selic deve subir de 13,75% para 14,25%.

De acordo com nota das Centrais, “essa política derruba a atividade econômica, deteriora o mercado de trabalho e a renda, aumenta o desemprego e diminui a capacidade de consumo das famílias”.

Campeão - As entidades fizeram um pódio e ironizaram dando medalhas de vencedores aos juros altos (1º lugar); desemprego (2º lugar); e à recessão (3º lugar).

Segundo Miguel Torres, presidente da Força, cada aumento da Selic aprofunda a crise: “A política de juros altos acumula efeitos negativos, como a queda do poder de compra dos trabalhadores. Só os bancos saem ganhando”. Representantes do setor produtivo se somam às Centrais na crítica. Fiesp e CNI argumentam que os juros são um dos principais entraves para o crescimento e desenvolvimento econômico.

João Carlos Gonçalves, Juruna, secretário-geral da Força, ressalta que os juros altos levam à redução da produção e empregos: “A crise atual tem muitos motivos. Um deles são os juros altos que encarecem os investimentos na produção, aumentando também a demissão”.

Brasília - Protesto da CUT reuniu mais de mil na manhã de terça (28) em frente ao Ministério da Fazenda. A Central rechaçou o ajuste fiscal conduzido pelo ministro da Pasta, Joaquim Levy, do qual faz parte manter a taxa de juros nas alturas.

Quintino Severo, secretário de Administração e Finanças da CUT, elencou os prejuízos à classe trabalhadora: “Em primeiro lugar, o desemprego, que vem crescendo. Depois, as medidas de ajuste que retiraram direitos. Por último, a redução do consumo, que desacelera a produção e agrava o desemprego”.

Acompanhe pelo site da Agência a repercussão no sindicalismo da reunião do Copom.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Sininger Vidal anuncia prioridades de sua gestão como Sec. de Meio Ambiente de Açailândia

Fonte Blog do Antonio Marcos

Durante visita do redator do blog Blog do Antonio Marcos ao novo secretário de Meio Ambiente do Município de Açailândia, Sininger Vidal de Oliveira Neto, o “Sininger Vidal” na manhã desta segunda-feira (27), o mesmo anunciou algumas prioridades de sua gestão.
Sininger VidalSininger Vidal que é formado em administração e funcionário de carreira da pasta de Meio Ambiente a mais de 16 anos, disse que fará uso da experiência adquirida durante todo esse tempo para revolucionar a pasta.
Entre as prioridades, o novo secretário disse que vai fazer um diagnóstico dos licenciamentos ambientais, no Município; montar uma equipe de fiscalização e analise; criar o Fundo Municipal do Meio Ambiente para receber recursos de convênios, multas e licenças entre outros.
Ainda de acordo com o secretário, os valores arrecadados serão aplicados exclusivamente na questão ambiental.

http://www.amarcosnoticias.com.br/

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Vendas de papelão sobem 1,28% em junho ante junho de 2014, diz ABPO

Na comparação com maio, porém, indicador visto como sinalizador da atividade econômica mostra queda de 2,14%

Vendas de papelão sobem ante junho de 2014, mas recuam em relação a maio
Vendas de papelão sobem ante junho de 2014, mas recuam em relação a maio
Foto: Dreamstime
As vendas de papelão ondulado - caixas, acessórios e chapas - tiveram um crescimento de 1,28% em junho de 2015 ante o mesmo período do ano passado, para 266,693 mil toneladas. Na comparação com o mês de maio deste ano, houve queda de 2,14%. Os dados são os finais referentes ao mês de junho e foram divulgados nesta segunda-feira, 27, pela Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO) no Boletim Estatístico.
No acumulado dos seis primeiros meses de 2015, as vendas de papelão acumulam queda de 2,16% na comparação com 2014, para 1,628 milhão de toneladas.
A ABPO informou que nesta edição os valores mensais referentes a 2014 foram alterados, o que ocorre anualmente após a divulgação do Anuário Estatístico para igualar os valores do Boletim Estatístico ao anuário. "Há duas razões para possíveis diferenças. Em primeiro lugar, os participantes das rodadas mensais da pesquisa podem fazer revisões nos dados previamente informados. Em segundo, o levantamento anual inclui empresas que não participam das rodadas mensais", detalhou a associação no material enviado para a imprensa.
Dessa forma, a variação porcentual dos meses foi ajustada. Na comparação com o ano passado, as vendas em janeiro caíram 0,90% (277,105 mil/t), em fevereiro recuaram 4,57% (254,417 mil/t), em março subiram 0,62% (287,587 mil/t), em abril tiveram queda de 2,89% (269,812 mil/t) e em maio o decréscimo foi de 6,33% (272,532 mil/t).
Na divisão por categoria industrial no primeiro semestre de 2015, o segmento de produtos alimentícios tem participação de 46,45% do total de compras de caixas e acessórios de papelão ondulado. Na sequência aparecem o setor de químicos e derivados, com 9,05%; horticultura, fruticultura e floricultura, com 7%; avicultura, com 6,05%; e produtos farmacêuticos, perfumaria e cosméticos, com 5,37%.
Estadão Conteúdo

Mãe salva o filho antes de morrer engolida por escada rolante; assista

Uma cena trágica chocou os moradores de Jingzhou, província central de Hubei, na China. Ao subir a escada rolante de um shopping  com seu filho, uma mulher de 30 anos, um alçapão da final da escada se abre, ela consegue salvar o seu filho, mas morreu "engolida"  quando o mecanismo se abriu. 
Caso aconteceu na China e emocionou população. O vídeo mostra imagens fortes
(Foto: Reprodução)
Duas funcionárias do shopping correm para ajudar a mulher, que já está com metade do corpo presa, mas não conseguem impedir que ela seja arrastada pelo mecanismo. O menino foi segurado por um das funcionárias que via a cena.
O corpo da vítima foi retirado da maquinaria horas depois. O acidente aconteceu no sábado (25) e foi registrado pelas câmeras de segurança do shopping. Mais de meio milhão de chineses expressaram sua emoção no Sina Weibo, site de microblogs, e prestavam homenagem à vítima.
Veja o vídeo. Atenção! As imagens são fortes:

Confirmado!!! Ministério do Trabalho Reconhece o Feriado do dia 28 de julho, o STIMA Vai aplicar multas nas Empresas que não aderirem ao feriado!!!

28 de julho (terça-feira) é feriado no Maranhão 
A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Maranhão (SRTE/MA) informa que o próximo dia 28 de julho (terça-feira) é feriado civil, adesão do estado à Independência do Brasil, conforme a Lei Estadual n º 2.457/64 e a Portaria nº 15/2015 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

O feriado concede o direito de repouso remunerado em todo o Maranhão, nas atividades privadas e administrativas (Federal, Estadual e Municipal), com exceção para os serviços indispensáveis, com permissão de trabalho em caráter permanente previstas em Lei ou Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e, exclusivamente, nos casos de força maior ou para atendimento de realização ou conclusão de serviços inadiáveis.
O repouso remunerado também se aplica ao trabalho doméstico, nas atividades em que não ocorrer à suspensão do serviço a remuneração deverá ser paga em dobro ou com folga compensatória. O trabalho no feriado fora das exceções e excepcionalidades acima referidas sujeita o empregador infrator às penalidades previstas na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).
O feriado pode ser antecipado por meio de ato do Poder Público Estadual ou Municipal vincula, unicamente, órgãos e entidades integrantes da Administração Pública da qual se originou o ato, ou pela iniciativa privada no decorrer de negociação no âmbito das representações das categorias econômicas e profissionais, por meio de CCT ou Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), conforme prevê o Art. 611 CLT e o Art. 7 º, inciso XXVI da Constituição da República/88.
Assessoria de Imprensa/MTE
(61) 2031-2430/acs@mte.gov.br 
Todos os direitos reservados MTE ©

O STIMA tomará todas as medidas cabíveis contra as empresas que não aderirem ha este feriado, os trabalhadores da nossa base, já foram informados de seus direitos, a nossa diretoria está de olho para que está Lei possa ser respeitada pelos empresários do nosso ramo de atividade, as penalidades podem ser aplicadas a favor do sindicato e do trabalhador, as empresas podem ser multadas conforme a CCT - Convenção Coletiva do Trabalho que a multa inicial por infração é de 3 pisos salariais da categoria por infração e o trabalhador poderá receber dobrado pelo dia trabalhado sem a compensação do dia em folga ou pagamento de horas extras no valor de 100% afima o Presidente do STIMA Antonio Brito.

Fonte: Secretaria Jurídica do STIMA    

sábado, 25 de julho de 2015

Diretoria Executiva do STIMA participaram de reunião para definir data para realização de Assembleia de Prestação de conta ano exercício 2014 da Entidade sindical


 A Diretoria Executiva e Conselho Fiscal do STIMA foram convocados pelo Presidente da Entidade Antonio Brito a participarem de reunião para discutir data e horário para realização da prestação de contas da entidade sindical no ano exercício de 2014. A Reunião aconteceu na sede sindical na Rua Marlys Sarney 1242 as 09 hs da manhã. Foi acordado em reunião, que prestação de contas da entidade com a base sindical filiada deve acontecer entre os meses de Agosto e Setembro do corrente ano, em dois horários, as datas não foram aprovadas ainda, pois dependemos ainda definir a conjuntura política nesses meses para se definir a data para que a logística dos associados sejam compatíveis entre horário e data.


A Secretaria Geral Luzanira de Jesus, explicou que na reunião desse sábado 25, só foi possível marcar os meses e já definimos que será realizado a prestação de contas em um dia em dois horários diferentes para que aja tempo compatível para os filiados participar da assembleia. A data final da realização da assembleia será realizada em outra reunião da diretoria executiva que será realizada nos próximos dias.

Participam da assembleia todos os sócios da entidade sindical.
O Presidente do STIMA Antonio Brito informa a todos os associados da entidade que as prestações de contas no período do mandato entre 2009 a 2013 se encontra a disposição dos associados para qualquer tipo de fiscalização, acompanhamento ou até mesmo o simples analises sobre as notas e trabalhos comprobatórios da entidade destes períodos. Informamos ainda que a prestação de contas do STIMA 2014 será previamente informado aos associados sobre a realização da assembleia geral da base sindical associada.


Fonte: Secretaria de Imprensa do STIMA 

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Justiça autoriza retorno de apresentadores mirins ao 'Bom Dia & Cia'


Divulgação
Ana Júlia e Matheus Ueta voltam ao ar nesta segunda-feira
RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) - A Justiça de São Paulo autorizou o retorno dos apresentadores Matheus Ueta e Ana Julia para o "Bom Dia & Cia", do SBT. Os dois estavam afastados há doze dias por determinação do  juiz auxiliar da Infância e Juventude do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, Dr. Flavio Bretas Soares. 
"O SBT informa que o juiz auxiliar da Infância e Juventude do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, Dr. Flavio Bretas Soares, concedeu alvará para que os apresentadores Matheus Ueta e Ana Julia voltem a comandar o programaBom Dia & Cia na mesma carga horária cumprida anteriormente", informou a emissora por meio de comunicado.
Por causa dessa decisão, o programa estava sendo apresentado por Silvia Abravanel, diretora do programa. Segundo a emissora, ela continuará no programa junto com as crianças.
Logo após a determinação do afastamento, o SBT apresentou um recurso à Justiça do Trabalho. A emissora alegou que Ana Júlia e Matheus só ficam no ar de 9 horas às 11h15. O programa termina às 13h30, mas o restante da duração é completado por trechos gravados dos dois apresentadores e por desenhos animados.
Além disso, a emissora precisou comprovar que oferece condições ideais para as crianças estarem no ar e que a função não afeta o desempenho dos dois na escola.
Matheus e Ana Júlia voltam ao ar já nesta segunda-feira (27).

Kajuru é condenado a indenizar governador de GO por comparação com criminosos

Por ter comparado o governador Marconi Perillo (PSDB) a criminosos, o jornalista Jorge Kajuru foi condenado por uma Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás a pagar uma indenização de R$ 20 mil ao político.
Crédito:Reprodução/Facebook
Essa é a segunda vez que Kajuru é condenado a indenizar Perillo
O desembargador Delintro Belo de Almeida Filho afirmou que os comentários feitos por Kajuru “extrapolam o bom senso da liberdade de expressão”. “A vida política e pública de uma pessoa não pode ser justificativa para que lhe agridam a moral”, alegou.

De acordo com o portal Futebol Interior, o caso já havia sido julgado anteriormente por um outro tribunal onde o juiz Sebastião José de Assis Neto aplicou a pena. Assim, o relator do TJ-GO optou por manter a decisão.
Essa é a segunda vez que Kajuru é condenado a indenizar Perillo. Em 2011, o jornalista pagou R$ 50 mil ao político por afirmar que ele teria mandado violentar a própria mulher. Na primeira instância ele escapou de uma punição, mas em um novo julgamento, o desembargador Elliot Akel disse que nenhuma denúncia sem pode ser feita sem apuração de sua veracidade e condenou o profissional.

Câmara vai analisar nova proposta que prorroga prazo para fim dos lixões

A Câmara dos Deputados vai analisar proposta do Senado (PL 2289/15) que altera a Lei de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10) para prorrogar o prazo para que estados e municípios acabem com os lixões.
De acordo com a legislação em vigor, o prazo para o fim dos lixões terminou em agosto de 2014. Isso significa que, até aquela data, estados, municípios e o Distrito Federal deveriam ter providenciado a gestão e o gerenciamento adequado de resíduos sólidos.
Como a norma não foi cumprida, o projeto do Senado estabelece novos prazos para o fim dos lixões, que vão de julho de 2018 a julho de 2021, conforme o tamanho da população.
Capitais de estados e municípios integrantes de região metropolitana, por exemplo, terão até 31 de julho de 2018; um ano mais tarde, os lixões devem ser extintos nos municípios com população superior a 100 mil habitantes e também naqueles cuja mancha urbana da sede municipal esteja situada a menos de 20 quilômetros da fronteira com outros países.
O prazo contará até 31 de julho de 2020 para municípios com população entre 50 mil e 100 mil habitantes; e até 31 de julho de 2021 para municípios com população inferior a 50 mil. A proposta também amplia os prazos para elaboração dos planos estaduais de resíduos sólidos.
Cumprimento de metas
O relator do projeto na Comissão de Trabalho, deputado Augusto Coutinho (SD-PE), diz que os municípios têm dificuldades para cumprir a lei, mas ressalta que é preciso definir metas para o fim dos lixões.
"Metas para a viabilidade da realização, metas de punição, inclusive, para a não realização e também não podemos aceitar que venha, a cada momento, a se votar uma nova lei e, a cada vez, adiar mais esse prazo", afirma o deputado.
presidente do Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana no Estado de São Paulo, Ariovaldo Caodaglio, destaca que os prazos não foram cumpridos por falta de recursos e capacitação técnica. Ele teme que as questões que impediram o cumprimento da norma possam não estar resolvidas até as novas datas previstas no projeto. Além disso, sugere que a Câmara faça uma discussão mais ampla e não aprove o requerimento de urgência para apreciação da matéria, apresentado por líderes partidários.
"Eu acredito que a Câmara pode sim rever esse projeto, mas não na condição de projeto com urgência de votação. Se a Política Nacional de Resíduos Sólidos demorou tanto tempo para ser discutida e aprovada, por que agora nós temos que, do dia para a noite, resolver um problema que é fatal para a existência dela? Por que não discutir isso um pouco mais?", questiona.
Ariovaldo Coadaglio lembra ainda que, hoje, 40% dos resíduos produzidos no País, ou seja, cerca de 20 milhões de toneladas de lixo, são colocados todos os dias em contato com o solo, contaminando lençóis freáticos. Ele avalia que a prorrogação de prazos não vai resolver o problema, mas sim fazer com que a própria lei dê as condições para que prefeitos e governadores possam cumprir a regra e acabar de vez com os lixões.