.

.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Açailândia é a 3ª cidade do MA com maiores casos de febre Chikungunya

Febre Chikungunya foi apontada como causa de quatro mortes registradas no MA entre janeiro a julho deste ano (Foto: Reprodução/TV Mirante)


Apesar das chuvas terem diminuído já passa de 5.878 casos no estado.
Relatório foi divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Um relatório divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) revelou que o município de Açailândia, a 600 km de São Luís, encontra-se em uma situação preocupante. Segundo os dados, a cidade é a 3° no ranking das 10 cidades com maiores índices de registros de casos da febre Chikungunya.
Mutirões foram realizados em vários bairros. A população foi convidada a redobrar a prevenção e até o Exército reforçou o pedido aos moradores de casa em casa. Mesmo assim, os postos de saúde e hospitais da região estão lotados de pacientes com sintomas da Dengue, Zika e Chikungunya.
O instrutor de educação física Anderson Pereira foi uma das pessoas que adquiriu febre Chikungunya. Já passa de quatro meses e os sinais da Chikungunya continuam dificultando a sua vida. “Peguei Chikungunya. Tem mais de quatro meses e ainda sinto os sintomas como dor no corpo, principalmente, na junta”, contou.
Segundo o relatório, os altos índices de casos por infestação de Chikungunya identificados em 53 municípios do estado mostram que entre as 10 cidades no ranking de proliferação da doença, Açailândia ocupou o 3° lugar em dados alarmantes ficando apenas atrás de São Luís e Barra do Corda.
A febre Chikungunya foi apontada como causa de quatro mortes registradas no Maranhão entre os meses de janeiro a julho. As mortes ocorreram em Barra do Corda e na capital. Apesar das chuvas terem diminuído já foram registrados de 5.878 casos confirmados da doença em todo o estado. Portanto, é imprescindível que a população não se descuide das medidas de prevenção.
A agente de endemias Eleizete Lima explicou que a melhor maneira de combater o mosquito é sempre ficar atento aos locais que possam servir de criadouro para o Aedes aegypti. Ela acrescenta que se todos fizerem sua parte poderemos combater o causador da Chikungunya, Dengue e do próprio Zika vírus.
“A melhor maneira de combater ele [Mosquito] é cuidando do nosso lixo, cuidando do quintal, das calhas, da caixa d’água para que ele não venha se desenvolver ali. Então, cada um fazendo sua parte, com certeza a gente vai conseguir combater esse mosquito”, finalizou a agente de endemias.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário