.

.

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Gianecchini consultou a Globo antes de assumir sexualidade, diz colunista

O ator Reynaldo Gianecchini teria pedido permissão à Globo antes de dar entrevista para a revista Ela, do jornal O Globo, falando de sua sexualidade. De acordo com o colunista Alessandro Lo-Bianco, do programa "A Tarde É Sua", o astro questionou a emissora se o fato o atrapalharia em futuros trabalhos, já que é considerado um dos principais galãs da Globo.
Segundo Lo-Bianco, Gianecchini procurou a direção da Globo afirmando não querer mais "se esconder". Ele teria conversado com o diretor de dramaturgia da emissora, Silvio de Abreu, que teria orientado que ele fizesse o que seu "coração mandasse".
Conforme informou o colunista, a única exigência feita pela Globo seria de que ele falasse do assunto para os "veículos da casa". Um dos motivos que teriam levado o ator a tomar a atitude de se abrir sobre sua sexualidade, pela primeira vez em 20 anos de carreira, seria a possibilidade de assumir um possível namoro no futuro.

WhatsApp vai parar de funcionar em celulares Android e iPhones

WhatsApp vai parar de funcionar em alguns celulares Android e iPhone (iOS) com sistemas operacionais antigos. A página de suporte do mensageiro foi atualizada recentemente com as versões que deixam de ser compatíveis a partir de 1º de fevereiro de 2020. De acordo com o comunicado, dispositivos rodando Android 2.3.7 ou mais antigo e iOS 8 ou anterior não permitem mais a criação de novas contas ou mesmo a verificação de números já cadastrados, e não vão mais funcionar com o app após o mês de janeiro.
Quem utiliza o aplicativo com essas versões de sistema ainda pode trocar mensagens até a data de encerramento do suporte, mas algumas funções podem parar de funcionar a qualquer momento, já que não há mais atualizações da plataforma nestes aparelhos. Em julho, foi anunciado o fim do suporte do app ao Windows Phone — não é mais possível baixá-lo na loja virtual da Microsoft.
A página de suporte do WhatsApp diz que recomenda o uso de celulares rodando Android 4.0.3 ou superior, ou iOS 9 ou posterior. A mudança faz com que alguns smartphones antigos, que não recebem novas atualizações de sistema, se tornem incompatíveis com o WhatsApp. Isso inclui o iPhone original, além dos modelos 3G, 3GS e 4, todos sem suporte à nona versão do sistema da Apple.

Como descobrir a versão do Android

No caso da plataforma do Google, entre os aparelhos que perdem o suporte ao aplicativo estão o Samsung Galaxy S3, o Galaxy X e o Sony Xperia S, por exemplo. De acordo com informações da página oficial do Android para desenvolvedores, a versão 2.3.7 ou inferior do sistema representa 0,3% dos dispositivos em todo o mundo. Para descobrir qual está instalada no seu smartphone, vá até "Configurações", e toque em "Sobre o telefone". Por fim, procure por "Informações do software" e "Versão Android".

Presidente do Incra e diretores do órgão devem ser demitidos por Bolsonaro

O presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), João Carlos de Jesus Corrêa Foto: Elza Fiúza / Agência Brasil
O presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) , João Carlos de Jesus Corrêa, deve ser demitido, assim como os outros cinco diretores do órgão. A decisão foi tomada nesta segunda-feira durante reunião entre o presidente Jair Bolsonaro e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina . Côrrea, que é general de divisão do Exército, está no cargo desde fevereiro.
Também participaram da reunião com Bolsonaro o secretário especial de Assuntos Fundiários do ministério, Luiz Antônio Nabhan Garcia e os ministros da Economia (Paulo Guedes), da Secretaria-Geral (Jorge Oliveira) e da Controladoria-Geral da União (Wagner Rosário). O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, disse que o Incra foi discutido na reunião, mas não confirmou a demissão. A exoneração também não é confirmada pelo ministério. 
— No despacho hoje da ministra Tereza Cristina com o presidente, dentre outros assuntos, foram tratadas também questões referentes ao Incra. Mas eu reafirmo que as decisões de montagem, de seleção, de exoneração de membros das equipes é de responsabilidade dos ministérios — afirmou Rêgo Barros.
Os outros diretores são Marco Antônio dos Santos (Gestão Estratégica), Humberto César Mota Maciel (Estrutura Fundiária), Reginaldo Ramos Machado (Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamento), Dougmar Nascimento das Mercês (Diretor de Desenvolvimento de Projetos de Assentamento) e Eva Maria de Souza Sardinha (Diretor de Gestão Administrativa).
Nabhan levou sua insatisfação com Jesus Corrêa a Bolsonaro há cerca de duas semanas. Relatou ao presidente que a pressão estava grande e que a convivência entre os dois estava ficando insustentável. Na conversa, Bolsonaro pediu para Nabhan esperar e segurar Jesus Corrêa no cargo.
A ministra Tereza Cristina (Agricultura) também tentou apaziguar a situação nas últimas semanas. Na reunião ontem, porém, Bolsonaro deu aval para a demissão. Jesus Corrêa era indicado do general Carlos Alberto dos Santos Cruz, que foi demitido da Secretaria Geral da Presidência da República em junho.
A ideia é escolher um funcionário de carreira para o comando do Incra. O novo comandante entrará com a pressão de acelerar a agenda do instituto. 

Adolescente morre após celular explodir em seu rosto durante a noite


Uma menina de 14 anos morreu enquanto dormia em Bastobe, no Cazaquistão. De acordo com a polícia local, o celular de Alua Asetkyzy Abzalbek explodiu no travesseiro após ela ter deixado o aparelho conectado ao carregador e ficou usando o fone de ouvido. Durante a manhã, ela foi encontrada sem vida e com ferimentos no rosto.
Os pais da jovem chamaram por ajuda, mas os paramédicos não conseguiram salvar a menina. Especialistas afirmam que o celular de Alua explodiu após superaquecer. A marca e o modelo do aparelho não foram divulgados, assim como não foi revelado se o carregador era original.
Nas redes sociais, amigos e familiares da Alua lamentaram o incidente e a morte da menina.

sábado, 28 de setembro de 2019

Jarlis Adelino Live ao vivo 28 de setembro de 2019

Transou, coçou? Saiba o que pode provocar coceira depois do sexo

Muitas mulheres sentem aquela coceira super chata depois do sexo. Na maior parte das vezes, apesar de incomodar, ela não dura muito tempo e logo some. Porém, em alguns casos, essa companhia dura bem mais que o esperado, o que exige uma visita urgente ao médico.
Segundo o Uol, a coceira após a relação sexual não é algo comum. De acordo com o ginecologista Alexandre Lobel, em algumas situações mais leves, a coceira melhora no dia seguinte, sem precisar de medicação. Em outros mais graves, ela pode estar associada a mais sintomas, como corrimento e odor.
Especialistas aponta 3 causas mais prováveis para a coceira ou incômodo vaginal pós-sexo; Confira:
Ferimento
Após o sexo, a coceira pode surgir por conta de algum machucado que a vagina sofreu durante o ato. Nesse caso ela costuma sumir e pouco tempo, mas se continuar, é bom buscar auxílio médico.
Preservativo
A alergia ao látex da camisinha também é um fator para a coceira vaginal. Ela ocorre imediatamente durante o ato sexual causa inchaço, vermelhidão e irritação vaginal. Caso não seja resolvida com a troca da marca ou tipo de preservativo, procure um médico.
Candidíase
Além da coceira, que costuma ser bem intensa, um corrimento esbranquiçado (com aspecto de leite talhado) também costuma aparecer, acompanhado de vermelhidão na vulva e ardência ao urinar. Neste último caso, recomenda-se procurar imediatamente um ginecologista, para o tratamento específico.

Minério de ferro de Carajás “cria” novo produto que é sensação na China

O GF88 (finos para pelotização) é filho do IOCJ (minério com grau de pureza de 65%), que só é encontrado em Parauapebas, Canaã e Curionópolis. Minério do Pará afoita até portugueses.

O alto teor apurado no minério de ferro saído dos municípios de Parauapebas, Canaã dos Carajás e Curionópolis, onde o grau de pureza pode bater 66%, criou uma espécie de fenômeno no mercado transoceânico e gerou até mesmo um novo produto intitulado GF88, que nada mais é senão finos usados no processo de pelotização. As informações foram publicadas este final de semana pela agência Reuters, a partir de uma conferência apresentada pelo diretor-executivo de Ferrosos da Vale, Marcello Spinelli.
Hoje, o minério de ferro extraído do complexo minerador de Carajás, no sudeste do Pará, é conhecido na China pela alcunha de IOCJ e tem teor de 65%. O IOCJ é o pai do GF88 e deve elevar a proporção de pelotas nas siderúrgicas chinesas dos atuais 14% para 19% até 2025, segundo estima o executivo da Vale.
Na prática, essa elevação de participação das pelotas provenientes de Carajás na China implica ganhos para aquele país porque, devido à qualidade do produto paraense, as políticas de combate à poluição caminham para serem cumpridas, com a emissão de menos gases tóxicos lançados à atmosfera pelas siderúrgicas. Pequim decidiu transferir dezenas de siderúrgicas para regiões costeiras como medida de despoluição nas cidades industriais.
Por outro lado, para garantir o suprimento da demanda, a mineradora Vale deve ampliar a capacidade de extração de minério de ferro de alto teor na Serra Sul de Carajás, onde o custo-benefício da produção é praticamente metade do registrado na Serra Norte.

Portugueses querem logística no MA

De olho no movimento retumbante da extração mineral de Carajás na próxima década, um grupo português intenciona investir até R$ 13 bilhões em porto e ferrovia, mas no vizinho estado do Maranhão, aproveitando-se da logística já existente nos traçados da Estrada de Ferro Carajás (EFC) e da Ferrovia Norte-Sul. As informações foram publicadas no jornal Valor Econômico (veja aqui).
Se isso se concretizar, será o tiro fatal em eventuais perspectivas do Pará de industrializar aqui mesmo no estado o minério que produz a preço de banana. Nunca mais se ouviu falar, por exemplo, na minissiderúrgica que, um dia, talvez vire realidade em Marabá. A reportagem revela que o maior desafio para tocar o projeto será encontrar investidores satisfatoriamente dispostos a injetar recursos na ideia.
O empreendimento planejado pelos portugueses é totalmente privado e, de acordo com analistas, a Vale seria a maior interessada, já que a carga mais volumosa a trafegar pelos trilhos da nova ferrovia será o minério de ferro. A Vale, contudo, não comenta o assunto, segundo informou o Valor Econômico.

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Artista restaura cor de brasileiros fotografados às vésperas da abolição

Imagens foram encontradas na biblioteca de Berlim

Nada se sabe sobre o homem de cabelos grisalhos e olhar triste na foto acima, retratado pelo fotógrafo alemão Alberto Henschel no Brasil por volta de 1869, alguns anos antes da Lei Áurea. A legenda do retrato original, à esquerda, diz apenas “tipos negros”.
O retrato à direita foi restaurado e colorido pela artista brasileira Marina Amaral e é uma das 22 fotografias que a artista está recuperando para sua série “Escravidão no Brasil”.
“Quando a gente olha para os números e para a escala enorme do que foi a escravidão, fica tudo meio abstrato. Mas quando consegue olhar para as pessoas… Ver cada rosto deixa tudo menos abstrato, cria uma conexão”, disse à BBC News Brasil.

A mineira de 25 anos é artista digital especializada em colorir fotos antigas em preto e branco – ficou conhecida mundialmente por dar cor a fotos das vítimas dos campos de concentração de Auschwitz. Ela diz que sempre teve vontade de criar um projeto sobre história do Brasil, mas tinha dificuldade de encontrar um arquivo que tivesse fotos em alta resolução.
“Até descobrir esses 22 retratos através de uma biblioteca de Berlim”, diz ela à BBC News Brasil. Encontrar fotografias de escravos do século 19 é algo raro. Nas poucas vezes em que eram retratados, era como parte da propriedade de algum grande senhor de escravos.
Mesmo sobre o ensaio de Alberto Henschel não há muitas informações. “O que se sabe é que elas chamaram muita atenção na época porque ele tentou retratá-los com um certo nível de dignidade que não era comum”, diz Marina.
Henschel era um fotógrafo profissional alemão que se tornou um dos pioneiros da fotografia no Brasil no século 19 e chegou a retratar a a monarquia brasileira, incluindo o imperador Dom Pedro 2º e sua família. Seus primeiros estúdios foram em Recife e em Salvador. A partir de 1870, ele passou a atuar também no Rio de Janeiro e em São Paulo.
É possível que entre os negros retratados por Henschel também houvesse homens e mulheres livres — sua luta por liberdade era constante e muitos conseguiram conquistar sua própria liberdade antes das leis que foram progressivamente abolindo a escravidão, até o seu fim definitivo com a Lei Aurea, em 1888.

Ampliação

“Foi a primeira que eu fiz algo relacionado à história do Brasil que gerou um impacto tão grande”, diz Marina, sobre a reação positiva que os dois primeiros trabalhos da série tiveram nas redes sociais.
Inicialmente, ela ia apenas postar as fotos em sua rede, mas quando viu a reação decidiu fazer algo maior. “Resolvi convidar alguns professores e autores brasileiros parar dar um contexto para as fotos. A idéia principal é apresentar a história do Brasil para os meus seguidores de fora, já que a maior parte do meu público é da Europa e dos Estados Unidos”, diz ela. As legendas são publicadas em inglês e português.
“E também que falem dos impactos desse período nos dias de hoje, porque vivemos as consequências da escravidão todos os dias.”

Grêmio x Flamengo: Renato dispara contra Jorge Jesus: "Nunca conquistou nada"

Logo após a vitória por 3 a 0 sobre o Santos, treinador do Imortal cutucou mais uma vez o português

Renato Gaúcho e Jorge Jesus discordaram algumas vezes sobre qual time tem o melhor futebol do país no momento. Logo após a vitória por 3 a 0 sobre o Santos, no último sábado, o comandante do Grêmio voltou a disparar contra o português.
Segundo o treinador do Imortal, a equipe de Jesus pode estar até jogando com o Tricolor o melhor futebol do Brasil. No entanto, Renato alfinetou o currículo e a carreira do gajo.
"Concordo que o Flamengo está jogando o melhor futebol do Brasil junto com o Grêmio, mas o Jorge Jesus ganhou só dois ou três títulos portugueses. E saiu de Portugal, foi para a Arábia. Ele nunca treinou fora de Portugal um grande clube na Europa. Nunca conquistou nada e está com 65 anos", afirmou Renato, que completou:
"Ele está com uma seleção nas mãos. É obrigado a fazer exatamente isso o que está fazendo: fazer o Flamengo jogar bem. Vamos saber se ele tem capacidade, se ele é um grande treinador, é se ele ganhar no final, ou se tirá-lo do Fla ou Palmeiras, botar num outro clube do Brasil, e der resultado", finalizou.
Flamengo e Grêmio se enfrentam pela semifinal da Conmebol Libertadores, com transmissão do FOX Sports nas duas partidas. O primeiro duelo será no dia 2 de outubro, em Porto Alegre, enquanto a volta está marcada para o dia 23 do mesmo mês, no Maracanã.

Vigia de escola é preso suspeito de pedofilia

A Polícia Militar prendeu no último sábado (21) um homem identificado como Claudenir Soares Pereiras, de 47 anos, por suspeita de violência sexual contra três adolescentes no município Vila Nova dos Martírios, a 660 km de São Luís.
Segundo a polícia, Claudemir trabalhava como vigia em uma escola da rede municipal do município. O conteúdo pornográfico com as vítimas foi encontrado no celular do conduzido. De acordo com as primeiras informações, os crimes aconteciam em áreas de matagal.

A denúncia chegou aos policiais por meio do Conselho Tutelar. O homem foi encaminhado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Açailândia, que ficou responsável pela investigação do caso.

Em Milão, Bruna Marquezine posa ao lado de ator de 'Vingadores'

Durante sua passagem por Milão, na Itália, neste final de semana,  Bruna Marquezine posou ao lado do ator Sebastian Stan.
Sebastiam Stan que interpretou o "Soldado Invernal" na saga "Vingadores", da Marvel. 
Bruna marcou presença na primeira fila do desfile da grife Boss, na Semana de Moda de Milão, e apostou em um conjuntinho amarelo. 

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Casos de dengue no país têm maior patamar desde epidemia de 2015

O verão ainda não chegou, mas o país já está em alerta contra a dengue e o mosquito Aedes aegypti, seu transmissor, pois foram registrados neste ano quase 1,5 milhão de casos, o maior patamar desde 2015, segundo dados oficiais.
Embora a doença seja endêmica no Brasil e os picos sejam comuns a cada dois ou três anos, o expressivo aumento de registros antes mesmo da chegada da primavera - que começa no próximo dia 23 - e da temporada de chuvas vem provocando preocupação na comunidade médica e científica do país.
Segundo dados do Ministério da Saúde, pelo menos 591 pessoas morreram devido à doença de 30 de dezembro de 2018 a 24 de agosto deste ano, e outras 486 mortes suspeitas de terem a dengue como causa estão sob investigação. Neste período foram registrados mais de 1,4 milhão de casos de dengue, um crescimento de 600% em relação ao mesmo período de 2018 (que foi de 205.791). Foi o maior índice desde 2015, quando houve 1,6 milhão de casos de janeiro a dezembro.
Apesar de a dengue ser considerada uma doença cíclica, a preocupação entre médicos, agentes de saúde e autoridades é que o período mais quente e úmido do ano ainda não começou.
"A temporada de chuvas ainda não chegou. É quando os casos se multiplicam. Nós ainda estamos no inverno - um bastante seco, inclusive. Não deveríamos ter esse pico da dengue agora, esses números estão fora da curva", afirmou o médico Thiago Henrique dos Santos, mestre em Saúde Pública pela USP.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) estabelece que uma situação é considerada epidemia a partir de 300 casos para cada 100 mil habitantes. Atualmente, a taxa de incidência da doença no Brasil é de 690,4 casos a cada 100 mil pessoas, segundo o Ministério da Saúde.
Santos criticou o que classificou como desmonte das políticas públicas de prevenção da doença.
"O governo está correndo atrás do prejuízo", disse o médico, que lamentou os cortes drásticos para o setor de saúde pública, que vem acontecendo desde 2016.
Essa redução, segundo Santos, impactou de maneira significativa os recursos das equipes de saúde ambiental que atuam em todo o país no combate à dengue e que dão orientação aos moradores sobre as melhores estratégias de prevenção da doença.
O médico e pesquisador Alexander Precioso, diretor da Divisão de Ensaios Clínicos e Farmacovigilância do Instituto Butantan, também vê os orçamentos cada vez menores como uma preocupação para todos que trabalham com pesquisa no país.
"A luta contra a dengue é uma batalha eterna. É uma luta que depende de políticas públicas de saúde, de ações governamentais, mas também da participação ativa da população", garantiu.
Com isso, as visitas casa a casa e a orientação aos moradores de áreas de risco continuam sendo a maneira mais eficaz de combate aos criadouros do mosquito, permitindo, assim, que seja interrompido o contágio da população urbana.
"O período para que uma larva se transforme em mosquito é de apenas uma semana. É um ciclo muito rápido, constante e a partir do momento que as pessoas esquecem os recipientes cheios de água, os casos de dengue voltam a disparar", declarou à Efe a agente de endemias do município de São Paulo, Dulcineia Prates.
Porém, a maior cidade do Brasil é considerada uma "bolha" que constrasta com os números nacionais: enquanto em todo o estado de São Paulo o coeficiente de incidência alcançou a marca de 959,7 casos por 100 mil habitantes, na capital paulista a taxa se situa em 138 casos a cada 100 mil pessoas, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde.
A coordenadora do Departamento Municipal de Vigilância em Saúde de São Paulo, Solange Saboia, contou que estão sendo preparadas atividades ampliadas de combate ao mosquito nos meses que antecedem o verão, devido à situação alarmante deste ano.
"Temos bastante preocupação em relação à chegada do calor e das chuvas e, por isso, estamos antecipando várias das estratégicas de intensificação", explicou.
Por sua vez, a agente de endemias Marlene Ferreira, que há 18 anos faz visitas residenciais, lembrou que, para uma prevenção efetiva, é necessário um esforço coletivo, constante, maciço e metódico.
"Logo chega a temporada de chuvas, e qualquer respingo de água nos vasos de planta ou tigelas de animais já é suficiente para que o mosquito venha, coloque seus ovinhos, e a gente tenha um novo surto de dengue", alertou.

Ministério da Saúde registra 570 novos casos de sarampo no Brasil

Nos últimos 90 dias, o Brasil registrou 3.909 casos confirmados de sarampo em todo o território nacional, de acordo com o Ministério da Saúde. Segundo a pasta, houve aumento de 570 casos (85%) em relação ao último boletim epidemiológico divulgado em 12 de setembro. 

Conforme os registros, há 17 estados na lista de transmissão ativa da doença. A Bahia está na lista e teve um caso confirmado - outros três foram de turistas que vieram pra cá. A maioria dos registros está em São Paulo (3.807), seguido do Rio de Janeiro (19), Pernambuco (15), Minas Gerais (13), Santa Catarina (12), Paraná (9), Rio Grande do Sul (7), Maranhão (4), Goiás (4), Rio Grande do Norte (4), Distrito Federal (3), Pará (2), Mato Grosso do Sul (2), Piauí (2), Espírito Santo (1), Bahia (1) e Sergipe (1).
Segundo o Ministério da Saúde, R$ 10,5 milhões foram liberados para os estados nesta semana para reforçar ações de imunização da população. 
O ministério também alerta que a vacina é a principal forma de proteção contra o sarampo e informa que a tríplice viral está disponível em mais de 36 mil postos de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil. 
Para interromper o ciclo de transmissão do sarampo, o ministério realizará a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, que será feita em duas etapas. A primeira fase será de 7 a 25 de outubro e terá crianças de 6 meses a menores de 5 anos como alvo. A segunda, de 18 a 30 de novembro, será destinada à população de 20 a 29 anos.

Mulher fica com sangue azul após tomar remédio para dor de dente

A paciente, que não foi identificada, deu entrada na emergência do hospital reclamando de fraqueza, fadiga e dificuldade para respirar

Uma mulher, de 25 anos, ficou com sangue azul após tomar remédio para dor de dente, em Rhode Island, nos Estados Unidos. A jovem procurou o hospital de Providence surpreendendo os médicos porque até sua pele estava ficando azulada.
A paciente, que não foi identificada, deu entrada na emergência do hospital reclamando de fraqueza, fadiga e dificuldade para respirar.

A revista médica “New England Journal of Medicine publicou um artigo, nesta quinta-feiram 19, explicando por trás da coloração azul no sangue, era o uso do medicamento para dor de dente que a mulher tomou na noite anterior a internação no hospital.

A paciente havia usado benzocaína tópica em grande quantidade. De acordo com Otis Warren e Benjamin Blackwood, médicos que relataram o caso, a coloração azulada foi provocada por baixo nível de oxigênio nas hemácias. O nosso sangue fica com tom vermelho, justamente, por ser rico em oxigênio.

MARVEL STUDIOS LANÇA TRAILER INCRÍVEL PARA A SAGA DO INFINITO!

Ao longo dos últimos 11 anos, o Marvel Studios alcançou um feito sem precedentes, ao construir um universo de filmes compartilhados, que culminaram na produção mais lucrativa de todos os tempos, além de estabelecer diversas franquias diferentes baseadas em personagens dos quadrinhos.
Chamada de Saga do Infinito, o primeiro arco de filmes do Universo Cinematográfico Marvel se encerrou com Homem-Aranha: Longe de Casa, e agora, o estúdio se prepara para iniciar seu próximo grande evento nas telonas.
Como era de se esperar, um box compilando todos os filmes da Saga do Infinito será lançado em breve, para que os fãs guardem para sempre essa coleção histórica. Como forma de promover o lançamento e de recapitular tudo o que aconteceu, o estúdio lançou um trailer da Saga do Infinito, que destaca os momentos mais importantes dos filmes, tais como as origens do Homem de Ferro, Thor e Capitão América, além de momentos marcantes dos Vingadores e dos Guardiões da Galáxia.
Quem também ganha bastante destaque no vídeo é o Homem-Aranha, que apesar de não fazer mais parte desse universo, também foi extremamente importante e segue como um dos personagens favoritos dos fãs. Confira:

Operação da PF prende mulheres que vendiam imagens do estupro e tortura dos próprios filhos

Segunda fase da Operação “Pedomom” da Polícia Federal (PF) foi deflagrada nesta quinta-feira (19). Homem, também envolvido no crime, já havia sido preso em Iguape (SP), em maio

Duas mulheres foram presas, nesta quinta-feira (19), na segunda fase da Operação “Pedomom” da Polícia Federal (PF). Elas participavam de um esquema criminoso, envolvendo um casal na Ucrânia, que produzia e distribuía arquivos contendo imagens de abuso sexual infantil. As vítimas eram os filhos das próprias mulheres. Um homem, também envolvido no crime, já havia sido preso em Iguape (SP).
De acordo com a Polícia Federal, em maio deste ano, um casal de ucranianos foi preso. A dupla produzia e distribuía arquivos contendo imagens de abuso sexual infantil naquele país. No mesmo mês,foi preso um brasileiro na cidade de Iguape, também envolvido no esquema. Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, ele tentou destruir seu laptop e celulares, mas não conseguiu.
O material foi levado à análise do setor Técnico-Científico da PF, onde foi possível identificar grande volume de arquivos contendo cenas de abuso sexual praticadas por ele em companhia de duas mulheres, tendo as duas crianças como vítimas. A PF descobriu que as duas mulheres eram ex-namoradas do preso e as vítimas são a filha do rapaz, que não tem ligação com as mulheres, e o filho de uma delas, que têm 11 e 5 anos de idade, respectivamente.
Ainda segundo a PF, há registro da ocorrência de mais de 30 estupros, além de imagens de tortura praticada contra uma das crianças. No caso de uma das agressoras, foi possível individualizar cerca de 20 atos de abuso sexual praticados contra o próprio filho. Os estupros eram filmados pelos agressores que, posteriormente, os trocavam em fóruns da Deep web dedicados especificamente a abusos sexuais praticados por pais e mães.
As mulheres envolvidas foram presas nesta quinta-feira (19), após esforços das polícias da Ucrânia e da Polícia Federal, além de representantes da Interpol no Brasil. Uma delas estava em Iguape e outra em Cajati, ambas cidades localizadas na região do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo.
O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão. Já o estupro de vulneráveis prevê de 8 a 15 anos de prisão.

Marinha dos EUA confirma veracidade de vídeo do Pentágono com possível OVNI

Os objetos ainda não foram identificados com sucesso como qualquer tipo conhecido de aeronave

Em dezembro de 2017 e março de 2018, o jornal norte-americano The New York Times divulgou três vídeos secretos do governo dos Estados Unidos mostrando pilotos da Marinha dos Estados Unidos perseguindo objetos voadores não identificados – que se moviam em velocidade hipersônica, a milhares de pés acima da Terra, sem asas, motores ou sinais visíveis de propulsão.
Joseph Gradisher, porta-voz do vice-chefe de operações navais da Marinha, enviou uma declaração ao site The Black Vault confirmando a veracidade dos vídeos com os “fenômenos aéreos não identificados”, acrescentando ainda que não houve qualquer edição nas gravações.
Os objetos ainda não foram identificados com sucesso como qualquer tipo conhecido de aeronave. Segundo Joseph, as imagens nunca deveriam ter chegado ao conhecimento público. Reporta-se ainda que os vídeos foram divulgados inadequadamente por um ex-funcionário do Pentágono, que pediu permissão para compartilhar entre agências do governo para uma espécie de banco de dados sobre veículos aéreos não tripulados.
Não é possível dizer que tais objetos sejam domínios de “alienígenas”. No entanto, como apontou o The New York Times, na época da divulgação dos vídeos, é estranho que objetos “apareçam repentinamente a 80.000 pés e depois sejam arremessados em direção ao mar, estacionando a 20.000 pés e pairando”.
Uma curiosidade é que os vídeos foram divulgados pelo NYT e pela To The Stars Academy of Arts & Science, uma organização criada pelo ex-vocalista e guitarrista da banda Blink-182 Tom DeLonge.

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Vereador Jarlis Adelino Apresenta Projeto de Lei que Valoriza Artistas Locais em Eventos no Municipio de Açailândia





O Município de Açailândia promove anualmente realização de festas e eventos culturais em lugares privados e públicos, tradicionais ou casuais, tendo em vista o publico que prestigia nossos eventos, dentre esse publico no município, temos muitos talentos, porem sem espaço para que esses artistas mostrem seus talentos.

Esses acontecimentos sociais fomentam a cultura e o comercio, proporcionam o entretenimento, geram empregos diretos e indiretos, porém no que tange ao aspecto cultural podem ser mais bem explorados e regulamentados para aqueles que já o fazem, oferecendo espaço para que talentos locais mostrem seu trabalho, sendo assim estarão agregando valor ao evento e “abrindo portas” para que estes artistas locais posteriormente conquistem novos espaços, além de gerar maior envolvimento e receptividade de toda a população, tornando-a mais aberta aos artistas consagrados que aqui apontam.

Saliento que leis semelhantes, já vigoram em outros municípios brasileiros com sucesso, como por exemplo nas cidades de Curitiba-PR, Marilha-SP, Bragança Paulista-SP  dentre outras, sendo que está proposta de lei foi devidamente adequada de acordo com a nossa realidade.

O reconhecimento pleiteado não se resume aos artistas da nossa terra, mas a todos os munícipes, que se sentirão orgulhosos em ver um talento de seu município, conquistando espaço, reconhecimento, propagando arte e rompendo fronteiras.


Já fiz parte da cultura em Açailândia, entre 1993 a 2003, fiz parte de um grupo musical e grupo de dança de rua, poucas pessoas sabem desse momento em minha vida, porém sou conhecedor das dificuldades vivenciadas pelos artistas locais, portanto tenho gabarito para defender este projeto. Em Açailândia o saudoso, Miro Ferraz, foi um dos principais empresários a acreditar no talento cultural local, sempre oportunizou espaço para que os nossos talentos tivessem condições de apresentação em grandes públicos no GIGANTÂO uma das maiores danceterias do Maranhão na época, agora na condição de vereador pretendo ofertar essa possibilidade via lei municipal.  


O Projeto será apresentado na sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores na próxima quinta-feira 19.
Fonte: Assessoria do Ver. Jarlis Adelino

Nasa confirma que asteroide está a caminho da Terra e manda população se preparar?

Segundo a NASA, o imenso asteroide tem 100% de chance, segundo suas analises, de atingir a Terra.

Nasa confirma que asteroide está a caminho da Terra e manda população se preparar?. A cientista Danica Remy, declarou em meio a uma entrevista à rede de notícias internacional, NBC News, o que a maioria das pessoas não gostaria de escutar: um choque entre um asteroide e a terra é “100% certa”.
A pergunta que fica no ar, quando irá ocorrer essa colisão. Todos os asteroides que se aproximam da terra são observados pela NASA (Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço). Sendo que, alertas são emitidos apenas, para os asteroide que têm mais de 1km diâmetro.
Para a cientista, o risco não está presente no tamanho em si dos asteroides, porque mesmo os pequenos podem ocasionar danos. Ela ainda assegurou, que para cidades costeiras serem inundadas e milhões de pessoas serem mortas um único corpo com diâmetro de 60 m já poderia ocasionar essa situação.
-Esse tipo de devastação seria em nível regional, mas traria consequências globais em relação aos sistemas de transporte e rede e também no clima- esclareceu.

Danica relatou á NBC no dia 10. A cientista é membro da B612 Foundation, uma rede privada na qual trabalha em métodos que auxiliam na proteção do nosso planeta.
Há cerca de duas semanas, segundo projeções feitas pela NASA, um imenso asteroide teria passado “raspando” em média há 4 milhões de quilômetros do planeta e estava percorrendo na velocidade de 16,7 mil quilômetros por hora. Se por acaso sua trajetória direcionada á terra fosse modificada por algum obstáculo, ele levaria 10 dias para se chocar com nosso planeta.

Os cientistas também alertavam, não só a respeito da proximidade do corpo celeste, mas também sobre o seu diâmetro de 560 metros. Para ter noção do tamanho deste corpo, a sua dimensão é maior do que a altura do Pão de Açúcar, localizado no Rio de janeiro, e do Empire State Building, que fica em Nova York.

Fim da exigência de simulador para CNH e suspensão de aulas para cinquentinha valem a partir desta segunda

Novas regras para tirar carteira de habilitação e mudança no processo para tirar ACC foram determinadas em junho passado pelo governo federal. Especialistas criticaram.


O número de aulas para tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vai ser reduzido a partir desta segunda-feira (16). A mudança determinada pelo governo federal em junho passado também altera o processo para obter a ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor), documento exigido para guiar cinquentinhas, como são conhecidos os ciclomotores com motor de até 50 cm³.
Entenda as mudanças em detalhes:

CNH (categoria B, carros)

  • acaba a exigência de uso do simulador nas autoescolas para quem quiser tirar a CNH na categoria B. Fazer aulas no aparelho passa a ser facultativo;
  • com isso, cai o número de horas/aulas obrigatórias. Ele passará de 25 para 20 horas. É a mesma carga-horária de antes de o simulador ter sido adotado.

ACC (cinquentinha)

  • durante 1 ano, quem quiser guiar cinquentinhas poderá fazer as provas teórica e prática sem ter feito aulas. Somente se for reprovado, terá de passar por aulas práticas;
  • a partir de setembro de 2020, voltam a ser exigidas as aulas, mas o número vai cair de 20 para 5 horas, sendo que uma delas dever ser noturna.
  • no exame prático, o candidato poderá usar seu próprio ciclomotor — desde que o veículo tenha, no máximo, 5 anos de uso.
  • Rio Grande do Sul mantém simulador

    Por decisão liminar, em agosto, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), manteve a obrigatoriedade de realizar aulas em simulador para obter a CNH no Rio Grande do Sul.
    A ordem foi dada após uma ação movida pelo Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do estado (SindiCFC-RS). Essa solicitação tinha sido negada em primeira instância.

    Governo diz que custo vai cair

    Na época em que as alterações para habilitação foram anunciadas, o governo disse que elas tinham como objetivo desburocratizar esses processos e reduzir custos.
    "O simulador não tem eficácia comprovada, ninguém conseguiu comprovar que é importante para o condutor. Nos países ao redor do mundo não é obrigatório, mesmo em países com excelentes níveis de segurança no trânsito", disse o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, em junho.
    O secretário-executivo do ministério, Marcelo Sampaio, disse que esperava que autoescolas que saíram do mercado pudessem voltar com o fim do simulador, o que, segundo ele, também deve contribuir para baixar os custos para tirar habilitação.

    Críticas de especialistas

    As mudanças foram criticadas por especialistas em trânsito. “Quando reduzimos a carga para baratear custos, aumentamos o risco de acidentes no futuro, e, como consequência, aumentar custos na área da saúde, por exemplo”, afirmou Renato Campestrini, gerente técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária.
    Para Mauricio Januzzi, advogado especialista em direito do trânsito, “o governo está tirando algumas áreas essenciais para formação do condutor, em detrimento de um custo mais baixo”.
    “Talvez, em nome da 'desburocratização', tenhamos um cenário triste com o aumento de acidentes e mortes no trânsito”, disse Flavia Vegh Bissoli, vice-presidente da comissão de trânsito da OAB-SP.
    Para o presidente do Sindicato das Autoescolas do Estado de São Paulo, Magnelson Carlos de Souza, desburocratizar o processo é positivo, mas os condutores deveriam continuar fazendo aulas em simuladores.
  • “O simulador tem algumas vantagens. Ele é mais rápido e mais barato. Se somar as duas coisas, não tenho dúvidas de que ele [o aluno] vai optar pelo simulador. Mas o mercado é quem vai moldar”, afirmou.
    No início deste mês, o Instituto Latinoamericano de Segurança Viária (Ilasv), com sede no Rio Grande do Sul, pediu à Justiça que anulasse a resolução.

    Mudanças no Código de Trânsito

    Também em junho passado, o governo federal propôs outras mudanças no Código de Trânsito, mas que precisam ser aprovadas pelo Congresso, entre elas o aumento da pontuação máxima para suspensão da CNH por infrações e o fim da multa para quem transportar crianças sem cadeirinha. Não há previsão de quando elas serão analisadas.