.

.

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Santander é condenado por humilhar funcionários


O banco Santander foi condenado pela Justiça do Trabalho em Alagoas a pagar R$ 400 mil por assédio moral. O dinheiro será revertido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador. No processo, que corre desde 2012, o Ministério Público do Trabalho comprovou denúncia de cobrança abusiva de metas e exposição de funcionários a ameaças e situações humilhantes.
O MPT colheu depoimentos de antigos funcionários, que relataram assédio praticado por gerentes, que falavam palavrões, ameaçavam os funcionários de demissão e os constrangiam diante de colegas de trabalho com o intuito de pressioná-los a cumprir metas.
Denúncias - Além de pagar a indenização, o banco espanhol deverá criar um canal onde os funcionários, anonimamente, poderão fazer reclamações com relação a comportamentos ofensivos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.