.

.

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Temer lança programa para renovar até 10% da frota de ônibus brasileira

Governo vai disponibilizar linha de financiamento de R$ 3 bilhões aos empresários do setor rodoviário com recursos do FGTS; prazo de carência e garantias para obter o crédito ainda não foram definidos.

O presidente da República, Michel Temer, lançou nesta terça-feira (13) um programa que pretende renovar até 10% da frota de ônibus do sistema de transporte público do país.
A iniciativa, batizada pelo Palácio do Planalto de "Refrota 17", disponibilizará aos empresários do setor rodoviário uma linha de financiamento de R$ 3 bilhões de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Segundo o Ministério das Cidades, a frota nacional de ônibus do sistema coletivo conta com 107 mil veículos e 1,8 mil empresas. O setor, destacou a Associação Nacional de Transportes Urbanos, gera 537 mil empregos diretos e transporta mais de 30 milhões de pessoas diariamente.
O governo federal estabeleceu como meta o financiamento de 10 mil novos ônibus por meio do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte), que utiliza dinheiro do FGTS. O prazo para cumprir a meta não foi divulgado.
“O objetivo é estabelecer uma linha de acesso de R$ 3 bilhões com recursos do FGTS para o financiamento de 10 mil ônibus. Isso significa a modernização de aproximadamente 10% da frota nacional”, declarou o ministro das Cidades, Bruno Araújo.
O Ministério das Cidades informou que ainda não foram definidos o prazo de carência para quitar o financiamento e as garantias que serão exigidas dos empresários. Os interessados em utilizar a linha de crédito com juros subsidiados terão de oferecer uma contrapartida mínima será de 5% do valor do veículo.
O chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, e o secretário de Mobilidade Urbana, José Roberto Generoso, participaram da cerimônia de lançamento do programa no Palácio do Planalto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário