.

.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Irmão de Ronaldinho Gaúcho revela 'possivel plano de marketing' do Corinthians para 2017

Irmão de Ronaldinho Gaúcho revela 'plano de marketing' do Corinthians e provocação de Andrés

Ronaldinho chegou a estar na mira do Corinthians, revela agente
Ronaldinho chegou a estar na mira do Corinthians, revela agente
Foto: Reprodução
No início de 2011, Ronaldinho Gaúcho movimentou os jornais esportivos pelo mundo. O motivo? O futuro indefinido, já que havia sido liberado pelo Milan, da Itália, para encontrar um novo clube. Segundo Roberto de Assis, irmão e empresário do jogador, o craque chegou a estar nos planos no Corinthians, então presidido por Andrés Sanchez.
Assis e Andrés, com quem mantinha bom relacionamento, chegaram a discutir a possibilidade de Ronaldinho defender o Timão. A ideia era utilizar o ex-camisa 10 da Seleção Brasileira da mesma forma como Ronaldo foi em 2009, quando acertou o retorno ao futebol brasileiro e conquistou o Paulistão e a Copa do Brasil com a camisa alvinegra.
O vice-presidente do Corinthians Luis Paulo Rosenberg, braço direito de Sanchez, foi incumbido de planejar as ações relacionadas à contratação do atleta, como recorda Assis: “‘Vamos fazer um plano de marketing parecido com o que foi feito com o Ronaldo Nazário, acho que faz sentido, Ronaldinho é a sequência disso, podemos fazer...’. Pô, maravilha”, afirmou Assis em participação no programa Bola da Vez, da ESPN Brasil.
Apesar das tratativas, o negócio não andou, e Andrés decidiu provocar o Grêmio, clube formador de Ronaldinho e que dava o retorno do craque a Porto Alegre como certo. “O Andrés sempre foi um cara bacana, um cara legal, sempre foi um parceiro. Nós sempre nos encontramos em tudo quanto é lugar e, acho que pra sacanear um adversário na festa lá do Grêmio, falou: ‘Estou falando com o Assis aqui, ó! Vocês não vão fazer nada...’”, recordou. “Me jogou na fogueira, cara (risos). Não tinha nada a ver”, finalizou.
Fora do Milan, Ronaldinho se transferiu para o Flamengo, onde permaneceu até a temporada de 2012. Atualmente, o meio-campista não atua por nenhum clube e deve oficializar o fim da carreira de atleta em 2017.

Cartas na mesa

Em meio à acirrada disputa por Ronaldinho Gaúcho, Andrés Sanchez chegou a oferecer R$ 1,8 milhão por mês ao meia. “O Ronaldinho é próximo ao Ronaldo, que é único no planeta. Eu tenho à disposição um milhão e oitocentos mil reais por mês para ele. Eu pago isso para ele agora”, declarou, à época.

Nenhum comentário:

Postar um comentário