.

.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Eurico detona Dinamite, quer resgate e admite novo mandato



O presidente do Vasco, Eurico Miranda, concedeu longa entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, em São Januário. O polêmico dirigente fez uma exposição da evolução da situação financeira do clube desde que assumiu o posto, e não poupou críticas à administração anterior, do ex-jogador Roberto Dinamite. 
Eurico relatou que, de novembro de 2014 ao fim do primeiro semestre de 2016, data do último balanço, houve redução do passivo do clube de R$ 690 milhões para R$ 518 milhões, e que hoje o clube dispõe de todas as certidões possíveis para comprovar situação fiscal, junto ao INSS, FGTS, entre outras.
"É para se demonstrar como a administração anterior entregou o Vasco e quais foram os procedimentos adotados por essa administração. Tudo documentado, sem fantasias, é a situação real. Encontramos isso absolutamente degradado. Para se ter uma ideia, chegamos aqui e tínhamos um ônibus enguiçado. Hoje o Vasco tem seis porque as suas categorias de base não tinham como se locomover", disse Eurico.
O presidente vascaíno se disse determinado a resgatar o nome do Vasco, e considera isso como uma "missão". Eurico disse gozar de boa saúde e que, se não conseguir realizar o que pretende antes do fim do seu mandato, em dezembro de 2017, concorrerá à reeleição.
"Para acabar com a especulação e sossegar os mais jovens, se eu não conseguir colocar o Vasco onde ele precisa estar até o fim do meu mandato, eu vou continuar. Não quero nem saber de quem tenho apoio. Eu vou concorrer à eleição. É para, inclusive, os não-satisfeitos se apresentarem. Vou deixar um quadro muito melhor do que recebi," decretou.
Sobre o futebol, Eurico projeta investimentos muito maiores na formação da equipe de 2017, e promete uma "surpresa" antes do Natal.
"Vamos fazer um investimento mais forte no futebol. A torcida se preocupa mais com o problema do futebol. Com toda a dificuldade, mas vamos fazer com absoluta consciência. Não é fazer com irresponsabilidade, não é fazer o que era feito aqui. Acho que o próximo ano será muito melhor para o Vasco em termos de resultados no futebol, mas com absoluta consciência. Será um investimento mais ousado, mas com certeza, repito, com responsabilidade. O orçamento vai ser aprovado agora e vocês vão ficar surpresos. Em orçamento total, acima de R$ 260 milhões. Só para o futebol são R$ 200 milhões. O Vasco vai brigar nas cabeças, com certeza," disse o presidente.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário