.

.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Vereador Jarlis Adelino Fala Sobre a Viena Siderurgica e possivel venda dos ativos florestais

Vereador Jarlis Adelino (PMN) e Antonio Brito Presidente do STIMA

Esclarecimento! 
Ouve inversões de informações por parte de alguns canais de comunicação de Açailândia em relação a minha ida a São Luís-MA durante essa semana.

Fui a capital maranhense para entregar tão somente um documento ao Governador do Estado do Maranhão para que seja realizada uma representação institucional do governo maranhense junto ao BNB Banco do Nordeste do Brasil, para que seja agilizada uma linha de crédito para conclusão da obra de Laminação da Aciaria Gusa Nordeste S/A.

Elaboramos um documento que foi assinado pelo Prefeito Juscelino Oliveira, Pela Câmara de Vereadores, e por duas entidades de classe STIMA e SICAM.

O Documento faz um relato da situação atual do setor siderúrgico com a preocupação do município em relação aos desempregos que foram causados pela paralisação da produção das siderúrgicas Guarany e Pindaré, onde cerca de 2 mil pais de família perderão seus empregos até o fim de fevereiro do corrente ano, desempregos causados pela venda dos ativos florestais do Grupo Queiroz Galvão Siderurgia a SUZANO Papel e Celulose.

Nesse sentido aproveitamos a oportunidade na capital e solicitamos junto ao Deputado Estadual Eduardo Braide (PMN) à criação de uma comissão especial de parlamentares para que acompanhem de perto e ajudem o setor siderúrgico nesse momento de dificuldade dos trabalhadores metalúrgicos de Açailândia e Trabalhadores da Região de forma geral, comissão confirmada pelo Deputado Braide. 

O Documento relata a importância do projeto AVB - Aço Verde do Brasil em relação a laminação. O Setor de Laminação é o principal setor da Aciaria, uma vez concluído o setor de Laminação, o polo industrial pode ser reabilitado atraindo outros investimentos e empresas secundárias ao município.  por esse motivos fomos até a capital maranhense para protocolar junto ao governo do Maranhão essa representatividade.

Viena Siderúrgica!

O Caso da Viena Siderúrgica em relação a possível venda dos ativos florestais, ficamos sabendo quando já estávamos em São Luís-MA, após um canal de rádio ter mencionado a possível venda dos ativos. 

Não temos informações oficiais sobre este caso, conversamos com um dos diretores da Viena Siderúrgica que negou tal negociação com a Suzano, e foi nos confirmado que essa noticia não passa de boatos! mais me lembro muito bem que começaram com boatos a venda dos ativos florestais do Grupo Queiroz Galvão Siderurgia, na época procuramos os diretores da Queiroz e também negaram a negociação, mas a venda se concretizou! por esse motivo a população de Açailândia se assustou com essa informação vinculado pelos meios de comunicação.

Vamos aguardar os próximos capítulos.

O sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Açailândia não teve informação oficial sobre o assunto até a postagem dessa matéria, o presidente Antonio Brito acompanhava o vereador Jarlis Adelino na capital maranhense.

Por Jarlis Adelino.
Fonte: Assessoria Vereador Jarlis Adelino

Nenhum comentário:

Postar um comentário