.

.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Clube mineiro ratifica contrato com Bruno, e aguarda saída do goleiro da prisão

Presidente do Montes Claros, Ville Mocellin diz que nome segue registrado no BID e está em compasso de espera para saber sobre chance do goleiro atuar; contrato vai até 2019

Bruno
Montes Claros assinou contrato com Bruno quando ele estava na cadeia  
A expectativa pelo futuro de Bruno após deixar a cadeia passará pelo Montes Claros. Em entrevista ao LANCE! nesta sexta-feira, horas depois que a soltura do goleiro foi determinada pelo STF, o mandatário Ville Mocellin ratificou que, aos olhos do clube mineiro, o vínculo assinado em 2014 segue em vigor:

- Acredito que sim, no BID da CBF o contrato dele com o Montes Claros está registrado até 2019. Estamos aguardando a situação se concretizar - afirmou, ao LANCE!.

Em 2014, quando Bruno estava na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG), o Montes Claros assinou contrato por o goleiro por cinco temporadas. Mocellin disse que já entrou em contato com a esposa do goleiro, Ingrid Calheiros, e espera saber uma decisão oficial em breve:

- Falei com a esposa dele, que ainda está esperando para que ele seja solto. Assim que tivermos uma posição oficial, vamos comunicar.

O Montes Claros não foi o único clube no qual Bruno foi especulado enquanto esteve na prisão, condenado a 22 anos e três meses pela morte de Eliza Samudio. Em 2015, houve rumores de que o Villa Nova também estava interessado em contar com o goleiro. Procurada pelo LANCE!, a diretoria rechaçou a hipótese de tentar uma negociação, e disse que a especulação aconteceu ainda na antiga gestão do Leão do Bonfim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário