.

.

terça-feira, 21 de março de 2017

Anvisa interdita todos os lotes de marcas de papinha para bebês

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o alimento para bebês é comercializado por fabricante desconhecido e não possui registro na agência

O registro sanitário de alimentos de transição para lactentes e crianças de primeira infância é obrigatório
O registro sanitário de alimentos de transição para lactentes e crianças de primeira infância é obrigatório
Foto: Reprodução
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a fabricação, comercialização e divulgação, em todo o território nacional, de todos os lotes dos produtos Papá no Prato. De acordo com a Anvisa, a papinha é comercializada pela internet por fabricante desconhecido e nenhum deles possuíam registro na agência.
Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o registro sanitário de alimentos de transição para lactentes e crianças de primeira infância é obrigatório.
A Anvisa também proibiu distribuição e comercialização de oito lotes do produto Alimento Nutricionalmente Completo para Nutrição Enteral ou Oral, da marca Trophic Bio. A empresa deve recolher todo o estoque existente no mercado. Os produtos apresentaram informações nutricionais de vitaminas divergentes daquelas informadas nos rótulos.
Nesta segunda-feira (21), a Anvisa já havia interditado o lote 0027 do doce de amendoim Paçoca Rolha da marca Dicel, que excedeu limite do teor de aflatoxinas, substâncias que são tóxicas e cancerígenas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário