.

.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Latam passa a cobrar por serviço de bordo e marcação de assento

Novo menu conta com sanduíches e brigadeiro
A Latam passará a cobrar pelo serviço de bordo em voos domésticos dentro do Brasil, a ação deve entrar em vigor entre a última semana do mês de junho e a primeira de julho. De acordo com o CEO para o Brasil da companhia, Jerome Cadier, o menu é parte do posicionamento da empresa de oferecer maior flexibilidade aos passageiros e vem para complementar as novas opções de tarifas que também começarão a ser operadas no final do mês. Com as mudanças, a Latam espera reduzir em até 20% o preço da tarifa média das passagens.
Com tarifas mais acessíveis, Cadier espera aumentar em 50% o número de passageiros transportados pela companhia até 2020. Atualmente a Latam transporta 70 milhões de passageiros, sendo aproximadamente 30 milhões de brasileiros. “Esta não é apenas uma resposta à necessidade dos clientes por mais opções, mas uma melhora na operação. Com essa modificação, além das mudanças nas tarifas e bagagens, conseguiremos oferecer preços com muito mais transparência”, enfatiza o CEO que afirmou que o novo posicionamento tornará a aérea muito mais competitiva. “A disputa com as companhias low cost ficará muito mais equilibrada”, complementa.
Novo menu conta com sanduíches e brigadeiro
Batizado de “Mercado Latam”, o novo menu passa a incluir 50 opções de produtos, entre lanches, bebidas (alcoólicas, sucos, refrigerantes, café, chá etc.), snacks, frutas e sobremesas, a partir de R$ 4, além de combinados, a partir de R$ 14. As opções foram desenvolvidas baseadas nas preferências dos consumidores brasileiros e inclui brigadeiro e bolo de banana, além de opções para vegetarianos e celíacos. Os pagamentos poderão ser efetuados pelo cartão de crédito ou dinheiro em espécie.
Mercado Latam inclui mais de 50 opções de produtos
Mercado Latam inclui mais de 50 opções de produtos
Cobrança por assento e novas tarifas de bilhetes
A mudança ainda deve levar alguns meses para acontecer, mas Cadier afirmou que em breve a Latam também passará a cobrar para que o passageiro assinale o assento desejado. O executivo explica que a mudança faz parte da nova classe de tarifas de bilhetes desenvolvida. Segundo o CEO, a Latam passará a contar com quatro classes de bilhetes: Promo, Light, Plus e Top. “A Promo já existia, mas aparecia apenas durante as megapromoções. Agora o cliente verá essa tarifa com muito mais frequência”, explica. A diferença entre uma classe e outra será de R$ 30 a R$ 50, o valor oficial ainda não foi decidido.
Veja como fica cada uma das tarifas
Promo – A mais barata das tarifas, a Promo visa atender ao cliente que busca uma passagem por um preço realmente atrativo. Esta é também a mais rígida das passagens, não permitindo alterações, reembolsos, validação de pontos múltiplos ou marcação de assento. O assento será designado pela companhia no momento do check-in. Esta tarifa também não inclui bagagem para ser despachada, podendo ser comprada por R$ 30, o momento da reserva do bilhete, ou por um valor diferencial mais caro no balcão.
Light – Nos mesmos moldes da Promo, a diferença desta tarifa é que permite pontuação de Múltiplos.
Plus – A tarifa Plus já é mais atraente àqueles que precisam fazer mudanças, além de reembolsar em 50% o valor da tarifa em caso de cancelamento. Além disso, é permitido ao passageiro uma peça de bagagem despachável de até 32 kg. Aqui, o assento pode ser reservado sem custo extra, porém a opção de assento com mais espaço ainda é cobrada.
Top – A Top inclui todos os serviços, além de duas peças de bagagem despacháveis, marcação de assento gratuita e opção de mais espaço também inclusa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário