.

.

terça-feira, 11 de abril de 2017

O Barça vai descobrir que o impossível existe


Dybala @@110417@@ 291x300 O Barça vai descobrir que o impossível existe
A gente aprendeu que o impossível não existe para o Barcelona, principalmente no Camp Nou.
Ficou difícil, porém, muito difícil, Messi, Neymar e Suárez chegarem às semifinais da Liga dos Campeões da Europa depois destes acachapantes 3 a 0 que a Juventus do eterno Buffon e do jovem Dybala lhes impôs em Turim.
O Barcelona desta temporada é um time ciclotímico, capaz de grandes feitos, como a virada sobre o PSG nas oitavas, e atuações quase bisonhas, como na noite italiana desta terça-feira.
O time continua tendo a bola aos seus pés durante a maior parte do tempo, algo em torno de dois terços na derrota de agora há pouco, mas joga esgarçado ao longo do campo, com um agrupamento no ataque e outro na defesa.
Nestes últimos tempos sob o comando de Luis Enrique, o Barça depende demais da inspiração do trio MSN para compensar o desequilíbrio de suas linhas .
A Juventus, jogando agrupada durante os 90 minutos, mereceu amplamente os 3 a 0, com dois gols do argentino Dybala no primeiro tempo e um de Chiellini no segundo.
E não foi só: Ter Stegen teve mais trabalho do que Buffon.
É verdade que o goleiraço da Juve foi um dos principais responsáveis pela vitória ao salvar, quando o placar ainda era de 1 a 0, um gol certo de Iniesta, que recebeu uma fantástica assistência de Messi e colocou a bola em seu canto esquerdo.
Milagrosamente, com um leve toque, Buffon mandou-a para escanteio. E, muito merecidamente, continuará sonhando com o título, que jamais conquistou, da Liga dos Campeões.
Eram 20 minutos do primeiro tempo. Outro seria o jogo se o Barcelona tivesse chegado ao empate. Um minuto depois, Dybala fez 2 a 0.
Sólido na defesa, lutador em todo o campo, veloz nos contra-ataques, o time da Juventus dificilmente cederá em Barcelona a vantagem que conquistou hoje em Turim, embora o lendário Buffon tenha dito há alguns dias a Jordi Quixano, do jornal espanhol El País:
- O Barça ganha ou perde por méritos ou deméritos próprios. É tão forte que cria seu destino como quiser.
Nem sempre.
O Barça vai descobrir em casa que o impossível existe.
Buffon @@110417@@ O Barça vai descobrir que o impossível existe
Buffon: defesa milagrosa lhe dá o direito de continuar sonhando com o título inédito

Nenhum comentário:

Postar um comentário